Jainismo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
441-IndianElephant.jpg नमस्ते!

Este artigo é indiano, tic! Anda de elefante, joga cricket, é vegano, fala um inglês horrível, trabalha em um call center e adora incenso! Se vandalizar este artigo ou for paquistanês, você será incinerado pelas chamas de Agni! E nunca toque num Dalit!

Cloudman.gif


Cquote1.png Vamos andar pelado! Cquote2.png
Mahavira sobre Jainismo

O Jainismo é uma religião da Índia, fundada há muito tempo atrás que ensina a andar pelado.

Mahavira, o tirthankara peladão (repare o símbolo nazista ao fundo).

História[editar]

Existia um cara na Índia chamado Mahavira que vivia no luxo era cheio do milhão no bolso, mas um dia ele bateu com a cabeça e ficou maluco, fugiu de casa e virou mendigo e começou a ensinar suas doideiras por aí e inclusive se abster de coisas materiais, e por isso ele começou a andar pelado por aí, e por isso uma vez ele foi preso por atentado ao pudor, mas todo jainista tem por costume andar pelado.

Doutrina[editar]

Os jainistas dizem que não existe deus nenhum e por isso todos eles são ateus, e acreditam no carma, portanto, assim como os hindus e budistas eles acreditam em reencarnação. Mas sem dúvida o maior de todos os mandamentos é a "não-violência", isso quer dizer que não se pode bater nem numa mosquinha, mas há um ensinamento maior que esse, é o de andar pelado, isso mesmo todo jainista deve andar pelado na rua.

Quem Acredita nessa porra?[editar]

Você deve estar se perguntando "Mas quem diabos acredita nessa porra de religião?", bom, mais de 80% dos indianos são hindus, uns 15% são muçulmanos, uns 3% são siques e uns 2% são budistas, então, o que sobrar é jainista.

Jaimismo ou Jainismo do Jaiminho[editar]

Cquote1.png Jainismo? Não é a religião que adora o Jaiminho? Cquote2.png
Cidadão Mexicano sobre a subdivisão da religião

Estátua de Jaiminho erguida na Esplanada dos Templos em Tangamandápio com o apoio financeiro do Sílvio Santos e do Sr. Barriga.

Durante o século XX, houve a ascensão de um novo panteão na América Latrina, mais precisamente no México: O Panteão Chavoso. Tal panteão possuía diversas entidades extremamente poderosas, mas uma que chamou a atenção do Jainismo foi o Jaininho, deus dos Carteiros Fatigados.

O fato dele ser um carteiro, profissão geralmente ligada a quem tem que trabalhar como corno (quando trabalha), e estar sempre fatigado associado ao nome dele ser parecido com o da religião levaram alguns a crer que Jaiminho seria o próximo guru da religião, em missão na América Latrina para converter os bárbaros.

Além disso, esse panteão estava se espalhando como o fogo da bunda da sua mãe, o que levou muitos Jainistas a crerem que, se Jaiminho realmente fosse seu próximo guru, ele estava muito avançado no trabalho de conversão e a religião cresceria muito com o reconhecimento dele como líder.

Com isso, muitos jainistas deixaram os grupos tradicionais da religião e, em uma série de caravanas patrocinadas pelo Sr. Barriga, peregrinaram aos montes para a cidade de Tangamandápio a fim de constituir um Estado Teocrático Jainista com Jaiminho como seu líder. São, oficialmente, os Jainistas do Jaiminho.

Há aqueles nesse grupo que advogam pela mudança do nome para Jaimistas, alegando que o uso do termo Jainista é fruto de uma má tradução do termo original da Língua Primordial Hindu, há muito perdida quando os indianos largaram a escrita tradicional pelas tabelas de telemarketing.

Ver também[editar]