Islamismo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Cptislamico.jpg الله وحده هو الله وهتلر رسول الله

Este artigo foi trazido por Muhammad e seu autor é membro da Mesquita Universal. Se você for judeu, cartunista ou estiver lendo este artigo no Ramadã, prepare-se para queimar a rosca com Iblis!

Donramontaliban.jpg

"Vai tomar no cu", em árabe
Brimo, este artigo é árabe!
Certamente, o autor louva Alá e come esfirra, sem dar ré no quibe.

Miss Afeganistão 2006
15:00 é hora de rezar, não importa o que está fazendo!
Exemplo de Islamista fiel
Seguidores de Alá.
Casal islã em cena romântica. A Cicarelli do Mar Vermelho
Grande líder islmâmico numa demonstração de amor.
Casamento islâmico.
Samba islâmico. O samba que bomba em todas as mesquitas.

Cquote1.png Você quis dizer: império Árabe Cquote2.png
Google sobre Islamismo
Cquote1.png Você quis dizer: Mussum Mano Cquote2.png
Google sobre Muçulmano
Cquote1.png Experimente também: Restauração da Babilônia Cquote2.png
Sugestão do Google para Islamismo
Cquote1.pngSua intenção era pesquisar: TerrorismoCquote2.png
Google sobre Islamismo
Cquote1.pngSua intenção era pesquisar: SatanismoCquote2.png
Google sobre Islamismo
Cquote1.pngSua intenção era pesquisar: AteísmoCquote2.png
Google sobre Islamismo
Cquote1.png Al-Shariff! Cquote2.png
Maomé sobre Islamismo
Cquote1.png Vagabundo!!! Vagabundo!!! (X666) Cquote2.png
Gilberto Kassab sobre Maomé
Cquote1.png Se Alá criou a Erva Sagrada, porque não fumá-la? Cquote2.png
Bob Marley sobre Islamismo
Cquote1.png Maomé tem chulé. Cquote2.png
Darth Bento XVI sobre Islamismo
Cquote1.png Mah Mah, vai pra Alá Cquote2.png
Silvio Santos sobre Islamismo
Cquote1.png Mas vocês não querem que eu seja baitola, e me fazem usar esse vestidinho ridículo!! Cquote2.png
Seguidor sobre Islamismo
O Islamismo é uma religião religiosa monoteísta anticristã cujo livro sagrado é o Alcorão, escrito pelo profeta Maomé enquanto este consumia pedras de haxixe no Monte Sinai, local em que teve uma alucinação, que acreditara ter sido enviada por Alá através da Erva Sagrada. A visão, era do Anjo Gabriel nu.

O Islamismo não se enquadra dentro do Paganismo por não prestar culto ao Deus Metal ou aos deuses gregos, e situa-se fora do Satanismo por não adorar Belzebu, mas, o Darth Vader ou o Voldemort é aceitável. Oficialmente, o único culto permitido é à Alá.

As cidades mais sagradas para o islamismo são Merreca, Merdinha e qualquer uma que seja sagrada para seus arqui-inimigos, os judeus. Para ir pro céu depois de morrer todo muçulmano deve cumprir duas tarefas ao menos uma vez na vida: Ir para Merreca rezar em frente ao monolito negro abandonado após as filmagens de 2001, uma Odisséia no Espaço e ir para Israel se explodir como homem-bomba. Segundo o Alcorão, o número de virgens a espera do muçulmano no paraíso é proporcional ao quadrado do número de judeus que ele assassinar no atentado suicida, e não 72 como divulgam os sionistas infieis.

O Terrorismo, traduzido erroneamente como Islã é a corrente oficial da Macumba no Oriente Médio. Tudo começou quando o Orixá Sidi Muhammad inventou uma história de ficção científica chamada Alcorão, que depois de ficar por 5 anos consecutivos no último lugar do ranking de vendas acabou se tornando a maior religião da região graças à descoberta dos poço de petróleo na Arábia Saudita.

Atualmente, os Muçulmanos se dividem entre os Xiitas, devotos do Ayatollah Pirulla e os Sunitas, membros da Mesquita Universal do Reino de Alá e fiéis do Imã Baraq Hussein Osama.

Seres sagrados para o Islamismo

  • Alá - É o Deus todo poderoso, onipotente e fodástico, que pode fazer tudo o que quiser, e, em caso de reclamação de seus seguidores, ele tem total autorização para destruir com a vida deles, ele possuí um trabalho semelhante ao de um Sysop Malvado na Desciclopédia.
  • Anjos - Os anjos Islâmicos são responsáveis de deixar Alá informado de todas as atitudes de qualquer humano na Terra, assim, Alá só precisa se concentrar em explodir um fiel que tenha escutado Restart (Isto se a música deles já não fizer isso primeiro) e ferido seus mandamentos. No mais, são apenas uns figurantes inúteis, com a orientação sexual desconhecida e questionável.
  • Profetas - Como Alá fica muito ocupado coçando o saco e vendo jogo do Curintia em lugar nenhum, às vezes ele manda alguns profetas para revelar suas vontades para a humanidade, com isso, seus servos podem produzir seu carregamento de pinga sempre que necessário.
  • Terroristas - São os humanos mais idolatrados pelo Islamismo, são eles tentam conduzir a nação para o paraíso, segundo o Alcorão, quanto maior a parte de Israel ou Estados Unidos, mais privilégios serão dados para os participantes da nação quando chegarem no Paraíso.

No geral se estendem pela Ásia e África, notavelmente os continentes mais miseráveis do globo terrestre. Os seguidores subdiferenciam-se entre si por subdiferenças subminoritárias subinstitucionais, e se subclassificam em algumas subcaterogias.

Coisas Incriadas

Coisas incriadas são uma sacada magistral dos maometanos para dar credibilidade às suas crendices. As coisas incriadas são coisas que existem desde sempre, são em número de quatro, a saber: (1) Alá, obviamente; (2) o Corão, porque aí ninguém pode dizer que ele está cheio de erros e contradições; (3) o deserto, pois todo muçulmano que se preze o conhece desde o nascimento; (4) o camelo, que no Ocidente deu origem ao camelô; e (5) a burca, pois é amplamente necessária, já que serve para proteger o sexo feminino do mau hálito dos homens decorrente do vício de fumar o dia todo cânhamo (maconha para os poucos alfabetizados) – gourmetizado para narguilé pelas socialites -, além de ser uma ferramenta muito útil no comércio de mulheres, pois o comprador só vai descobrir a baranga que comprou em casa.

Coisas Proibidas no Islã

  • Tomar cerveja
  • Comer carne de palmeirense
  • Apostar na loteria
  • Comer maçã.
  • Não gostar de tâmara.
  • Gostar de Carnaval.
  • Pensar.
  • Não ser radical.
  • Tomar Coca-Cola, a light pode, a diet só nas sextas-feiras, o dia sagrado em que tudo pode.
  • Lanchar no McDonald's.
  • Ir a Disney antes de ir a Meca.
  • Não gostar de passas.
  • Deixar de achar o deserto lindo.
  • Deixar de fazer uma peregrinação a Merreca pelo menos uma vez antes de se explodir em praça pública matando judeus, alternativamente cristãos.
  • Não ter superstição.
  • Inventar de estudar, pois, no céu islâmico isto não é necessário.
  • Comer sua prima, só pode no paraíso.
  • Dar o aquilo roxo do Collor, pois isso só é permitido no paraíso.
  • Acreditar no Papai Noel, isto também só é permitido no paraíso.
  • Manter relações sexuais com menores de 9 anos.
  • Manter relações sexuais com criaturas menores de 18 centímetros em praça pública.
  • Ser oficialmente gay.
  • Não gostar de sexo com mulheres, embora não possa fazer, pois, isso só é permitido no paraíso.
  • Deixar de acreditar nas mentiras palavras do Maomé.
  • Não acreditar em profeta.
  • Não acreditar no Corão.
  • Não acreditar no paraíso.
  • Não acreditar que os líderes religiosos estão sempre certos.
  • Não acreditar que no AK-47.
  • Tratar mulher como gente, o máximo aceito seria como macaco falante.
  • Permitir mulher usar sapato alto.
  • Ser Emo.
  • Gostar de Restart.
  • Ver qualquer centímetro quadrado de área superficial da pele de uma mulher do sexo feminino em local público, já as do sexo masculino pode.
  • Portar armas de fogo de calibre inferior ao de um Fuzil AK-47.
  • Aceitar a existência do Ocidente e de Israel.
  • Trabalhar na Sexta-Feira.
  • Elogiar o Bush ou o cramunhão.
  • Ser amigo de um judeu.
  • Não ter barba suja e imunda.
  • Esquecer de queimar a bandeira dos EUA ao menos uma vez por dia.
  • Se coçar na praça.
  • Ter menos de 243,7 esposas.
  • Não dar esmola pra mendigo.
  • Peidar nas orações de bunda para cima.
  • Representar Maomé (a Dinamarca aprendeu isso na marra).
  • Não decapitar um infiel às sextas-feiras na frente de uma câmera (pode ser uma de trânsito).
  • Ler livros do Harry Potter em público, escondido dentro do Corão pode.
  • Deixar de ser terrorista, ou não se alistar para uma jihad, ou ser soldado do estado islâmico, ou deixar de defender o estremismo como uma forma mais rápida de se chegar ao céu.
  • Contar piada de Maomé na praça.
  • Cuspir dentro de casa.

As maiores invenções do Islamismo

Como ensinar seus filhos à se converterem voluntariamente ao Islã

Ver também