Ibiracatu

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gnome-searchtool blue.png Ibiracatu é uma pequena cidade desconhecida.
Você pode estar perdendo seu tempo à-toa ao ler sobre essa joça.
Todos os habitantes usam a mesma operadora de celular. Isso quando existe alguma.

Sciences de la terre.svg.png
Banco da praça, um cidadão ilustre de Ibiracatu.

Ibiracatu é outra cidade mineira no meio do nada, fundada a partir de um assento de privada em que todo mundo dividia o banheiro, fazia parte de outro povoado antigamente, um povoado extremamente religioso e de carolas e o outro em que era só Putaria, essa era Ibiracatu.

História[editar]

Conta-se que antigamente na região onde fica Ibiracatu havia um povoado que mais tarde viraria um município insignificante de Minas Gerais. Esse povoado tinha uma igreja no Leste e um bordel no Oeste. Funcionava mais ou menos como uma dieta: você comia pra cacete e depois pagava 100 flexões para gastar aquilo.

É uma boa metáfora para a Igreja e o bordel na época. Todo mundo esperava o padre dormir para ir para a farra da meia noite no distrito do putedo (Nome de Ibiracatu na época). Um dia o padre quis fazer água com açúcar mas não tinha, foi pedir na casa do povo, e ninguém estava em casa, decidiu procurar onde todos estavam.

Ao encontrá-los estavam o que ele chamou de "Gamalheira" ou algo com mais erros de português. O chefe do povoado, de tão bêbado, estava dormindo no chão de tanto porre, o padre o levou para o médico do povoado, outro careta e contou a situação.

Cquote1.png cara, você não bebe, não fuma nem faz uma farra e ainda quer viver mais? Cquote2.png
Médico de Ibiracatu falando algo fora do contexto

No fim, o padre teve que aturar aquela de pessoas indo confessar os pecados para poder pecar mais, como se fossem crianças indo pedir mais dinheiro para os pais. E até hoje é assim. Aí houve a emancipação e está bem definido qual é a putedolândia e qual é a igrejalândia (a putedolândia é Ibiracatu).

Nome[editar]

O nome da cidade foi escolhido pelo prefeito após a farra do dia da emancipação. Foram cinco dias de festa que não haveria mais em Ibiracatu, tudo porque parece que a emancipação e a criação de uma cidade caipira cria também a monotonia e afasta os turistas e visitantes da cidade, sendo assim não funcionando mais fazer festa no município.

No caos todo alguém pergunta qual vai ser o nome do município, sugerem o nome de "Putedolândia", "Bordelpólis" e "Virgem da Lapa", o prefeito só pede uma pinga chamada Ibiracatu e então assim fica o nome da cidade.

Hoje, as festas e eventos da cidade não conseguem atrair mais que sete visitantes e os bons tempos de farra a prefeitura prefere não lembrar pois não quer que ninguém se lembre do antigo nome de Ibiracatu.

O que há na cidade[editar]

Não há nada de interessante mais, só mato, poeira, gente sem dente na boca, um posto de gasolina, uma padaria e um terreno baldio que o time da cidade usa para treinar e jogar as partidas (com o maior público da região: 15 gatos pingados). Abaixo está uma listagem de hotéis, restaurantes e atrações turísticas para se visitar.

  • Restaurantes: Não possui, só um hotel/churrascaria que fechou as portas ante ontem.
  • Hotel: Não possui, fechou ante ontem por falta de hóspedes.
  • Atrações turísticas: nem ecoturismo.