Iacanga

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gnome-searchtool blue.png Iacanga é uma pequena cidade desconhecida.
Você pode estar perdendo seu tempo à-toa ao ler sobre essa joça.
Como conseguiu internet nesse buraco?

Sciences de la terre.svg.png
Eis algo que só podia acontecer em Iacanga!

Iacanga é uma cidade perdida entre o rio Nilo e o Tietê localiza-se a uma latitude 21º53'24" sul e a uma longitude 49º01'29" oeste (caso alguém queira soltar um míssil), o povo que lá "vive" (todos de origem escandinava) migraram de quixamunbim. Sua população aproximada em 2010 era de 549 habitantes, com 13 novos habitantes no ano de 2011, juntamente com 14 mortes em 2011.

História[editar]

Descoberta por Dante no seu último ciclo, Iacanga se tornou famosa quando aconteceu o primeiro "Festival de Águas Claras", conhecido como a "Patifaria brasileira". A única coisa que ainda existe de diversão lá é a tradicional Festa do Peão (conhecida também como a festa do espanta vampiro), pois no dia da festa a empresa de alho ao lado queima todo seu estoque de palha do ano (quase matando todos os pôneis), em comemoração ao aniversário da cidade no dia 15 de abril.

Pontos turístico[editar]

Há muitos e muitos anos existia nesta cidade uma praia e uma área de camping, mas como toda cidade ela está abandonada (ORLY?). Não fique triste Iacanga ainda é uma cidade feliz, tem os botecos, e o tradicional Rodeio em Pôneis (o melhor da região porque é o único da região).