Inhaúma

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Você quis dizer: Porra nenhuma Cquote2.png
Google sobre Inhaúma
Inhaúma é uma cidade de Minas Gerais que fica na região ao redor de belo Horizonte. Agora que você sabe que tem uma cidadezinha dessas ao redor de Belo Horizonte, você já deve deduzir que é uma cidade paga-pau, por lógica. A cidade teria recebido esse nome por causa de vários pássaros chamados Inhaúmas que na realidade, não existem.

História[editar]

Igreja Maçom de Inhaúma... Espere.. Maçons não tem igreja.

Quando os exploradores e garimpeiros de plantão passavam por Minas Gerais para se aproveitar de seus recursos naturais, ouro e outros minérios que são vendidos a preço de banana por incompetência deles, tinha uma região em especial onde eles faziam paradas e ficavam trocando figurinhas e fazendo uns troca-trocas lá no meio do mato.

A região começou a ser chamada de Inhaúma. Como para fundar uma cidade é preciso de iniciativa, um grupo de malucos começou a fazer casas e se estabelecer pelo lugar. De alguma maneira, os malucos, motivados pelo impulso de construir coisas e destruir o meio-ambiente, fundaram a cidade e oficializaram como "Inhaúma".

Outra versão diz que tinha um butiquim na beira da estrada de uma mulher chamada Inhá. Os bêbados passavam o dia todo lá pedindo pinga: Me dá "Inhá uma" pinga? Daí surgiu o nome Inhaúma.

Localização[editar]

Localizando-se em Minas Gerais, na região metropolitana de Belo Horizonte, a cidade sofre com o enxofre que Belo Horizonte libera por dia e isso tornou a cidade com maiores doentes com problemas respiratórios do país.

Mesmo assim, nos cartazes aparecem "ar mais puro já visto". De certa forma, o anúncio está mentindo pois o ar não pode ser visto... Em Inhaúma é tudo escuro e as pessoas não conseguem nem se ver. Deve ser o enxofre de novo.

Atualmente[editar]

A cidade de Inhaúma tenta qualquer coisa para poder aparecer em jornais, revistas e sites humorísticos. Estou fazendo algo muito errado fazendo um artigo para esta cidade insignificante... Na verdade, o prefeito me pagou um cachê para poder perder tempo escrevendo sobre uma cidade inútil...

Descobri que o cheque era sem-fundo. Vou processar esse prefeito vagabundo.