Isengard (banda)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Flag of Norway3.PNG Ek est årtikkel Norsk!

Este artigo desfruta do melhor IDH do mundo! O autor bebe hidromel, ouve black metal, nada em petróleo, é descendente de vikings e mora perto de um fjord.

Lembre-se que foi Leif Eriksson quem descobriu a América.
60px-Bouncywikilogo.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Isengard (banda).

Cquote1.png Ninguém toca como a gente! Cquote2.png
Darkthrone sobre tocar punheta bateria de ponta
Cquote1.png Eles são fodas! Cquote2.png
Um fã drogado sobre Isengard

Isengard é um projeto solo de Fenriz, famoso por ser o baterista do Darkthrone, criada em 1989 para competir com as demais bandas drogadas e cachaceiros no mercado das músicas ruins que muitos gostavam de ouvir.

A sua carreira[editar]

A pessoa ou criatura em Isengard logo foi retirado de um velho Senhor dos Anéis RPG chamado MERP (Middle Earth Roleplaying), que ficava jogando por horas gastando uma boa fortuna com essas coisas. A ilustração original representa Thuringwethil , o vampiro do livro de Tolkien O Silmarillion, onde daí começaram a fazer muito barulho tocar suas primeiras canções.

Fenriz criado Isengard porque ele tinha muitas ideias musicais que não se encaixava com o estilo e as músicas do Darkthrone como sexo e drogs, quando os outros apenas pensavam em brigas de ruas e suas carreiras. Fenriz realizada todos os instrumentos e vocais, já que os demais não tocavam porra nenhuma. Vinterskugge é uma compilação de três demonios gravadas antes Høstmørke primeiro álbum foi gravado, sendo um fracasso total de vendas (ou não).

As suas discografias[editar]

Aqui estão os piores principais discos lançados pelos Isengards:

  • 1989 - Mais de Spectres Gorgoroth (demo)
  • 1991 – Horizons (demo)
  • 1993 – Vanderen (demo)
  • 1994 - Vinterskugge (compilação contendo todos os três demos)
  • 1995 – Høstmørke 1995 (angel)*

* Neste seu último disco é que eles faliram de vez, já que a moda ainda eram músicas do capetas e não de anjinhos.

Viking.jpg
v d e h
Os bárbaros vêm aí... Olê olê olá!