Império Atlantium

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Império de Atlantium)
Ir para: navegação, pesquisa
●Empire of Atlantium
●Imperium Atlantium
●Império de Atlântida Fake

Flag Atlantium.png AguiaAtlantium.png
Bandeira Brasão
Lema: Apaga a Luz, A Conta tá Cara!
Hino: Além do Horizonte Existe um Lugar...
Planta Atlantium.jpg
Capital Concordia (nome da cozinha)
Maior cidade Sala de Estar
Língua Inglês, Latim e Língua do P
Tipo de Governo Monarquia Eletiva
Imperador George Francis Cruickshank (desde 1981)
Heróis Nacionais Jack Kevorkian e Latino
Independência 27 de novembro de 1981
Moeda Imperial solidus (dólar de mentira)
Religião Porra Nenhuma
População Teoricamente 3000, que festa de apê foda
Área 0,76 km² (dizem né) (só a do copo% de água)
Analfabetismo %
PIB per Capita Dinheiro algum USD/hab.
IDH 0.
Fuso Horário
Clima Depende se o ar condicionado tá pegando
Site do Governo Esqueceram de colocar no ar de novo


Cquote1.png Sua intenção era pesquisar: Quando você era criancinha e achava que era o rei dos brinquedos Cquote2.png
Google dando uma de adivinho com a pesquisa de Império Atlantium
Cquote1.png Hoje é festa lá no meu apê! Cquote2.png
Latino sobre dia da independência de Atlantium

Império de Atlantium, Império Atlantium ou simplesmente Atlantium, é uma micronação talvez no nível mais micro possível do termo micro. Só não é mais micro porque não estamos na Terra dos Gigantes tentando fazer uma colônia numa cidade de bonecas. Tirando essa possibilidade absurda, Atlantium é sem dúvidas uma das experiências mais bizarras de micronações já existente, já que se resume a um mísero apartamento em New South Wales, na Austrália, mas apesar de ter um território tão esdrúxulo e pequenino, uma caralhada de pessoas ao longo do mundo todo decidiram transformar seus apartamentos em "territórios" pertencentes à Atlantium, ao se declararem cidadãos desse "país". É que por falta de território, qualquer um que disser "sou de Atlantium" eles tão aceitando de boa. Inclusive estou até pensando em tirar um dia para pedir os documentos e virar cidadão de lá. Deve ser uma festa no apê muito louca e baratinada.

História[editar]

George, o Rei dos Autistas.

Como muitos australianos chapados das ideias, George Francis Cruickshank, Geoffrey John Duggan e Claire Marie Coulter, recém-egressos de Woodstock e de outros movimentos hippies dos anos 60 e 70, decidiram transformar o apartamento em que praticavam sexo grupal num país. Se dizendo "descendentes de Aquaman e dos moradores de Atlântida", eles chamaram mais uns amigos para o bacanal e assim começaram a fazer de um lugar lá em Narwee a grande capital de Atlantium. O projeto faliu após 1990 quando Geoffrey e Claire se casaram e o resto do bando decidiu que deviam fazer algo mais importante na vida, como faculdade e trabalho.

Em 1999 o Cruickshank de repente se recordou dos bons tempos da juventude e decidiu retomar a ideia de seu império. No seu novo apartamento ele restaurou a existência da nação, chegando até a criar um website divulgando a importância da nação para o mundo. Em 12 de janeiro de 2008 ele se mudou para um rancho pequeno e transformou ele na nova capital do país. Deve ser mó divertido isso, a capital que se movimenta usando apenas um caminhão de mudanças.

Status e relações com outras nações[editar]

Até onde se sabe ninguém realmente leva em conta a existência de Atlantium. Afinal, como acreditar num cara que vive batendo punheta assistindo Sextreme na sua TV a cabo (é, porque nenhuma mulher deu valor ao "imperador") e que se autoproclama dono de um país? Apesar dessa zueira toda, até no Brasil eles já tentaram levar "diplomatas", mas sem sucesso.

Atlantium acabou foi se tornando uma daquelas ideias insanas de nego revoltadinho de dizer "eu não acredito no meu país" e dai usa essa ideia para se dizer "cidadão" de Atlantium. É claro que em todos os países em que existem esses supostos cidadãos os governantes locais ficam cagando de rir enquanto eles ainda têm de pagar impostos e se achando os "independentes" de plantão.

O "país" possui moeda própria, mas tal qual aquelas moedas bizarras que circulam no Brasil, elas não valem nada fora do território de lastro delas. E como o território de Atlantium é menor do que o diâmetro do seu pinto, é bem óbvio que só o George brinque com elas de caixinha registradora e Banco Imobiliário nos fins de semana com algum amiguinho de infância dele.

Ideais de Atlantium[editar]

  • Direito ao aborto;
  • Direito ao suicídio assistido;
  • Direito de ir e vir em qualquer país sem ninguém falar merda nenhuma;
  • Direito de fazer festa no apê sem nenhum vizinho filho da puta encher o saco.

Ver também[editar]

Sealand fortress.jpg
Micronações do mundo
v d e h

Aeterna Lucina | Aramoana | Celestia | Domínio de Melchizedek | Elleore | EnenKio | Flórida Ocidental Britânica | Forvik | Frestonia | Grão-Ducado de Avram | Hay-on-Wye | Hutt River | Ilha Rosa | Império Aericano | Império Atlantium | Império Copeman | Império Romanov | Kugelmugel | Ladonia | Liberland | Marlborough | Minerva | Molossia | Navio Atlantis | Nova Utopia | País Global da Paz Mundial | Perloja | Rainbow Creek | Redonda | Reino do Amor | Reino Gay e Lésbico das Ilhas do Mar de Coral | Reino da Humanidade | Reino de Outro Mundo | República da Concha | República de Morac-Songhrati-Meads | República Socialista de Bjorn | Reunião | Rockall | Saugeais | Sealand | Seborga | Sudão do Norte | Talossa | Vaticano | Vikesland | Westarctica | Whangamomona