Infinidim Enterprises

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

A corporação InfiniDim é uma empresa que transforma tudo que toca, ou permanesce perto, em um saco. O mesmo aconteceu com a sede do Guia onde instalaram móveis que são sofisticados, entretanto os móveis antigos eram sofisticados e também divertidos. Pianos no teto, coisas jogadas por ai, sem o menor sentido, que estão lá só para estar lá mesmo. A sede ficou com o teto ligeiramente mais baixo, a tubulação onde Ford Prefect Adentrava, para evitar os robôs do Lobby, que eram progamados para fazerem perguntas sobre os incríveis gastos reembolsáveis que os escritores fizeram. Porém os gastos de Ford eram estrondosamente e incrivelmente estranhos, que ele mesmo não era capaz de entender certas questões. Quando ford tinha calculado o local onde ficava a tubulação, ele caiu no chão. A corporação tinha mudado o local da tubulação em uns 5 heurons (?).

História[editar]

Oba! Um sanduíche.

Em 180&:)@)_?..!! Um homem chamado Cha-babaju (Pronúncia-se: Chá Baba Caju) estava sentado em uma mesinha, ele tinha, até então 23 anos de idade. Ele percebeu que pode-se vender um produto ao mesmo tempo bilhões de vezes, se tratava de pegar o objeto em questão em outro universo e trazer para o seu universo e assim fazer um estoque, se aproveitando das leis do espaço-tempo, que são incrivelmente óbvias para quem tem 2,4 pernas e 3 olhos. Um dia ele viu que a IMDLDCSO (Instituto Maximegalon para Descobrir Lenta e Dolorosamente Coisas Surpreendentemente Óbvias) criou um robô que pode sentir emoções, simplesmente usando um chip que trazia um choque de lá pra cá de cá pra lá. Fazendo assim o robô sentir qualquer merda, isso pode ser um problema pois os robôs de segurança podem sentir tanta coisa que esquecem de perguntar e de defender o local. E são incrivelmente burros e se impressionam com qualquer coisa, assim como um robô que gosta de sanduíche e pega ele para comer, infelizmente o mesmo tenta ficar ereto, e o sanduíche cai e o Loop começa e incrivelmente não tem fim. E foi assim que a IMDLDCSO teve o primeiro robô que sente algo, que pelo menos era mais esperto que um sanduíche.