Itaú de Minas

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Você quis dizer: Itaú Cquote2.png
Google sobre Itaú de Minas
Cquote1.png Você quis dizer: Plágio de Fordlândia, só que com um banco Cquote2.png
Google sobre Itaú de Minas

Itaú de Minas é uma cidade comprada pelo Itaú que queria mostrar o poder se seu banco que quando não está fazendo propaganda com criancinhas fofinhas e bonitinhas está cagando ralando para tentar passar seu inimigo mortal não-oficializado chamado Bradesco. O Itaú então criou Itaú de Minas com a justificativa de que enquanto Itaú de Minas existir, Itaú estará um passinho a frente de Bradesco.Agora se Bradesco fundar uma cidade também...

Cquote1.png FUUUUUUUUUUUUUUUU! Cquote2.png
Itaú sobre o Bradesco

História[editar]

A cidade teria começado como uma mera fazenda. A fazenda plantava uvas, limões e outras coisas que caso algum habitante nerd da cidade aparecer aqui irá xingar as fontes da Desciclopédia e iá apagar avisando que:

Cquote1.png Lá só se plantava milho e feijão! Nada de frutas! Itaú de Minas é 100% varão! Cquote2.png
Habitante Nerd revoltado sobre Itaú de Minas

Bem, as fontes da Desciclopédia é o banheiro do Mestre dos Magos, por isso, toda merda tirada de lá é usada em artigos como este.

Itaú e sua firma super moderna. Isso antes de destruírem ela.

Continuando, a cidade era uma fazendinha qualquer cuja existência nunca teria sido comprovada se uma certa empresa bancária não tivesse instalado sua primeira firma por lá. Sim! Itaú surgiu em Itaú de Minas e o nome do banco veio do primeiro nome da cidade. E mesmo assim os habitantes se orgulham de uma empresa burguesa que arrecada mais dinheiro que Itaú de Minas em 10 anos.

Cidade[editar]

A firma do Itaú, construída há quase 50 anos atrás na cidade está destruída, sendo que seus funcionários serviram de pele para os mendigos da cidade. A cidade também sofre muito com a guerra de gangues que se dividem entre os caipiras de direita e os playboys de esquerda que apoiam o Anarquismo em Itaú de Minas.

A agência bancária é palco dessas guerras que acontecem todo domingo. O Itaú até parou de mandar verbas para reconstruírem a firma que todo fim de semana era destruída e reconstruída para, de novo, ser construída.

Depois de tantas brigas, só falta o asfalto ser destruído por lá.

Cquote1.png Hã... O que é asfalto? Cquote2.png
Habitante de Itaú de Minas