Iêmen

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
●Yaaah Man!
●Yeeeh Men!
●Isso Homem

Bandeira do Iemen (khat).png Brasao do Iemen.png
Bandeira Brasão
Lema: Por incrível que pareça, aqui não há terroristas! Acredite!
Hino: Vocês aí em cima, e nós aqui embaixo
LocationYemen.png
Capital Satã
Maior cidade Inferno
Língua Árabe
Tipo de Governo Democracia Capitalista Desigual ao Sul. Socialismo Radical Repressor ao Norte
Sheik e Dono do Mercado Ali Abdullah Saleh
Heróis nacionais Ali Babá e os Quarenta Ladrões
Independência Unificação dos povos nômades em 1990
Moeda Ouro, prata, bronze, etc.
Religião islamismo
População 19.000.000 na pura paz
Área Não faz diferença você saber disso (Quase zero% de água)
Analfabetismo 100%
PIB per Capita Depende do que você consguir vender hoje USD/hab.
IDH 0.3
Fuso Horário Desconhecida
Clima Desértico, sem nada de bom
Site do Governo ??
Cquote1.png Você quis dizer: Hímen Cquote2.png
Google sobre Iêmen

Cquote1.png Você quis dizer: Sêmen Cquote2.png
Google sobre Iêmen
Cquote1.png Você quis dizer: Eae man Cquote2.png
Google sobre Iêmen

Iêmen é um país árabe que situa-se no calço da Arábia Saudita e espetado pelo chifre do corno da África.

Iemên sempre foi aquele país árabe desinteressante que ninguém conhece e tem sua presença totalmente ofuscada pelos ilustres vizinhos que fazem muita besteira e aparecem como a Arábia Saudita, Iraque, Egito e Irã.

O país conta com títulos também desinteressantes como o país com o primeiro templo da arábia, ou primeiro porto do Oriente Médio.

As citações bíblicas de Iêmen também são sem graça e qualquer pessoa normal dorme enquanto lê isso.

História[editar]

Arábia Feliz[editar]

Nos primórdios o Iêmen era conhecido como Arábia Feliz, um próspero Reino de Cthulhu onde as terras eram férteis e não haviam humanos, apenas magos alienígenas que eram protegidos por serpentóides-da-areia-gigantes.

Agora o motivo de tanta felicidade na Arábia Feliz era o estimulante alucinógeno comum na região, as folhas de khat.

Reino de Sabá[editar]

O Velho Testamento faz muitas menções a um tal de Reino de Sabá fundado por alçgum neto inútil de Noé. Como não há concenso sobre a localização desse suposto reino, inventaram que ele ficava no Iêmen, como não apareceu ninguém para provar o contrário, então virou consenso.

Islamismo[editar]

O Iêmen como conhecemos hoje foi formado por muçulmanos que se perderam durante a peregrinação para Meca e decidiram se estabelecer no local como mercadores que traziam coisas comestíveis e mascáveis da África para revender no Oriente Médio.

Como só havia homens ali, pois as mulheres morriam rápido demais devido a religião local que prega o sacrifício delas, denominaram a região de Men (homens em inglês). Posteriormente para fazer propaganda da grande massa de exportação de gigolôs do país, incorporaram Yeah ao nome ficando Yeah Men (Iêmen no português).

Iêmen do Norte e Iêmen do Sul[editar]

O Iêmen do Norte (que geograficamente deveria na verdade se chamar de Iêmen do Oeste) foi conquistado pelos turcvos em 1579. E o Iêmen do Sul (que geograficamente deveria na verdade se chamar de Iêmen do Leste) foi dominado pelos britânicos.

Muito estratégico, os Estados Unidos e União Soviética disputaram pela região durante a Guerra Fria. Iemên se tornou comunista e realizou uma reforma agrária bem aos moldes do socialismo e no final confiscou tudo ao governo e declarou a terra era de todos.

Unificação[editar]

Pescadores iemenitas esbanjando carisma e satisfação com a vida no Iêmen.

O Iêmen até tenta uma unificação em 1972, mas a Arábia Saudita gosta de ver discórdia e fomentou uma guerra entre os dois Iêmens durante os posteriores 30 anos. Somente em 1991, com a falência da União Soviética, todos os sul-iemenitas que eram comunistas foram teleportados com os poderes de Cthulhu para a Sibéria como punição por sua estupidez.

Guerra civil[editar]

O sul insatisfeito com a riqueza e prosperida que o Iêmen do Norte levou a eles, durante toda década de 90 procurou o separatismo, mas sempre foi derrotado pelos norte-iemenitas que possuem 1 AK-47/per capta contra os sul-iemenitas que usam como arma apenas galhos de alho-poró.

Ataque ao USS Cole[editar]

Em 2000 alguns imenitas capangas do Osama Bin Laden explodem o destróier norte-americano USS Cole. Mas como Bush não sabia onde ficava o Iêmen, nada pode ser feito.

Fatos recentes[editar]

Iêmen no final das contas, por ser um local desconhecido e desinteressante é refúgio perfeito para etnias que constantemente são vítimas de matança como os judeus e alguns tipos de negões da África.

Geografia[editar]

Os fatos sem graça desse país ainda contam com um território sem graça, formada única e exclusivamente por areia.

Subdivisões[editar]


Política[editar]

A mulher mais sexy e gostosa do Iêmen.

Iêmen se divide em Iêmen do Norte e Iêmen do Sul, tal qual o Vietnã são sequelas da época que a União Soviética ainda existia e dominava o norte. A região do norte porém ainda mantêm os ideais comunistas e é a versão norte-coreana árabe de pobreza, enquanto a região do sul, ligeiramente mais rica, estuda e se foca no individualismo massacrante.

Cultura[editar]

O Iêmen é o país mais machista do mundo (não é por acaso que ele se chama "Yeah Men"). As mulheres não são permitidas de mostrar seus corpos nem dentro de casa, sendo obrigadas a tomarem banho usando a burca.

Outra característica marcante da cultura iemenita é o fato de todo cidadão poder portar uma cimitarra, uma faca e uma AK-47. O motivo disso é que aqueles que não portam tudo isso já estão todos mortos.

Flag-map Iêmen.png Iêmen
HistóriaPolíticaSubdivisõesGeografia
EconomiaCulturaTurismo
Boratasiacentral.jpg
Ásia
v d e h

Países: Afeganistão | Arábia Saudita | Armênia | Azerbaijão | Bahrein | Bangladesh | Brunei | Butão | Camboja | Cazaquistão | China | Chipre | Coreia do Norte | Coreia do Sul | Egito | Emirados Árabes | Filipinas | Geórgia | Iêmen | Índia | Indonésia | Irã | Iraque | Israel | Japão | Jordânia | Kuwait | Laos | Líbano | Malásia | Maldivas | Mongólia | Myanmar | Nepal | Omã | Paquistão | Qatar | Quirguistão | Rússia | Singapura | Síria | Sri Lanka | Tadjiquistão | Tailândia | Timor-Leste | Turcomenistão | Turquia | Uzbequistão | Vietnã

Territórios: Abecásia | Caracalpaquistão | Caxemira | Chipre do Norte | Coreia | Curdistão | Estado Islâmico | Goa | Hong Kong | Ilhas Spratly | Macau | Manchúria | Nagorno-Karabakh | Ossétia do Sul | Palestina (Cisjordânia e Faixa de Gaza) | Taiwan | Território Britânico do Oceano Índico | Tibete