Incêndio no Museu Nacional do Brasil em 2018

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Nudflameprincess.png Este artigo é queeeente!

Se quiser editar este artigo, entre numa geladeira, ligue o ar condicionado no máximo e beba uma coca-cola gelada. E não lute contra Cure Rouge!

Antiga aparência do museu, que continuaria a ser recente aparência se não tivesse acontecido o que aconteceu.

Cquote1.png Tá pegando fogo bicho, chama o bombeiro! Cquote2.png
Faustão totalmente assustado com o ocorrido.
Cquote1.png Por que qualquer merda acontece no mês do meu aniversario? Cquote2.png
alguem que nasceu dia 2 de setembro
Cquote1.png Algum gênio esqueceu de colocar o sistema de segurança Cquote2.png
bombeiros sobre o icêndio
Cquote1.png E morreu... Cquote2.png
Didi sobre Museu Nacional do Brasil

O Incêndio no Museu Nacional do Brasil em 2018 foi mais uma dentre outras várias vergonhas da nação; isso porque, obviamente, uma porrada de coisas da história do Brasil foi parar na puta que pariu. Segundo fontes que não pegaram fogo junto com o incêndio, desde 2004 que o museu já tinha a probabilidade de tá pegano fogo bixo! Por conta desse incêndio, praticamente tudo que estava lá cozinhou legal: foram queimados livros e rabiscos super importantes, artes do tempo do bumba, fósseis de cantores de brega, e outras coisas raras. Se ao menos fosse um furto, ainda dava para recuperar... mas qual é o ladrão brasileiro que se interessaria por essas tranqueiras?

Antecedentes criminais[editar]

A muito, muito tempo atrás, na verdade não, foi em 2004 mesmo... Voltando ao assunto, em 2004 o próprio governo do Rio de Janeiro avisou à cambada que cuidava do museu que tinha chances do paranauê pegar fogo. Isso porque o sistema de ar condicionado estava mais velho do que Ronald Reagan (porque ele? Não sabemos), tanto que ele até já morreu... Porém ninguém deu a mínima para o aviso, tanto que hoje temos o que temos...

Não só isso, só para aumentar a lista de desgraças para ferrar ainda mais com a situação, mas também foram cortados gastos, a sua manutenção não estava sendo bem conduzida, além de mais de um bilhão de problemas que aparecem depois de a miséria ocorre. Mas, o mais estranho disso tudo é que, por mais que, aparentemente, tinha uma galera que sabia disso tudo, mas absolutamente nada foi feito a respeito. Talvez isso seja uma tramoia dos Estados Unidos que já sabia disso tudo, e só está esperando a coisa foder de vez, para ele querer dar dinheiro emprestado para o Brasil, e assim o transforma-lo dependente dos EUA. Ou na verdade o povo brasileiro é mais azarado do que tudo no universo...

A respeito de que todos, ou uma boa parte de quem era envolvido com o museu, é que um tal de Luiz Fernando Dias Duarte, somente o vice-diretor datranqueira toda, já tinha dito que esse museu aqui tá uma porra, não tenho a oportunidade de consertar esse museu... Ou seja, o cara já sabia que não dava para nem sequer apostar um centavo no museu inteiro, pois ele já sabia que iria pegar fogo, mas ele próprionão fez absolutamente nada, mas ao menos ele avisou nos seus inúmeros mandatos que iria dar merda, mas ninguém quis ouvi-lo...

No incêndio[editar]

Família Fausto Silva assustada com o ocorrido.

Em 2 de setembro de 2018, era um dia normal, até visitação teve, óbvio, se era um dia normal, um dia qualquer porque não teria visitação... Porém, contudo, todavia, entretanto, este artigo é sobre algo relacionado ao Brasil, todos sabem que o Brasil é uma porra e do nada, sem ao menos avisar, qualquer bosta de ruim acontece, e normalmente está relacionada com o pouco de bom que resta do Brasil. E com o próprio título desse artigo já avisa antecipadamente, um incêndio acabou rolando no museu, e obviamente tinha que ser um incêndio de grandes proporções, só para tirar mais sarro ainda da situação.

Logo no começo do incêndio, a galerinha de bem com a vida chamou os bombeiros, às 19h30, que, rapidamente chegaram, algo que é raro no Brasil de se acontecer... Mas mesmo assim não adiantou bosta nenhuma os esforços deles de chegar rápido, já que o fogo já tinha tomado para ele o prédio, e agora só o Super Man ou Javé combinados poderiam salva-los de tal situação, não só eles, mas também o Brasil inteiro da vergonha alheia, mas já era tarde demais.

Às 21 horas, da noite, óbvio, o fogo já estava em um nível incontrolável (palavras da Wikipédia), mas que consequentemente seria controlado, então isso não faz sentido nenhum. Depois de um tempo uma galera se juntou para ver o que estava acontecendo, além de alguns drogados que aproveitaram a cena para acender seus cigarros. Às 21:45, praticamente um esquadrão completo de guerra já havia se estabelecido no local, jogando água para ver se o fogo apagava, além de uns tiras da pesada vendo se dava para conter o fogo, para que ele não invadisse outra áreas...

Às 22 horas os tiras da pesada já não aguentavam mais tentar apagar o fogo. Então começaram a negociar com o fogo, para ver se ele saia de lá, e ia para outros lugares, tipo as casas dos políticos, mas ele não aceitou por que ele ainda estava lendo a descrição do crânio mais antigo do Brasil, que por sinal foi embora... A essa altura, de dois andares, o incêndio já tinha destruído praticamente dois andares, e o teto já tinha desabado.

Depois do incêndio (consequências)[editar]

O incêndio foi extremamente destrutivo. papocando quase que completamente todo o museu, além do teto do fundo de gastos ter desabado, junto com a laje da construção. Já na parte de perdas do acervo, várias obras, várias poltronas reais, vários fósseis, várias tranqueiras velhas foram totalmente papocadas pelas labaredas do fogo. Dentre as perdas arqueológicas se tinha um dinossauro mais conhecido por Maxakalisaurus topai, que se encontrava em Minas Gerais, mas agora não se encontra em mais nenhum lugar, isso porque o incêndio devorou-o...

Já na parte de história foi-se perdido um trilhão, ou mais, poltronas e cadeiras da família real, além de várias outras poltronas relacionadas à história do Brasil. Isso não foram as maiores perdas, por mais que tenha sido perdas de qualquer jeito, porém várias bugigangas indígenas foram pro saco, consideradas raras, e se é raro, não importa o que é, se por raro já será uma grande e lastimável perda... Não só isso mas um bololô de pinturas, também da antiga realeza brasileira, pegou fogo, e logo em seguida morreu.

Porém, o zoológico do museu não foi atingido, muito menos uma outra parte do museu foi atingida. Porém, novamente, retirando isso praticamente tudo foi-se embora com o incêndio. E isso quer dizer que todo reconhecimento a respeito de suas pesquisas antropológicas e história natural, que eram bem reconhecidas na América Latina, foram pro saco. Se formos continuar citando as perdas esse certamente seria o maior texto da internet, então é melhor pararmos por aqui, para também não entrarmos em depressão citando as perdas perdidas.

Repercussão[editar]

Mulher em protesto confunde a ordem das coisas.

Não era para outra, e consequentemente com esse grande desastre e perda na história do Brasil (palavras que ouvirá bastante, até no minimo um mês) não tinha como não ficar chocado. A maioria das pessoas, ou não, ficaram sabendo do estrago bem derrepente, enquanto assistia ao Fantástico, da Globo. Não tinha como a noite de domingo ficar pior depois disso, ou não já que, como foi mostrado neste artigo, quase ninguém se importava com a manutenção desse museu.

No dia seguinte do ocorrido já começaram os discursos políticos, primeiramente com o do próprio presidente Treme, que fez um típico discurso de luto, de danos irreparáveis, que foi uma grande perda para o Brasil e mais um monte de coisas que já é comum de se escutar em qualquer tipo de discurso. Logo depois veio o prefeito do Rio de Janeiro, e assim por diante vieram todos os outros políticos de menor importância, aproveitando que ainda não foram presos para um momento de piedade.

Como sempre tiveram um bolo de mensagens de apoio no Twitter, vindo na maioria das vezes de outros museus, que acharam que agora que foi reconhecido o desastre o museu iria se reintegrar-se magicamente, graças à quantidade de mensagens motivacionais... Além disso também ouve alguns protestos no Rio de Janeiro, feito por pessoas que acham que se eles protestarem os políticos vão lá e conseguem restaurar tudo que foi perdido...

No meio da informação várias outras entidades se posicionaram a respeito, a começar com os jornais mundiais, que praticamente todos, se não de fato todos, dos mais famosos jornais deram seus pitacos a respeito do ocorrido, isso porque o Brasil só aparece na mídia internacional quando ele se arromba, mais uma vez. Não só isso, mas também até mesmo a Wikipédia de todo o Mundo criaram uma especie de projeto em que consiste tirar fotos de monumentos do Brasil varonil.