Ivanovo (óblast)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png CREC! Cquote2.png
Dentes quebrados sobre ovos de Ivanovo

Ivanovo (em russo, Ивaнoвo), a maior granja do mundo a céu aberto.

História[editar]

Ovos típicos. Duas russas gordas retratadas e mais outros ornamentos de milhões de rublos. Os Easter Eggs russos de Ivanovo são conhecidos como mártir do pobre, pois não só dão pena de se comer, como também um pobre jamais vai ter um desses.

Ivanovo em épocas remotas, como qualquer território da atual Russia não passava de gelo. Ivanovo foi fundada e habitada somente na época sob o exército de expansão de dominação mundial de Ivan, o Terrível.

Os habitantes nativos moriam de medo de Ivan e não resistiram à invasão. Para se manterem vivos, o povo subjulgado começou a puxar o saco de Ivan, daí o nome IvanOvo. Intrigado com esse trocadilho infame, Ivan teve um desejo de comer alguns ovos, uma verdadeira especiaria russa, tinha que ser importada do fim do mundo, o Brasil. Ivan apreciou os ovos ao mesmo tempo que se espantou com o elevado preço da importação, ele ordenou então que seu exército assaltasse algumas granjas no interior de São Paulo e criou na Russia a maior granja jamais vista.

Porém, ninguém contava que por causa do clima frio os ovos produzidos em Ivanovo, quando em contato com a temperatura ambiente, instantaneamente se petrificam. Decepcionado, Ivan deu o fora daquela fria. Seu legado porém ficou e os ovos petrificados eram perfeitos para a arte que se tornaria famosa na Russia.

Ivanovo desde então se ocupa em produzir ovos ornamentados de todas as maneiras possíveis. Comê-los é contra-indicado.

Etnia[editar]

Formado por caipiras galinheiros, artistas vesgos e mineradores, Ivanovo é como se fosse um grande fazendão gelado russo.

O feriado nacional mais popular é a Páscoa, onde o estado ivanovoês fatura metade do PIB russo no mês de Abril.

Economia[editar]

Ivanovo vende seus ovos enfeitados por preços caríssimos e fazem questão de omitir que seus ovos não são comestíveis, assim as pessoas que quebrarem os valiosos ovos ivanovoenses se veem obrigadas a voltar e comprar outro ovo.