Jair BOLSOnaro

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Aviso importante: Politicagem aqui NÃO, cazzo!
A Desciclopédia é um site de humor, logo, NINGUÉM aqui se importa com sua opinião sobre o Karl Marx, o Burle Marx ou o Carlos Marques. Seja engraçado e não apenas idiota.
Somebody set up us the bomb!!!

Esta página contém elementos bélicos, químicos, atômicos ou bombásticos,
podendo causar um grande estrago no computador (e na mente) do leitor.
Bombaatomica.gif
100malafaia.jpg Jair Bolsonaro
Bolsonaromugshot.jpg
Bolsodauro
DePUTAdo Federal
Partido PSC (Partido Somente para Cristãos)
Nível de honestidade Puxasaquista britânico
Perfil
Origem Bandeira do Brasil Brasillink={{{3}}} São Paulo Bandeira do estado do Rio de Janeiro Rio de Janeiro (estado)
Profissional
Profissão anti-gay, militar e bad-boy.
Escândalo(s) Ameaçou não estuprar uma mulher
Pessoal
Website www.morteaosgays.com
Nível de inteligência 1936
Plástica(s) Aumento de hôrmonios masculinos
Vício(s) Gritar, xingar políticos de esquerda, promover a violência, puxar saco da Inglaterra e da França
Preferências
Livro Nuvola apps bookcase.png Mein Kampf
Música Emblem-sound.svg.png I Want to Kill Everybody in the World
Prato Carne de opositor à la parmegiana
Filme V de Vingança
Contatos
E-mail [email protected]
®Desciclopédia

Cquote1.png Você quis dizer: Bolsolixo? Cquote2.png
Google sobre Jair Bolsonaro
Cquote1.png Você quis dizer: Adam Sutler? Cquote2.png
Google sobre Jair Bolsonaro
Cquote1.png Você quis dizer: Adolf Hitler? Cquote2.png
Google sobre Jair Bolsonaro
Cquote1.png Você quis dizer: Ted Cruz? Cquote2.png
Google sobre Jair Bolsonaro
Cquote1.png Você quis dizer: político amigo da milícia? Cquote2.png
Google sobre Jair Bolsonaro
Cquote1.png Eu não sou assim pois sou bem educado. Cquote2.png
Jair Bolsonaro sobre qualquer coisa.
Cquote1.png Isso não é coisa de Deus Cquote2.png
Jair Bolsonaro sobre Qualquer coisa
Cquote1.png Quero que vocês vão tudo tomar no c*. Cquote2.png
Jair Bolsonaro redimindo-se com a comunidade gay.
Cquote1.png Esse deputado muito louco vai aprontar altas confusões, ofendendo uma galerinha super alegre e provocando arrependimentos nos seus eleitores em um clima ruim pra cachorro de muito constrangimento que até a Comissão de Ética do Senado duvida! Cquote2.png
Narrador da Sessão da Tarde sobre Jair Bolsonaro.
Cquote1.png ...Eu vim de Pernambuco agora, e recebi uma boa notícia. Para conseguir o que quer, parece que o MST vai fazer uma greve de fome. É uma atitude elogiável, visto que vagabundos como esses tem que morrer de fome mesmo... Cquote2.png
Jair Bolsonaro demonstrando sua solidariedade à um protesto do MST.
Cquote1.png Ai, meu Deus, lá vem bosta... Cquote2.png
Qualquer político quando Bolsonaro vai ao palanque fazer algum discurso.
Cquote1.png Promiscuidade? Cquote2.png
Preta Gil sobre promiscuidade delatada por Bolsonaro.
Cquote1.png Ahhh sim... Filho da puta! Cquote2.png
Preta Gil quando descobriu o que era promiscuidade sobre citação acima.
Cquote1.png Estuprador! Cquote2.png
Maria do Rosário sobre Jair Bolsonaro.
Cquote1.png Vagabunda! Cquote2.png
Jair Bolsonaro sobre Maria do Rosário.
Cquote1.png Mas o que é isso? O que é isso? Cquote2.png
Maria do Rosário sobre Jair Bolsonaro.
Cquote1.png MORRE! Cquote2.png
Jair Bolsonaro sobre Marco Archer Cardoso Moreira.
Cquote1.png MORRE! Cquote2.png
Jair Bolsonaro sobre Fernando Henrique Cardoso.
Cquote1.png MORRE! Cquote2.png
Jair Bolsonaro sobre David Cameron
Cquote1.png MORRE! Cquote2.png
Jair Bolsonaro sobre Papa Francisco I
Cquote1.png MORRE! Cquote2.png
Jair Bolsonaro sobre Rainha Elizabeth II.
Cquote1.png MORRE! Cquote2.png
Jair Bolsonaro sobre Família Real Britânica.
Cquote1.png Meu garoto! Cquote2.png
Nick Griffin sobre Jair Bolsonaro

Jair Mengele, Bolsonaro, o Hérege (Londres, 5 de fevereiro de 1125) é um político, badboy, anti-gay e desligador de gays e ateus do mundo além de militar do exército alemão inglês brasileiro conhecido por não gostar de negros; não gostar de atitudes homossexuais; não gostar de putarias; não gostar de asiáticos; não gostar de ateus; e não gostar de pessoas educadas; tudo isso embora se autoafirme bem educado. Sua história de vida começa no instante em que conhece Darth Vader. Desde então viu aquilo como uma demonstração de força, muito porque, diferente de tudo, ela não se desfazia e nem saía do lugar. Seu hobby é promover a violência. Jair Bolsonaro é a favor do uso da saia funda e defende seu amigo do primário Nick Griffin, defendendo o fundamentalismo evangélico em todos os âmbitos, mas para disfarçar em entrevista a IstoÉ disse ser a favor do topless, mas não para sua mulher, que deve usar saia funda e o apoiar eleições. Desde pequeno brincava de colocar as notinhas de seu jogo banco imobibiliário nas cuecas, junto com o Eduardo Cunha.

Cquote1.png É assim que políticos devem ser - nunca sair de seu devido lugar. Isso se chama decoro parlamentar. Devemos seguir os ideais de Hitler nesse ponto de vista. Cquote2.png
Jair Bolsonaro sobre decoro parlamentar.

Desde então acabou tendo tendências suas enrustidas e oprimidas da parte alegre de seu corpo na adolescência de 1960, em que era comum ser bissexual ou hippie, mas, por ser educado, as guardava para si próprio e as compartilhava com o poster de Emílio Garrastazu Médici que tem em seu quarto, que substituiu a foto de sua escrava sexual esposa, mas depois de ler o artigo de Capitão Nascimento na desciclopédia ficou curado e não teve mais nada Mas ele ainda tem umas com o cartaz do Médici, assim passou a aderir a homofobia e viu que bissexual era uma merda (Bater uma pra ditadores fascistas não conta). Claro, os ideais de Médici conquistam qualquer um, ele era um bad boy da época e como toda mulher gosta de homem com "atitude e com cara de mal", Bolsonaro se inspirou nele para ter mão de ferro em casa e pegar as gatinhas da área. É também professor e educador, muito mais melhor que o Paulo Freire (ou não) e financia pesquisas em broxantes químicos em PUC's desconhecidas além de ser um renomado espírita que tortura as pessoas nesta e na outra vida.

História de vida

Bolsonaro espancando a promiscuidade por Carlos Latuff.

Desde criança, quando via filmes de guerra ao vivo, Jair Bolsonaro, que nasceu em Campinas (o que pode explicar ele gostar de Hitler, puxar saco da Inglaterra e se inspirar em homens durões da ditadura e sempre insistir em se achar carioca) sempre se interessou em ser militar, ainda mais porque se amarrava no armamento britânico, e desde criança arrancava as pernas de seus coleguinhas(o que hoje faz no Senado). Muito porque elas disfarçam qualquer coisa no meio do mato, até seu comportamento racista. Bolsonaro então decide entrar pra carreira militar, virando um nerd na escola e fazendo de tudo para poder entrar em um quartel com cadeiras e livros de matemática, vulgo colégio militar. Entrou pra Academia dos Agulhas Negras, específica para homens que não vêem mal em fazer bordados, desde que as agulhas não fossem da cor rosa ou normal, pois soaria gay, mas sim, da cor preta, discreta e que não faz muito alarde - a não ser pelo lado emo, que Bolsonaro tanto gostava no período hippie, e ao mesmo tempo mostrar que não era racista. Se especializou em para-quedismo também, muito para ficar preparado para grandes quedas, o que pode o ajudar em problemas com promiscuidade, onde quedas de escada, queda de quantia de dinheiro no fim do mês devido à pensões e ainda para lidar com a queda de credibilidade que ele tinha (?) antes de entrar pro CQC para fazer seu discurso exemplar que os evangélicos amam.

Militância Pacífica aguardando o Deputado Jair Bolsonaro na porta do Congresso Nacional.

Apesar disso quase nunca pulou de paraquedas, a não ser em distâncias que não fossem maiores à 2 metros da altura do solo, isso quando criança e brincava de ser o Superman. Bom, o paraquedas era uma sacola de supermercado, mas, vamos deixar isso passar em branco, até porque eu sou um ser tão culto quanto Bolsonaro ainda bem que é ironia. Também ganhou prática em mergulho anônimo, muito porque era playboy, mas não podia ser visto na piscina de 1000 litros da casa dos tios pobres tentando nadar e mergulahr naquela bagaça. E, claro, isso não é muito educado, tentar nadar numa piscina da casa dos parentes de sunguinha, tendo aquele corpitxo todo definido. Já no Rio de Janeiro, virou malandro e pinguço, o que o faz dizer constantemente o que lhe vem à cabeça, uma estratégia típica de Adolf Hitler, bom, tirando a bebida (ou não). Falando o que lhe dava na telha, ele conquistava algumas pessoas, geralmente fãs do Ratinho e que viam em Bolsonaro uma espécie de Ratinho - mas com educação, lógico! Em 1986, Bolsonaro foi punido quando foi as ruas com outros militares exigindo que a pena de morte fosse aplicada a quem não arrumasse suas camas no quartel ou a quem não desse descarga no vaso sanitário, sendo que o sargento o elogiou muito por tal medida, apesar de aplicarem uma punição nele. Por isso, Bolsonaro começou a achar que os poderosos estavam certos, e, que tinha que ele tinha que ser um revolucionário retrógrado defendendo a ditadura.

Bolsonaro no lugar que ele mais gosta.

Já em 1988, conseguiu virar vereador na capital fluminense e começou já fazendo sua mini-ditadura: a máquina de café que ficava próxima a sua cadeira na câmara de vereadores municial era dele, pois estava no perímetro DELE, e quem cismasse de tentar pegar um capuccino ia sofrer graves sanções, como ter que aturar Bolsonaro dando um sermão de 3 horas sobre como é ser um militar de respeito (só se for dele com ele mesmo, talvez), o que pode ser considerado um tipo de tortura. Com sua personalidade e esse comportamento impecável, os vereadores incentivaram (lê-se insistiam) para que ele se mandasse dali concorresse à uma vaga de deputado federal. Conseguiu pelo PDC (Partido Dos Corruptos), segundo ele uma forma se manter a honestidade de sua pessoa perante aos seus fiéis eleitores. Depois passou por mais de oito mil partidos, até chegar ao Partido Regressista Progressista, único que o aceitou. O número do partido dele é o 11, o que pode explicar sua ida ao PP: é assim a postura militar, em fila e em ordem.

O plano de governo de Bolsonaro

Sim, ele já foi Ministro da Pesca...
Cquote1.png No mínimo aquela bicha da Jean Wyllys trocou meu microfone pelo dele! Cquote2.png

O Slogan da campanha política de Bolsonaro é "Dar a bunda é indecente. Bolsonaro Presidente". Em seu entendimento, viado é veado e nada mais é que um grupo de animais. Que quando são avistados por um guepardo, isso quando ele sai de sua vida boa, cheia de descanso, divertimento e sexo, decidem ir e surrar um viado. Por isso um projeto de lei recente escrito por ele dizia que soltassem guepardos na rua durante a Parada Gay, e, que quem sobrevivesse, já apanharia muito (se fosse necessária mutilação de certos órgãos dos gays por parte dos guepardos, melhor, o SUS não gastaria dinheiro com operação de mudança de sexo com outro homossexual), e, assim, botaria na cabeça que devia ser homem.

Roupa ideal para a mulher de Bolsonaro.

A contradição é que em lésbicas ele defende que se faça o mesmo, mas há o perigo de a mesma se virar contra os guepardos e matar todos eles na base de dentadas. Rebeca Gusmão é um dos seres capazes de tal coisa, o que causaria problemas sérios com o IBAMA. Outra razão para consolidarem a coragem de Bolsonaro em seus projetos de lei. Além disso Bolsonaro aprova um aumento de 666% no salário dos militares, que os mesmos assumam o poder, façam um novo holocausto e que o Brasil, ao fazer tudo isso, já esteja munido da Bomba Atômica para calar a boca de qualquer um que viesse reclamar.

Com essas atitudes, Vin Diesel Bolsonaro mostrou que pode fazer assim até uma forma de aliar os Estados Unidos do Sul novamente ao Brasil, pois isso vingaria a antiga Alemanha e os pseudo-alemães se sentiriam fodões. Brasil viraria Bolsonaroland e Brasilia seria tomada por rebeldes que tacariam fogo no Planalto. A capital ficaria no meio da Amazônia, de modo que ninguém pudesse descrever ao certo a cidade ou local em que Bolsonaro ficaria, até para evitar protestos.

O fuzilamento seria aplicado a qualquer pessoa que vendesse Vales, desde certo sociólogo aí até loteadores de imóveis que venderiam lotes de casas em vales (ou seja, os vales do Paraíba, Jequitinhonha e por aí vai seriam varridos por bombas e virariam território exclusivo do governo para testes com bombas - isso que é nacionalismo). Outra ideia é assinar a Anulação da Lei Áurea, dizendo que os negros não seriam escravos, mas sim empregados de remuneração baixa. Sim, seria a mão de obra barata tão procurada pelas multinacionais atualmente em países emergentes como o Brasil, todos ficariam empregados e passaríamos até a China! Pois Bolsonaro é genial! Talvez os vales seriam até destinados para os quilombos novos sindicatos dos novos empregados.

Jair tentando atrair o público jovem.
Bolsonaro ilustrado nesta ilustração com o seu namoradinho o Cel. Carlos Ustra

Ele também tentaria fazer uma parceria com a Inglaterra e invadir Portugal, e matar boa parte (pra não dizer todos) os casais portugueses. Sim, uma vez que vive falando que é contra um filho olhar para seus pais e ver um careca e um bigodudo, o que seria uma falta de vergonha. Uma alternativa para evitar isso no Brasil seria a criação da Bolsa-Gillete, para fazer com que a mulheres com bigode que são pobres não tnham desculpas para seguir com aquela coisa horrorosa - e, a partir de hoje, ao olhar a esposa que você tem, caro descíclope, você certamente virará um eleitor de Bolsonaro.

Quem usasse drogas também sofreria tortura e talvez até a execução sumária, um nome mais chique para pena de morte. O que o fez ter vários inimigos na Câmara, o principal deles, Fernando Gabeira. Hippies (isso ainda existe) também se posicionaram contra, o que estimulou ainda mais à punks adorarem Bolsonaro. Punks skinheads então, nem se fala.

Ele é contra as cotas raciais pois tem medo que algum de seus netos encontre um negão na faculdade e um desastre para ele aconteça. Por isso ele também é contra o kit-gay, segundo ele, nas escolas do país, pois se algum dos parentes dele ver isso, virará um. Em sua casa ele chegou a levar um desses kits para analisar, certamente analisou bem, se veio um vibrador junto. Ainda assim, também tem medo de seus neto e encontrarem uma indiana, pois são de um país de industrias pornográficas grandes e ele é evangélico, portanto, é contra o sexo antes do casamento. E as mesmas devem ser direcionadas a trabalho terceirizado, sem direito a descanso.

Também confessou ser contra os games, pois, segundo ele, praticamente emburrece os jovens e os jovens tem que trabalhar, estudar e ir a igreja pagar o dizimo. Mesma coisa para o Rock e para o Sertanejo, por serem contra a cultura evangélica.

Neo-nazistas já se preparam para um novo movimento temido, os Bolsonaristas, que rivalizariam com eles e certamente fariam skinheads largarem a antiguidade de lado e criarem essa nova moda. Sim, até na política há a modinha (atualmente é o PT, aff, mas eu sou petista ainda na época em que o partido surgia!!)).

Ele abriu o jogo e disse que seus ídolos são Adolfinho, Benito Mussolini, Ernesto Geisel, Carlos 'Opaco' Ustra disse que não houve ditadura, pois ninguém soltou nenhuma bala, e não houve confronto direto. Bom, confronto direto ele ele e quem era da ditadura, ao menos...Também mostrou todo o seu charme e amor por Dilma Rousseff, que matou, sequestrou e matou....seu coração. Uma outra paixão não correspondida, pois ela era uma mulher-macho (e é até hoje). Por isso tem postura, pulso firme, e tudo o que o Bolsonaro quer também.

Parcerias políticas

Fez parcerias políticas com seu amigão Diogo Mainardi, da Veja, sem falar de seu ídolo Emílio Garrastazu Médici e com seus companheiros nazistas emos (ou não), sendo que sempre quis ser de extrema direita e matar os comunistas gays como o Fernando Collor, e bichas retardadas-agrárias do PSOL, que segundo ele é "uma conspiração". Mas, o que importa, os amiguinhos dele são os de sempre, os fascistas corruptos dinheiro-meia-e-cueca (ops, acho que confundi com a esquerdalha).

Consta inclusive que ele teria tentado dar um golpe contra o então presidente José Sarney e mesmo apoiando seu amigo paga-lanche em suas teorias conspiratórias, reforçadas em muito pelas lorotas de Olavo de Carvalho.

Ele também é muito amigo (Possivelmente meio irmão) do (Euro)Deputado e Pastor From UK Marco Feliciano, tão amigos a ponto de Bolsonaro querer que Feliciano seja seu vice-presidente.

Também é um grande admirador do neonazista inglês Nick Griffin, o que explica tanto ele puxar saco da Grã-Bretanha.

Galeria

Precedido por
Dom Temer I
Castelo.jpg
Modinha Conservativa
da Internet

1º de Janeiro de 2019 - 31 de Dezembro de 2???
Sucedido por
Ninguém (Apocalipse causado pela Terceira Guerra Mundial)

Ver também

Como não poderia deixar de ser, Bolsonaro também fica na base do paga-lanche com os parceiros.
Latino.png Este artigo se trata de uma personalidade mortalmente, incrivelmente e filhadaputamente odiada!
E não sai na rua para não sofrer linchamento.

Conheça outros filhos da puta clicando aqui.
v d e h
Ladra06.gif POLÍTICO$ DO BRA$IL

Jair Bolsonaro faz festas com seu dinheiro.

Outros políticos em que você já votou e se arrependeu:

Maluf tn.jpg