Ilha Macquarie

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Ilha Macquarie é uma ilhota tasmaniana que se esqueceu de anexar-se na Antártida e ficou flutuando no oceano. Extremamente gelada, isolada, inóspita, isolada, muitíssimo isolada e realmente muito isolada.

História[editar]

Descobridores de Macquarine. Morreram no anonimato

A ilha foi descoberta num acidente de percurso de pescadores de tubarões australianos, que foram apanhados de surpresa por uma tempestade e ficaram à deriva no mar até caírem em Macquarie.

O chefe dos pescadores, Macquarie se tornou o dono da ilha e instalou na região uma franquia de pesca que faliu rapidamente.

Por ser uma região isoladíssima da civilização e explorada mesmo científicamente 2 vezes a cada 300 anos, a ilha se tornou uma rota perfeita para navegações iligitiosas que transportam pela região até hoje, rum, ópio, escravos, brinquedos Made in China e manufacturas paraguaias.

Na região há o famoso aviso numa placa gigante: "Essa é a última chance de você voltar!!", pois , a ilha por ser trajeto em expedições australianas à Antártida é um aviso relevante àqueles que vão para o Continente do Nada.

Crise dos Vermes de 1980[editar]

Em 1980, um meteorito vindo de Marte se chocou contra a Antártida e da poeira levantada surgiu numa mutação crio-biogênica uns vermes extraterrestres que atacaram a Ilha de Macquarie formando na região um filme de terror. No final o mocinho de alguma forma venceu e baniu os vermes.

Atualmente na Ilha acontece nada.

Geografia[editar]

A Ilha Fantasma de Esmeralda

Localizada numa região horrorosa e mal-explorada, a Ilha de Macquarine é o fim do mundo e fica longe de qualquer coisa que você imaginar. Formada pelas ilhotas principais de Pastor e Clark, na região acredita-se haver a Ilha Fantasma de Esmeralda. Paranormais afirmam, gente normal desmente.

A região é habitada por três australianos que mais parecem eremitas e não conseguem manter relações sociais e uma população de 3.500.000 pinguins-reis, 1.000 leões-marinhos, além da rodinha de tubarões devora-surfistas/náufragos/pescadores/banhistas.

Ver Artigo Principal[editar]