Iglu

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Iglu a principio para quem mora bem longe pode apenas parecer um freezer natural, mas ele consegue isolar o calor, apesar de ser feito de gelo, ou seja, os esquimós não são carne congelada, nem são zumbis, eles deveras conseguem viver nos iglus, pois eles isolam o calor que é largado pelo próprio corpo dos esquimós, que como se sabe, tem entre 36 e 37 graus.

Sério mesmo?[editar]

Os iglus são sim, feitos de blocos de gelo, é isso mesmo camarada, cada um se vira da melhor forma possível. Pensando naquele monte de gelo próximo ao polo norte só se pensa que seria bom fugir dali, mas nem sempre se tem garantia que não se vai morrer no caminho, assim a exemplo de muitos bichinhos danados, o ser humano que é dos mais frágeis, acaba tendo que se arranjar ao melhor modo subsistência, nessas horas os seres mais imbecis, acabam por finalmente usar o cérebro humano que é a melhor defesa e ataque que esses seres podem ter.

Iglu antropófago.

Nos iglus o que se deve fazer, é deixar passar o ar gelado, apenas para que se possa respirar dentro dele e, esse é o segredo. Não se pode acender uma lareira(put... sério que eu to escrevendo isso?), no interior de um iglu, mas o própria temperatura das carcacinhas humanas que, normalmente é de perto de 37 graus é que mantém o ar mais ou menos aquecido, ou seja, é literalmente calor humano... Mas pros esquimós mais porquinhos afetuosos, há também calor não humano, que seria o dos bichinhos de estimação... Nem quero imaginar um cachorro arfando dentro de um iglu, mas em geral os cachorros são usados para transporte, embora não maltratados, não são necessariamente de estimação. Porra, tu já viu alguém por um cavalo pra jantar à mesa?

Os iglus em geral são redondinhos, pois assim ficam mais resistentes por conta da própria pressão da forma de abóboda. Eles são bons também pois ficam camuflados no meio da neve, o que evita que algum leão marinho que não consiga pescar por si só, acabe por ir roubar os peixes que o esquimó pescou com tanto trabalho. Os leões marinhos também não são bichinhos de estimação que deem certo, eles sequer gostam de ser domesticados, apesar de parecer focas bigodudas eles não querem saber de muito papo, só entram em iglus mesmo á procura de comida, que em geral os esquimós não dão e tocam eles do iglu.

A forma dos iglus deve mesmo ser em abóbada, mesmo assim, não há nenhum esquimó entrando em transe, como sugerem alguns, que insistem em fazer rituais secretos em lugares com teto abobadado, mas segundo os esquimós, não ocorre nada disso com ele, ou seja o problema não é o formato, eles é que são noiados mesmo. Os iglus quadrados ou retangulares e até mesmo piramidais, até foram tentados pelos esquimós mais impacientes, mas lhes desabou na cabeça logo de cara, sem dar nenhuma chance, pois esse formato precisa mesmo de cimento ainda que com a aderência natural do gelo úmido. Os blocos então podem ser cubulares ou paralelepípedos, mas devem terminar arredondadinhos... Isso também não sei como, descubra voc~e, pergunte a um esquimó, sei lá...