Igor Cotrim

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Bandeira do Estado de São Paulo.svg.jpg Salve, truta! Este artigo é paulista: não gosta de gaúcho nem de carioca e se acha um puta trabalhador, né, meu! E não tá completo, pois o vacilão foi tomar um chôps e dois pastel, meu!
Igor Cotrim Aires
Igor cotrim.jpg
Perceba seu olhar determinado
Nascimento 16 de novembro de 1974
Bandeira do Brasil Brasil - São Paulo
Ocupação ator

Igor Cotrim é um ator brasileiro que teve um começo de carreira medíocre e parecia fadado a interpretar papéis ridículos, mas conseguiu provar que tem talento (pouco, mas tem). Atualmente, é um profissional reconhecido e premiado (pior que é sério).

Carreira[editar]

Tudo começou no longínquo ano de 1995, ao interpretar Peter Pan em uma peça de teatro. A partir de então, decidiu que investiria na carreira de ator e iniciou os estudos canastrões na escola de arte dramática da Universidade de São Paulo.

Já formado, conseguiu seu primeiro trabalho na televisão em 1999, no papel do vilão Meia Boca na série Sandy & Junior, cujos protagonistas eram a dupla homônima. Fazer o quê... Tinha que começar de algum lugar, não é?

Com o término do seriado musical, em 2003, ele milagrosamente conseguiu permanecer na Globo, e logo emendou uma participação em horário nobre na novela Mulheres Apaixonadas. Não deve ter agradado muito, já que logo depois foi demitido da emissora.

Em 2004, voltou a atuar no teatro em peças de consagrados autores como José Saramago e Nelson Rodrigues. Embora sua carreira parecesse estar tomando um rumo sério, ela logo voltaria a decair.

Retornou às telas em 2005, na versão brasileira da telenovela retardada Floribella. A vergonha em participar daquilo foi tanta que ele pulou fora ainda na primeira temporada, e de quebra também pediu demissão da Band, com medo de ser escalado para algo pior ainda.

Após passar algum tempo afastado da televisão, retornou em 2008, desta vez empregado pela Record, mas atuou em apenas uma única novela, Chamas da Vida. Em seguida, foi colocado na geladeira de Edir Macedo, onde permaneceu até ser colocado para encher linguiça como participante do reality show A Fazenda 2, que teve a também ex-global Karina Bacchi como vencedora.

Teve o bom senso de afastar-se da mídia nos anos seguintes, fazendo com que muita gente esquecesse de sua existência pensasse que havia desistido da vida artística. Porém, ele na verdade estava envolvido nas gravações do filme Elvis & Madona, no qual surpreendeu a todos com sua convincente atuação no papel da travesti Madona. O que poucos sabem é que ele mal precisou atuar, pois sempre foi meio enrustido.