Holiday in Cambodia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
ÒO..gif

Holiday in Cambodia é poser!

E acha que Live And Let Die é uma canção do Guns N' Roses.

Ele(a) se acha é nerd por conhecer todos os memes da internet.

Este artigo é sobre um HIT!

É uma música chata, repetitiva e seu vizinho adora. SOLTE O SOM!

Music madonna.jpg
Punkaosairdeshopping.jpg Este ser curte Panque Roque.

E deve praticar cheiramento de gatinhos ouvindo Buzzcocks,
assim como todos os revoltados listados aqui.

Cquote1.png Uhúlllll melhor deles! Cquote2.png
Idiota sobre Holiday in Cambodia
Cquote1.png 100% neles, MWAHAHAHAHAHA! Cquote2.png
Nerd mentiroso sobre Holiday in Cambodia
Cquote1.png Oriental de alma branca Cquote2.png
Kim Kataguiri mentiroso sobre Holiday in Cambodia

Holiday In Cambodia é um hit meio doidão dos Dead Kennedys, muito conhecida por ser usada como cover por várias outras bandas desconhecidas e também por estar num Guitar Hero da vida. Além de um Pol...Pot! Pol...Pot! Poh...Pot!. Ah, sim, também é conhecido por ser uma das músicas mais populares dos Dead Kennedys.

A música[editar]

Um feriado em Camboja inclui um passeio por uma limousine (para o pessoal da Região) pelo país.

Jello Biafra estava com sua família doido para viajar para um lugar calmo e seguro, ainda para se divertir com todos após ter que aturar aquele bando de fedidos também conhecidos como seus colegas de banda, que, como bons punks, não tomam muitos banhos - não se pode alimentar o sistema, vide, a companhia de água. Seus filhos queriam muito ir pra Paris ou pra Londres, ou ainda para Nova Orleans, claro, pois um de seus filhos era loser traidor de movimentos apaixonado por jazz. Nada feito, e Jello ainda deu um esporro, visível na 1ª estrofe:

So you've been to school for a year or two/ And you know you've seen it all/ In daddy's car thinkin' you'll go far/ Back east you type don't crawl/ Play ethnicky jazz to parade your snazz/ On you five grand stereo. Bom, vide, Jello mandou o moleque sossegar o rabo, pois não é porque entrou na escola agora (sim, Jello não queria que ele fosse pra escola, mas cedeu aos apelos) e ao ver fotos de gente pobre nos livros já achou que viu de tudo - esse é daqueles gringos que pensa que o filme Turistas é um documentário sobre o Brasil (não que não seja). Ele teria que ir para um lugar tal que ele fosse se divertir e ver tal realidade, era pra ele voltar à pensar normalmente, e, que ele tocando Jazz não fazia nada além de tentar se mostrar. Vide, o lugar ideal para tal diversão era Camboja, um país calmo, tranquilo, seguro, repleto de belezas naturais e com um povo muito hospitaleiro - as guardas nacionais que o digam.

Tá, então...Vamos à la playa Camboja?[editar]

Jello Biafra logo após matar uma mulher em Camboja. Ah, não, não se preocupe: isso é ketchup, quem matou a guria provavelmente foi um nativo da área. Ou ela se matou ao ver a pequenez de Biafra.

Nós não, eles foram. Bom, Jello logo disse It's time to taste what you most fear/ Right Guard will not help you here/ Brace yourself, my dear/ Brace yourself, my dear! Bom, foram para Camboja, mas não podiam esquecer dos documentos, das malas, das máscaras de proteção contra doenças, das drogas, do suborno para o guarda do aeroporto permitir a passagem das drogas, e, claro, de matar uma mulher (estranha tradição americana punk, bom, deve ser porque mulher punk é automaticamente pseudo-punk, pois por algum motivo não é machista - mas pode haver exceções).

Bom, é muito destacada na música a atitude de beijar bundas ou morrer. Deve ser alguma espécie de revolução também de encalhadas com armas na mão, vide, ou você beija a bunda delas ou morre. Bom, Jello e a família dele deve ter passado por isso, vai ver também mataram algumas mulheres lá também por culpa disso. Bom, acho que ele só não deve ter reclamado quando alguma ao menos mais bonitinha mandou ele fazer esse serviço, mas...Agora você descobre que Camboja não tem só fome de dinheiro e comida, mas também fome de sexo. Ou seja, se sua família tem algum ninfomaníaco, mande-o para Camboja e ele será feliz.


Pol Pot[editar]

O 'homenageado' pelos Dead Kennedys.

Muitos desconfiam sobre o que realmente Pol Pot significa. Para muitos o apelido do filho de Jello era Paul (Paul é apelido? Bom, enfim...) e que era para ele pegar algum tipo de pote de comida enquanto Jello via o jogo do campeonato Cambojano entre Unidos do Camboja FC contra o Camboja United (Allejo hoje joga aí). Daí, Paul, pote!, mas, como todos são favelados e não sabem falar inglês, deu nessa merda.

Outros acham que Pol Pot era para ser Bola Bota, vide, num jogo de basquete Jello estava fortemente gripado e ao invés de falar Bola, Bota! (na cesta), ele acabou gritando Pol, Pot!. Bom, essa teoria é defendida por bêbados e por surdos, se bem que como punks são aanalfabetos, pode até fazer mesmo algum sentido.

Os nerds acham que ele nada mais é do que um imperador causador do Genocídio Cambojano (Puta que Pariu, os Dead Kennedys nem são de lá, tentaram imitar o System of a Down defendendo o Genocídio Armeno pra ver se ganhavam fama também?). Bom, se for, certamente já bateu as botas tem muitos anos e passou impune, e, seu tatara-neto deve estar no poder fazendo de Camboja uma espécie de Lego City - Big Version.

Letra[editar]

Holiday In Cambodia

So you've been to school for a year or two
And you know you've seen it all
In daddy's car thinkin' you'll go far
Back east you type don't crawl
Play ethnicky jazz to parade your snazz
On you five grand stereo

Braggin' that you know how the niggers feel the cold
And the slum's got so much soul
It's time to taste what you most fear
Right Guard will not help you here
Brace yourself, my dear
Brace yourself, my dear

It's a holiday in Cambodia
It's tough kid, but it's life
It's a holiday in Cambodia
Don't foget to pack a wife

You're a star-belly sneech you suck like a leech
You want everyone to act like you
Kiss ass while you bitch so you can get rich
But your boss gets richer off you
Well you'll work harder with a gun in your back
For a bowl of rice a day
Slave for soldiers 'til you starve

Then you head is skewered on a stake
Now you can go where people are one
Now you can go where they get things done
What you need, my son...
What you need, my son...

Is a holiday in Cambodia
Where people dress in black
A holiday in Cambodia
Where you'll kiss ass or crack

Pol... Pot,
Pol... Pot,
Pol... Pot,
Pol... Pot.

And it's a holiday in Cambodia
Where you'll what you're told
A holiday in Cambodia
Where the slum's got so much soul
Pol Pot...

Português[editar]

Feriado No Camboja

Então, você foi para a escola por um ano ou dois
E acha que você já viu de tudo
No carro do papai pensando que vai longe
Volte pra casa seu maluco, não rasteje
Toca jazz pra se mostrar seu otário
No seu estéreo cinco estrelas

Dizendo que sabe como os negros sentem frio
E que a favela tem tanta alma
É hora de provar aquilo que você mais teme
A Guarda Direitista não irá ajudá-lo aqui
Aguente, meu querido
Aguente, meu querido

É um feriado no Camboja
É difícil, garoto, mas é a vida
É um feriado no Camboja
Não esqueça de matar uma mulher

A barriga estriada, você é como uma sanguessuga
Quer que todos ajam como você
Beijando bundas como uma puta pra ficar rico
Mas teu patrão fica mais rico que você
Bem, vai trabalhar duro com uma arma nas costas
Por uma tigela de arroz por dia
Será escravo dos soldados até você morrer de fome

Então sua cabeça será espetada em uma estaca
Agora você pode ir onde as pessoas são uma só
Agora você pode ir aonde as coisas acontecem
O que você precisa, meu filho...
O que você precisa, meu filho...

É um feriado no Camboja
Onde as pessoas se vestem de preto
Um feriado no Camboja
Onde você beija bundas ou morre

Pol... Pot,
Pol... Pot,
Pol... Pot,
Pol... Pot*

E é um feriado no Camboja
Onde você faz o que te mandam
Um feriado no Camboja
Onde a favela tem tanta alma
Pol Pot!

Ver no YouToba[editar]