Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de IBGE)
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Você quis dizer: IBGEsteira Cquote2.png
Google sobre Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística
Cquote1.png Você quis dizer: INSTITUTO BRASILEIRO DE GENTE ESTUPIDA Cquote2.png
Google sobre Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística
Cquote1.png Dados não encontrados! Cquote2.png
Site do IBGE sobre dados pesquisados.
Cquote1.png Filhos da Puta! Cquote2.png
Recifense puto com mais uyma pesquisa do IBGE que coloca Fortaleza e Salvador maior que Recife sobre IBGE.

60px-Bouncywikilogo.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Missão Institucional[editar]

Planilha de trabalho do IBGE

Retratar o Brasil com informações desnecessárias ao conhecimento da sua realidade virtual e ao exercício da avacalhação.

Principais Funções[editar]

O Instituto Brasileiro de Gente Estupida - IBGE - se constitui no pior provedor de dados e informações do país, que não atendem às necessidades dos mais diversos segmentos da sociedade civil, bem como dos órgãos das esferas governamentais federal, estadual e municipal e dos quadrados e triângulos equiláteros também.

O IBGE oferece uma visão incompleta e atrasada do País, através do desempenho de suas principais funções:

  • Produção e análise de informações estatísticas que não existem.
  • Coordenação e consolidação de coisas que não serve para nada.
  • Produção e análise de informações geográficas de quadras de tennis e de mesas de pebolim.
  • Estruturação e implantação de um sistema da informações ambientais relacionados ao cultivo de maconha.
  • Documentação e disseminação de calúnias e mentiras.
  • Saber quantos noobs morreram na faca no CS.
  • Reconhecimento da existência do Acre.
  • Delimitar a área territorial dos indios guaxupé
  • Saber a quantidade de celulares coloridos importados do paraguai

Histórico[editar]

Durante o Período Cretáceo, como não havia nem um único órgão com atividades exclusivamente estatísticas como o Datafoda-se, e com o advento da roda, os líderes tribais sentiram a necessidade de ir ao banheiro dar uma cagada, e aproveitavam esse momento para realizar essas atividades estatisticas, que até então não existiam. A implantação do banheiro comunitario facilitou e muito na comunicação entre os estatísticos.

Com o passar do tempo,a carência de um órgão capacitado à articular e coordenar as pesquisas estatísticas, unificando a ação dos serviços especializados em funcionamento no País, favoreceu a criação, em 1934, do Instituto Nacional de Estupides - INE, que iniciou suas atividades em 29 de maio de 1936. No ano seguinte, foi instituído o Conselho Brasileiro de Gente, incorporado ao INE, que passou a se chamar, então, INSTITUTO BRASILEIRO DE GENTE ESTUPIDA - IBGE.

Há milhões de anos, o IBGE cumpre a sua missão: conta a população uma a uma e chega a resultados incríveis como a de cada brasileiro ter 1,5 crianças por casa. Mostra como a economia está uma merda através do vagabudagem e da falta de vergonha na cara das pessoas, revelando ainda como esses maltrapilhos vivem.

Estrutura[editar]

O IBGE é uma instituição da administração pública federal, subordinado ao Ministério do Gaguejamento, roçamento e Gastão, que possui quatro milhões de diretorias e dois bilhões outros órgãos .

Para que suas atividades possam cobrir todo o território nacional, o IBGE possui a rede nacional de pesquisa e disseminação, composta por:

  • 27 Micos amestrados do Afeganistão.
  • 27 Setores de Documentação e Disseminação de Informações falsas (25 nas capitais, 100 no Distrito Federal e 1 no ProjAC).
  • 533 Agências de Coleta de dados tabuleiros, peões e outras peças de jogo nos principais municípios.
  • 24 são paulinos(engajados na contagem dos veados brasileiros)
  • 17 corinthianos ex-presidiários
  • 5 portadores de febre do mico azul

Regime de Trabalho[editar]

Escravos Trabalhadores felizes do IBGE.

O Regime de trabalho do IBGE é semi-escravocrata. Lá os funcionários entram através de um concurso disputadíssimo e acabam não sendo chamados de concursados e sim contratados, pois é somente pra um regime de trabalho temporário, sem direito aos beneficios de uma carteira assinada por um órgão federal.

Os únicos que trabalham de verdade são eles (Ou não), coitados! Os que são do quadro, são velhos que nem concurso público fizeram, são do tempo que se entrava no IBGE somente apresentando um curriculum talhado em pedra (com recomendação do faraó Tutacamôn), ou sendo apresentado por algum conhecido, que já trabalhava lá, ao chefe da unidade. Tais idosos conhecem a sua localidade tão bem que é por isso que o IBGE tem a fama que tem, de passar dados atualizados do Brasil.

Muitos devem pensar: "Mas é um órgão federal, quem trabalha lá deve ganhar um bom dinheiro!", só que não é bem assim. Contratado ganha uma ninharia, e se não fosse por isso o trabalho se tornaria totalmente escravocrata. O que eles deviam ganhar no final do mês mais da metade é retirado pra pagamento de FGTS, viagens do chefes, uso de papel higiênico, o cafezinho da sede, festas para os mais pré-históricos os acessos à internet e a pomada anticalos oferecida de grátis para tratar as rupturas cancerígenas causadas nos pés dos pobres escravos .

Principais Pesquisas[editar]

Pesquisas Anais: Todo ano, o IBGE estuda a realidade anal brasileira, traçando uma imagem realística do crescimento e força de trabalho dos ânus nacionais. Subdivide - se em PAS (Pesquisa Anal de Serviços), PAC (Pesquisa Anal de Comércio) e PIA (Pesquisa Industrial Anal).

PAU - Pesquisa Anal Universitária: Traça um quadro (e algo mais) dos estudantes universitário brasileiros.

PINTO - Pesquisa de INovação Técnologica e Organizacional: Realizada mensalmente, mede o crescimento dos principais membros do quadro industrial brasileiro.

CU - Censo Urbano: Levanta dados sobre as cidades brasileiras, população e trabalhadores de rua, etc.

Dados[editar]

Segue alguns dados do IBGE sobre o Brasil e suas Pesquisas:

  • De cada 70% dos negros 17% sao negros e outros 43% não souberam a cor que jesus deu quando nasceram;
  • A cada 10 acidentes de carro cai um avião no Brasil;
  • De cada 20 dos intrevistados, 20 não souberam opinar sobre o tema e o resto votou nulo;
  • De cada 30 brasileiros, 40 votaram errado e 50 irão votar no lula na próxima eleição;
  • Estudos mostram que, no Brasil, você sempre irá votar errado;
  • Estudos também revelam que em todos os estados brasileiros (exceto o Acre) existem pelo menos 1 pessoa e uma casa no mínimo;
  • De cada 10 pessoas 200 sabem que o acre não existe, as demais não souberam opinar
  • Estudos mostram que 99% das pesquisas apresentam inconsistências, crítica de dados ou foram recusadas de ser respondidas pelos informantes brasileiros.
  • Um estudo mais detalhado demonstrou que a cada 10 (dez) Pesquisas Econômicas,11 (Onze) não são respondidas pelos informantes,por conseqüência, 0,5 % das empresas representadas por eles são autuadas com o valor de até 10 salários mínimos. Observação: Considerando uma margem de erro de 0,5 % no percentual de empresas autuadas.
  • Segundo a PAS (Pesquisa Anal de Serviços), 90% dos que se utilizam dos serviços de travesti são depois comidos á força por eles, e os outros 15% só querem dar mesmo.
  • O Brasileiro está com o pau maior a cada ano. Entre os medidos (e chupados) pelos pesquisadores do IBGE, 50 % cresceu 2 centímetros este ano, 41% cresceu entre 1 e 1,9 centimetros e apenas 9% tiveram decréscimos. Destes últimos, as maiores diminuições de bilau estão entre os militantes e eleitores do PSDB e do DEM. Na média, a vara dos brasileiros ficou 1,2 centimetros maior, revelando os resultados que programas socias do Governo Lula, como o Bolsa Puta, vem tendo. Comparando com o governo FHC (onde havia uma diminuição de cerca de 0,3 centimetros ao ano) o crescimento é de 10.000%

Website[editar]

Principal mensagem do site do IBGE ao se buscar um dado estatístico

Foi criado com a intenção de confundir todas as informações já coletadas sobre a sociedade Brasileira, desde o período Cretácio. Se você tentar acessar uma informação através do site do IBGE você terá uma das possíveis respostas:

  • Erro 404 página não encontrada;
  • No momento não podemos atender...Aguarde online até que um atendente volte do almoço;
  • 95% de nossos dados não estão disponíveis ainda. Infelizmente o que você acessou é parte dos 95%;
  • Nosso lema é quem procura nunca acha, se você não achou, então procure pelo nosso lema...