Hrvatski Športski Klub Zrinjski Mostar

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Hrvatski Športski Klub Zrinjski Mostar
Escudo do Zrinjski Mostar.png
Brasão
Hino '
Nome Oficial Bosnian Hrvatski Športski Klub Zrinjski Mostar
Origem Bandeira da Bósnia e Herzegovina Bósnia e Herzegovina- Mostar
Apelidos
Torcedores
Torcidas
Fatos Inúteis
Mascote
Torcedor Ilustre
Estádio Satadiom Beringela Bigorna
Capacidade
Sede
Presidente
Coisas do Time
Treinador
Pior Jogador Nuvola apps core.png
Melhor Jogador Crystal Clear action bookmark.svg.png
Patrocinador
Time
Material Esportivo
Liga Campeonato Croata
Divisão Premijer liga
Títulos
Ranking Nacional
Uniformes



Hrvatski Športski Klub Zrinjski Mostar é um time croata que acabou perdido na Bósnia, afinal, depois que a Iugoslávia acabou aqueles países foram separados com o cu dos sérvios e ficou qualquer bosta. Por ser um time croata jogando no futebol bósnio, o clube acaba se destacando, afinal muçulmanos nunca souberam jogar futebol, então os bósnios nem são páreos, por mais que o Zrinjski Mostar seja fraco como se demonstra ser.

História[editar]

Fundação[editar]

Após 5 anos de insistência, surgia em 1905 o Đački Športski Klub (que traduzindo é Estudiantes de Mostar). Desde 1898 havia a ideia de criar um time croata em plena Bósnia, mas por um bom tempo esse projeto foi negado pois os bósnios alegavam que seu país já era microscópico o bastante para dar ainda mais espaço para forasteiros. Porém, na falta de outros times, o Zrinjski Mostar acabou sendo aceito.

Em 1912 o nome foi modificado para Zrinski, que não tem qualquer significa específico, a intenção era apenas por um nome repleto de consoantes e que parecesse o som de um espirro, como tudo que é croata, assim reforçando a identificação do clube.

Durante a guerra[editar]

Na Primeira Guerra Mundial o time parou as atividades devido à treta que estava acontecendo naquela região, não porque cabeças de pessoas estavam sendo explodidas nas redondezas, porque se fosse só por isso o Zrinjski estaria desativado até hoje, mas o motivo do fechamento do clube foi a crise dos pasteizinhos de carne moída, motor da economia do país, que boicotados mergulharam a Bósnia em recessão.

No período entre-guerra o Zrinjski retomou as atividades, mas como aquela região onde ficava o time era uma verdadeira orgia e ninguém era dono do cu de ninguém, a equipe teve que se contentar em disputar amistosos nada a ver.

Já durante a Segunda Guerra Mundial, o Zrinjski ignorou completamente toda a guerra étnica que estava havendo nos arredores de Mostar, e se aproveitando do fato de nem existir fronteiras mais, a equipe passou simplesmente a disputar a Prva HNL (campeonato croata) na maior cara de pau, e jogou lá por uns 8 anos, onde obviamente nunca ganhou alguma coisa.

Banimento[editar]

Após 1945, com o estabelecimento da Iugoslávia, todos times que haviam jogado o campeonato croata na época da guerra foram banidos do futebol e obrigados a ir jogar paredão, um esporte onde um time fica alinhado num paredão tomando boladas do adversário, o time que ficar mais tempo sem desmaiar vence.

Depois que todos jogadores do Zrinjski foram eviados para campos de concentração para passarem o resto de suas vidas plantando batatas, o time ficou inoperante e fechado por 47 longos anos.

Campeonato bósnio e retorno[editar]

Com a criação e surgimento da Bósnia e Herzegovina em 1991, após uma guerra de pequenas proporções que só destruiu todas cidades do país, surgiria em 1993 o campeonato bósnio, que nem precisa de trocadilhos para dizer que é uma bosta. Inicialmente tal campeonato teria apenas dois times, por isso, por mais que o Zrinjski seja um time odiado por todos na Bósnia, uma macumba foi realizada e o time ressuscitado após quase 50 anos de morte.

Inicialmente se destacou como um time retardado e derrotado, que sonha um dia voltar a jogar o campeonato croata igual a Austrália joga na AFC ou os times de Goiás que jogam o campeonato brasiliense.

Anos 2000[editar]

A partir de 2000 passou a contratar os restos do Dinamo Zagreb (que já é um time ruim, imagine os restos...), mas o nível do futebol bósnio é tão desprezível que só isso bastou para fazer do Zrinjski Mostar um time diferenciado para o nível daquele país, e logo os primeiros títulos bósnios começaram a chegar.

Graças aos seus títulos bósnios, teve suas participações na pré-Liga dos Campeões, e logo em sua estreia numa Liga dos Campeões de 2005-06 tornou-se um time mundialmente reconhecido por ter sido o primeiro time do universo a perder para um time de Luxemburgo, o F91 Dudelange, e não apenas uma derrota comum, mas 4x0. Alguns anos depois, nova derrota vexaminosa de 4x0 para time merda, dessa vez o Slovan Bratislava da Eslováquia. E se a Eslováquia for considerado alguma coisa, então em 2014-15 foi a vez de não passar do desprezível NK Maribor da Eslovênia, onde o futebol nem existe.

Títulos[editar]