Honduras

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
●República Homocrática de Pandura
●República Anti-humana de Honduras
●OndaDura

Bandeira de Honduras.png Coa honduras.png
Bandeira Brasão
Lema: Mate Antes Que Seja Morto!
Hino: Corre, Diabo!
Nada.JPG
Capital Tegucigalpa
Maior cidade Teotihuacan
Língua espanhol e dialetos maias
Tipo de Governo Opressão Democrática e Terrorismo
Ditador Manuel Zelaya Roberto Micheletti
Porfirio Lobo
Heróis Nacionais Foram pra cova
Independência do México
Moeda Empina
Religião Culto Maia ao Deus Maluco da Cara Torta
População Muita gente se oprimindo
Área Alguns quilômetros (?% de água)
Analfabetismo Total%
PIB per Capita Depende da muamba dar certo USD/hab.
IDH 0.2222
Fuso Horário
Clima Poeira
Site do Governo Em construção. Término das obras previsto para 2099
Cquote1.png Esses aí deram muito mais azar Cquote2.png
Povo judeu, acostumado com massacres sobre o povo maia

Cquote1.png Honduras é um paisinho de merda aqui da América Central Cquote2.png
Ratinho sobre Honduras
Cquote1.png Honduras, ó, Brasil, florão da América Cquote2.png
Vanusa sobre Honduras.

Honduras é o maior país figurante do Sistema Solar, acredita-se que o território se encontra no Planeta Terra. Honduras é um país-ruína, uma verdadeiro amontoado de terra, morada do antigo povo massacrado historicamente Maia controlado pelo presidente Manuel Zelaya.

História[editar]

Civilização maia[editar]

Os maias, ligeiramente mais inteligentes, habitavam as regiões sagradas de Guatemala. Os maias bestas e ladrões habitaram a região da atual Honduras. Nada dessa época merece alguma menção, nem havia pirâmides grandes como as do México ou Guatemala.

Colonização[editar]

Depois dos mais baterem com muitos ossos em cadáveres de boi, os espanhóis descobriram a região e na maior boa vontade catequizou aquele povo besta a se vestir e pagar dízimo. Como eles eram muito burros e não aprendiam nada de jeito nenhum, então a saída foi exterminar os maias em nome do Vaticano.

Independência[editar]

Depois que os espanhóis oprimiram o povo maia até a extinção desses, ficaram sem ter quem oprimir, então começaram a oprimir a si próprios, sendo que os mais ricos oprimem os mais os pobres sucessivamente, até a época que a Espanha enjoou daquela merda toda e surgiu a República de Honduras.

Governos ditadores[editar]

Inúmeros governos ditatoriais assumiram o controle de Honduras. Como eles apagaram dos livros de história todas atrocidades contra os direitos humanos que cometeram, pouco se pode falar dessa época gloriosa de decadência do Império Hondurenho.

Golpe de estado[editar]

Ratinho, o então presidente de Honduras em 2009 tentou imitar Hugo Chávez na prática de se perpetuar no poder do seu país, mas como os militares não estavam comendo nada além de carne enlatada um golpe militar depôs o governo e uma ditadura foi trocada por outra ditadura.

O atual governo de Honduras chega a níveis inacreditáveis de radicalismo político, tanto que até mesmo Hugo Chávez, grande incentivador da liberação generalizada da política da América, decidiu não apoiar o atual governo. Outros grandes nomes de oposição ao golpe são figuras de destaque da economia, da política e estudiosos de Direito Internacional tais como o Mestre dos Magos, Vegeta e o Dohko de Libra.

Quiprocó na Embaixada Brasileira[editar]

Manuel Zelaya usando a Embaixada Brasileira em Tegucigalpa como sua casa de praia.

Ratinho, deposto pelo golpe militar, decidiu fugir para nada menos que a embaixada brasileira em Tegucigalpa, ele não poderia ter encontrado local pior.

Enquanto os jornalistas brasileiros estavam todos na boca livre de Copenhague, os banheiros da representação brasileira estavam todos entupidos e todos dizendo que era por causa das cagadas do pessoal do Itamaraty. Faltava de tudo: comida, bebida, mulheres e remédios. Mas o que faltava mesmo era o governo arrumar uma boa desculpa pra sair dessa enrascada.

Entre um cochilo e outro, o ex-presidente honduroso transformou a Embaixada brasileira num palanque político, e o Lula, que não pode ver um palanque, já estava pensando em ir para a embaixada brasileira em Honduras para inaugurar uma obra do PAC.

Numa tentativa desesperada de sair deste buraco diplomático, o embaixador Celso Amorin pediu a intermediação da OEA, mas Lula acha que o caso é complicado e tem que chamar o I e o U também.

Desde a época do Barão de Rio Branco (esquina com Rua do Ouvidor) a diplomacia brasileira nunca foi tão desmoralizada. O Brasil, que nem faz fronteira com Honduras, se meteu de forma invasiva e dolorosa na política interna dos outros e acabou ficando com o ânus da crise, quer dizer, com o ônus da crise.

Subdivisões[editar]


Política[editar]

Militares e opositores disputando nas ruas da capital Tegucigalpa quem fere mais direitos humanos.

Em Honduras o governo é composto de forma simples. O homem (mulheres não) que mais ferir direitos humanos se torna automaticamente presidente. O governo atual feriu 4 mil direitos humanos, fora os direitos que foram mortos.

Por mais difícil que seja de acreditar o governo Hondurenho é mais ladrão que o do Brasil!

E a situação só "melhora" com o passar dos anos.

Para se prevenir um golpe, o exército hondurenho de maneira genial fez outro golpe, e ficou surpreendido com o fato que ninguém, nem o mesmo Lula, os apoiou. Com essa reviravolta, podemos dizer que o novo governo superou o antigo e feriu 4023 direitos humanos! Parabéns, Honduras!

Em Honduras atualmente não há lei. Bom, na verdade há lei, cada um faz a lei que quiser, "se os mano quisé entrá no teu barraco os mano entra, tá ligado!", e coisas como direitos humanos não são conhecidas por ali. Opressão é a única palavra que hondurenhos, hondurenses ou honduranos, esses diabo aí!, conhecem (já escutaram a palavra, mas não sabem o que significa, tão pouco sabem escrevê-la).

Economia[editar]

Muamba em geral abastece a economia de Honduras.

Culinária[editar]

A culinária é muito diversificada, comem até ratos e bolinhos de terra (isso é verdade!)

Esportes[editar]

Futebol[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Seleção Hondurenha de Futebol

Em 2001, durante a Copa América da Colômbia, Honduras conseguiu o maior feito da história do país no futebol, conquistando o mínimo de reconhecimento mundial, vencendo o Brasil pelo placar de 2x0 (dois a zero) e terminou a competição em terceiro vencendo o Uruguai. O detalhe é que o pais nem tinha que ter jogado essa copa – o que aconteceu é que vários países ficaram com medo das FARC (entre eles a Argentina) e não foram jogar. Como Honduras é acostumada com guerrilhas, aceitou o convite de participar da competição. Mas desde então nunca mais foi convidada para Copas Américas.

Porém o feito futebolístico de Honduras foi novamente reeditado. Este time vagabundo classificou-se para a Copa do Mundo da África do Sul, mas como eles não tinham dinheiro pra pagar um avião, tiveram que contratar uns dublês na África mesmo, e perderam todas.

Flag-map Honduras.png Honduras
HistóriaPolíticaSubdivisõesGeografiaEconomiaCulturaTurismo
Mittelamerika-Pos.jpg
América
v d e h

Países: Antígua e Barbuda | Argentina | Bahamas | Barbados | Belize | Bolívia | Brasil | Canadá | Chile | Colômbia | Costa Rica | Cuba | Dominica | Equador | El Salvador | Estados Unidos | Granada | Guatemala | Guiana | Haiti | Honduras | Jamaica | México | Nicarágua | Panamá | Paraguai | Peru | República Dominicana | Santa Lúcia | São Cristóvão e Nevis | São Vicente e Granadinas | Suriname | Trinidad e Tobago | Uruguai | Venezuela

Territórios: Alasca | Anguilla | Aruba | Bermudas | Bonaire | Curaçao | Groenlândia | Guadalupe | Guiana Francesa | Ilhas Cayman | Ilhas Falkland | Ilhas Geórgia do Sul e Sandwich do Sul | Ilhas Turcas e Caicos | Ilhas Virgens Americanas | Ilhas Virgens Britânicas | Martinica | Montserrat | Porto Rico | Saint-Barthélemy | Saint Martin | Saint-Pierre e Miquelon | Sint Maarten