Human Dynamics

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Introdução[editar]

Human Dynamics é divulgado como uma ciência que explica como as pessoas agem. A ideia é dividir a humanidade em 9 grupos distintos, com características peculiares... Pra começar a zona, desses 9 grupos, apenas 4 são encontrados com frequência e 1 é raro. Os outros 4 nunca foram identificados nos diversos experimentos científicos realizados. Por que? "Por vontade do Criador!"

Histórico[editar]

Integrante secreto do sexto grupo

Diz a lenda que lá na década de 60 ou 70 (a fonte da informação tinha testado tanta química que não conseguia decidir quando a viagem rolou), um grupo de jovens alternativos se reuniu pra criar uma classificação do jeito de ser da humanidade.

Eles definiram que cada ser humano no planeta poderia ser enquadrado em um desses grupos:

  • Mental-físico (autista)
  • Físico-mental (sistemático insuportável)
  • Físico-emocional (lerdo)
  • Emocional-mental (chato pra caralho)
  • Emocional-físico (chorão)

Na época, cogitaram a criação de um sexto grupo, o débil-mental (esse é autoexplicativo), mas desistiram rapidamente da ideia por perceberem que só eles, os idealizadores, fariam parte desse seleto grupo.

As características dos grupos foram todas psicografadas por Sandra Seagal (irmã de um famoso ator de cinema), que recebeu mensagens diretamente do Criador. Talvez seja por isso que diversas perguntas são respondidas com a frase "Porque Deus quis assim", apesar dos adeptos insistirem que Human Dynamics é uma ciência.

Brasil[editar]

O Human Dynamics no Brasil conta com a colaboração dos evangelizadores José REIcardo "Tá Errado", INÃOês "Não Pode" e dré "Criador Quis", todos da Congregação SIEGUENÓIS pela Fé em Human Dynamics.

Essas figuras notáveis realizam sessões espíritas com grandes grupos de seguidores para que a crença no Human Dynamics seja difundida pelo mundo. Essas sessões são organizadas em lavagens cerebrais de 3 dias, nos quais os iniciantes são bombardeados com noções vagas, repetições, vídeos, repetições, dinâmicas, repetições e são fortemente desestimulados a apresentar quaisquer traços de pensamento lógico e analítico sobre o assunto. Durante as sessões, os catequizadores possuem sempre respostas diretas e rápidas, que deram origem às suas alcunhas.

A seguir, alguns exemplos de como os iniciantes podem fazer questões idiotas e de como elas são devidamente eliminadas:

  • Iniciado: INÃOês, eu acho que tenho características de mais de um grupo...
  • INÃOês: NÃO PODE!
  • Iniciado: Zé REIcardo, eu acho que a gente é predominantemente de um grupo...
  • José REIcardo: TÁ ERRADO!!!
  • Iniciado: HÃdré, mas porque eu não posso pertencer a dois grupos?
  • HÃdré: Zzzz... Roonc... Hã? Ah... Porque o Criador quis assim. Zzzz... Merda! Zzzz...