Indiferença

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Você quis dizer: Neutro Cquote2.png
Google sobre Indiferença

Cquote1.png Ah... Você de novo... Cquote2.png
Indiferente sendo indiferente com você
Cquote1.png Na holanda, a indiferença se indiferente sozinha, ela não precisa de VOCÊ! Cquote2.png
Reversal holandesa sobre indiferença
Cquote1.png ... Cquote2.png
Indiferença sobre ela mesma

Cquote1.png E daí que tem um cara morto no chão? Se ele morreu a culpa não é minha! Cquote2.png
Mulher desta foto sobre o mendigo que foi assaltado e estuprado no chão
A indiferença habita o coração e o cérebro de todos!
Um bebê indiferente ao bem-estar da mãe que não dorme a mais de 15 dias, pois ele abre o maior berreiro toda noite

Indiferença é o terceiro disco da banda de rock cristão Oficina G3 ou então pode ser uma emoção que você sente...

A indiferença atua em algum lugar de seu cérebro, mas pode também habitar seu coração... De qualquer forma, estamos indiferentes em relação a isso. Não importa se vem do cérebro ou do coração, a indiferença é algo que levou a humanidade aonde ela está.

O que é?[editar]

Cquote1.png O quê? É só mais uma seção de artigo... Cquote2.png
Indiferente sobre a seção desse artigo

A indiferença é um sentimento que habita o cérebro e mora ao lado do ódio e do amor. A indiferença fica indiferente em relação aos seus dois vizinhos, pois enquanto um briga e o outro ama a indiferença fica cansada tentando resolver todos esses conflitos que ocorrem com seus dois vizinhos.

Alguns psicólogos mostram a atuação da indiferença na situação seguinte:

Você Anônimo, estava andando na rua quando de repente vê um mendigo todo esfarrapado no chão pedindo esmola para comprar pão. Então dizem os psicólogos, que aí a indiferença atua e fala para o cérebro ignorar o mendigo, mas aí acontece o tilt... Quando a indiferença fala isso para o cérebro a compaixão (filha do amor) acaba dizendo que devemos fazer o bem para o próximo. Para resolver o conflito, o cérebro chama o desprezo e o bom-senso para opinar... Esses dois últimos pensamentos fazem você ter um falso julgamento do mendigo e pensar coisas como:

Cquote1.png Pô, se eu der dinheiro pro mendigo, ele vai gastar em cachaça e isso só vai piorar a vida dele! Cquote2.png
Seu pensamento sobre o mendigo

Ou então pode acontecer de o bom-senso estar ocupado e apenas o desprezo puder opinar. Se só o desprezo opinar, seu pensamento sai assim:

Cquote1.png Esse mendigo tá na rua porque é VAGABUNDO! Cquote2.png
Pensamento de desprezo sobre o mendigo

Assim que o julgamento acaba, o cérebro faz você pensar assim e ignorar o mendigo pedindo esmola. Mais tarde o remorso vai aparecer para processar o ódio e o desprezo de ter feito um falso julgamento do mendigo, e como o remoros é um bom advogado, convence o cérebro que os dois estavam errados e cérebro faz com que você se sinta culpado por ter feito aquilo com o mendigo.

Viu como é simples? A indiferença é a união de vários sentimentos, e assim acontece com todos os outros! Na verdade, se o mendigo não tivesse pernas, braços, e tivesse 2 crianças de colo com ele a coisa iria ficar feia e a indiferença não atuaria em todo seu potencial, e provavelmente o remorso seria ainda maior para você.

Auto-controle[editar]

Cquote1.png E daí que você descobriu que seu filho é um zoófilo e que ele trabalha em filmes pornô? Cquote2.png
Indiferente sobre seu filho
Indiferença mostrando que não faz coisas cruéis com os outros

Cquote1.png É possível controlar a indiferença? Cquote2.png
Alguém que sofre com a indiferença (ou quer se livrar dela)

A indiferença a séculos assola toda a humanidade. Se errar é humano, não sentir indiferença é ser um psicopata! Pois na mente de um psicopata, o cérebro mandou caçar a indiferença, o remorso e a compaixão e os prender. Se os psicopatas conseguem não ter indiferença, você também pode não ter!

Alguns psicólogos neurológicos e pictografós dizem que existe sim uma técnica para controlar ou até mesmo apagar a indiferença de seu cérebro! Daí você nunca mais vai sentir "remorso" quando ver aquele mendigo desmembrado, pai de família e pobre vagabundoe recusar a esmola, pois o processo que expliquei lá em cima não irá acontecer! E o remorso vai perder a utilidade até ser "deletado" de seu cérebro... Você será a pessoa mais fria e solitária firme e forte de toda sua cidade, e poderá zombar de seusa amigos que sentem emoções idiotas como "Compaixão" e "Remorso".

Cquote1.png Sim, mas como eu me livro logo desse sentimento fraco e imundo!? Cquote2.png
Alguém que quer controlar a indiferença

Calma, calma, não quer dizer que só porque você está desesperado que eu vou ficar indiferente em relação a sua opinião... Vamos ver... Existe uma cirurgia que os neurologistas fazem para retirar a área do cérebro responsável pela indiferença e assim você não sente mais isso! Mesmo com 90% de chances de você perder 90 pontos no Q.I e também mais 30% de chances de erro humano durante a cirurgia, pelo menos você verá a vida de maneira nova! E se eu dissesse que einstein não sentia indiferença? Ele virou um gênio graças a isso!

Acredite, você verá tudo de maneira diferente! Seja a primeira cobaia o primeiro paciente e faça a cirurgia hoje mesmo! Por apenas 99X com 2% de desconto com cartão desciclochopp!

Do que as pessoas sem indiferença são chamadas[editar]

Quando você terminar de fazer a cirurgia as pessoas vão começar a te chamar de...

  • Coração de pedra;
  • Ditador frio;
  • Cubo de gelo;
  • Homem de gelo;
  • Insensível;
  • "Poço de sinceridade" (?);
  • Mussolini

e por fim, o mais famoso ícone que não possui indiferença e também a maior ofensa que já disseram...

  • ET Bilu, a coisa mais indiferente do planeta...

Bem, mas a vida é bela e ninguém é igual a ela. Vamos continuar com o artigo...

Indiferença segundo freud[editar]

Freud falava muito sobre a irreverência indiferença que para ele não era uma emoção, e sim uma maneira que a mente achava para expelir os fugores do cérebro.

Para ele, cada pessoa tinha mais indiferença que a outra, ou seja, se você viu um mendigo (como no caso que apresentei no começo do artigo) você poderia simplesmente ignorá-lo como todo mundo faz, mas a indiferença sua provavelmente seria menor que a indifeença de um psicopata que nem posui esse sentimento e gasta nos outros a frustração de ter isso.

Segundo freud, você tem indiferença por causa da sua mãe! Você me ouviu, agora vá lá na casa da tua mãe e dê um murro na cara dela, por ter te dado indiferença!

Ver também[editar]