Jaki

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Quico panela.jpg "Não, cê é burro cara, que loucura..."

Este artigo é sobre algo ou alguém burro ou completamente imbecil.

E acredita na veracidade das lutas da WWE.
Quico bombado.jpg
Jaki usa esteroides anabolizantes!

Isso explica por que tem músculos enormes, um pinto pequeno e nenhum cérebro.

Silviofortao.jpg
Feio002.jpg Este artigo é sobre alguém que sofre de falta de beleza!

Não nos responsabilizaremos por qualquer dano em sua visão ou vontade de continuar a viver.

Alguma foto da Preta Gil pode estar neste artigo.


Jaki

Jaki.JPG

Classificação Soldado de Ares
Cavaleiro
Deus a que serve Mestre Ares
Armadura Nenhuma
Golpes Socão foderoso
Perfil
Nacionalidade Bandeira da Grécia Grécia
Local de Treinamento Grécia
Nascimento Há algum tempo
Frase Favorita "MWAHAHAHAHAHA!"


Cquote1.png Você quis dizer: Cassius loiro Cquote2.png
Google sobre Jaki
Cquote1.png Experimente também: Marin de Águia Cquote2.png
Sugestão do Google para Jaki
Cquote1.png Eu sempre quis ser um Cavaleiro assim! Cquote2.png
Zeca Pimenteira Jaki sobre seu sonho não realizado
Cquote1.png Eu também sempre quis! Cquote2.png
Cassius sobre ser um Cavaleiro
Cquote1.png Ele é irmão do Cassius? Cquote2.png
Qualquer um sobre Jaki e seu parentesco com Cássios

Apresentação[editar]

Esse é o Jaki! Ô coisinha feia linda da mamãe.

Jaki é um iniciante a Cavaleiro presente no anime/yaoi Cavaleiros do Zodíaco, sendo ele, claro, mais um vilão renegado, cheio de músculos, burro e que morre no final (como sempre o clichê tem que estar presente). Mesmo fazendo parte de um anime totalmente colorido, Jaki é tão macho quando Saga de Gêmeos na sua fase má, não poupando ninguém que seja, mesmo que seu adversário seja uma mulher, como a Marin de Águia, tudo para realizar o seu grande sonho de se tornar um Cavaleiro, nem que seja com a Armadura mais tosca de todas.

Apareceu durante a Saga do Santuário, no tempo em que o Mestre Ares comandava toda a Grécia no lugar de Athenas, inclusive todo o Santuário de Athena, sendo a verdadeira dona da bagaça a hentai Saori Kido. Lutou contra Marin de Águia, a mestre do encosto Seiya de Pégasus, enquanto a mesma tentava penetrar no Santuário às escondidas, pela encosta da colina, de preferência.

História de vida[editar]

Jaki brincando com os seus amigos de algo bem produtivo.

Assim como muitos dos Cavaleiros presentes nesse anime, Jaki cresceu sem ter pai e nem mãe, também pudera, com aquela cara, provavelmente eles morreram de medo assim que o menino nasceu, não tem irmãos, tios, ou qualquer outro parente que quis assumir a sua responsabilidade (talvez pelo mesmo motivo dos pais do rapaz, medo). Vivendo na rua, Jaki teve que sobreviver comendo o pão que o Diabo amassou, literalmente lutando para sobreviver, mesmo não sendo um Cavaleiro.

Por ver o quanto os caras ficavam bonitos usando aquelas parafernálias metálicas no corpo todo, Jaki pensou que aquilo poderia lhe trazer algum status que nunca teve antes, onde poderia conseguir dinheiro fácil, ganhar uma armadura brilhante e tudo isso somente quebrando a cara de alguns otários, coisa que ele já vinha praticando desde muito cedo. Ele possui muitas semelhanças com o treinando a Cavaleiro Cassius, que tinha como mestre a Shina de Cobra, mas como nunca isso foi confirmado, acreditasse que Masami Kurumada, o autor do anime todo, criou os dois parecidos por pura falta de criatividade (o que eu não duvido).

A beleza de Jaki é sempre inconfundível.

As pessoas que estudam Geografia e outras coisas que mechem com diversos lugares do mundo, devem estar se perguntando o porquê dele ser um cara tão feio assim, afinal, os Gregos não tem essa fama de feios tal qual os Argentinos, por exemplo. Se fosse somente Jaki não teria problema, mas Cassius tem o mesmo problema estético, além de ambos serem abruptamente maiores do que um ser humano comum, terem mais músculos do que um Playsson marombeiro e serem tão burros quanto a Carla Perez apresentando o programa Fantasia.

Além disso, Jaki tem uma característica muito rara no seu corpo, sendo o primeiro preto loiro de que se tem notícia, sendo esse loiro natural, nada de coloração. Além disso, como todo o Grego que se preze, não conseguiu possuir uma Sagrada Armadura, assim como o seu irmão conterrâneo Cassius, se bem que o Cassius só não conseguiu uma porque perdeu uma luta contra o protagonista do anime, Seiya de Pégasus, enquanto Jaki nem sequer chegou a disputar uma armadura com alguém. Essas são questões que ainda irão ficar ocultas por muito tempo ainda.

Ordens do Mestre Ares[editar]

Jaki vai começar a sua brincadeirinha com Marin de Águia (olha o tamanho do punho dele).

Jaki sempre foi considerado um homem cruel, quase um monstro. Ele nunca possuiu um mestre que o treinasse para Cavaleiro, o que fez com que o mocinho treinasse sempre sozinho para conseguir uma honrosa Armadura por seu próprio suor algum dia. Infelizmente ele não passava de um sádico quando encontrava um inimigo, adorando matá-lo sem nem pensar duas vezes e essa mania só foi crescendo com o tempo. Por todo esse sadismo, o Mestre do Santuário deu uma cagada em Jaki e o impediu de ser um Cavaleiro, pois para tal ele deveria ser gay emo de bom coração e lutar somente pela justiça e não para satisfazer os seus instintos sádicos.

Porém, com a morte do irmão do antigo mestre, que estava representando Shion de Áries que tinha tirado umas férias (ele só tinha 261 anos aproximadamente, ainda era jovem), pelas mãos de Saga de Gêmeos (que logo depois matou Shion), Jaki viu que o seu sonho em ser um Cavaleiro de Athena pudesse retornar das cinzas como uma Fênix, assim que o novo Mestre Ares lhe pediu um pequeno favor...

Marin de Águia invadiu o Santuário de Athena para impedir Seiya, seu macho pupilo, que lutasse contra os Cavaleiros de Ouro, principalmente contra Aioria de Leão (o que seria inútil, haja visto que eles já estavam lutando e Seiya estava apanhando, pra variar). Depois de vencer alguns soldados perdedores no caminho, Marin se aproxima de uma encosta, onde acaba sendo atacada por nada mais e nada menos do que um pedregulho de milhões de toneladas, arremessado por ninguém menos que o Cassius Loiro Jaki.

Morra, Seiya Marin[editar]

Jaki se mostrando mais sádico do que nunca. Pena que ele não pode ver o rosto da Marin.

Marin então se viu diante de um negão loiro (WTF?) de quase três metros de altura, coisa que nunca tinha visto desde a última noite em que passou ao lado de Motumbo (se bem que este não é loiro, mas tudo bem). Ele era musculoso, feio que duia, meio lerdo, falava cuspindo e ainda tinha uma cicatriz no olho ao melhor estilo Kakashi Hatake, mas ninguém se importa com isso pois se trata de outro anime. Ele fala para Marin que tem por obrigação matá-la, pois se fizesse isso o Mestre Ares o tornaria Cavaleiro de alguma coisa, nem que fosse um Cavaleiro de Cristais Swarovski, qualquer coisa estava valendo.

Marin achou isso o cúmulo e quase ia xingar muito ele no Twitter, mas preferiu lutar com o cabra, já que ele estava bloqueando o seu caminho, enquanto Seiya estava sendo mais maltratado do que mulher de malandro na Casa de Leão. Ele então lhe fala que nem desejava muito em ser um Cavaleiro, mas que aceitou o pedido do Mestre somente para lutar com ela e, depois, abusar sexualmente de seu corpo morto (bem necrofilia isso, mas tudo bem).

Marin acabando com a graça de todo o anime, puxando Jaki para um prescipício.

Com aqueles bracinhos finos e aquela força que deixa em dúvida de que se ela realmente foi a mestra de Seiya, Marin não conseguia sequer arrancar uma gota de sangue de Jaki, que estava adorando ver a ruiva nervosa. Ele a jogava na parede, chamava ela de largatixa e não a deixava fugir, sentido muita pena de somente não poder olhar a cara de sofrimento da moça (isso que eu chamo de sadismo). Foi então que ele decidiu acabar logo com a raça dela, esmagando-a entre os seus braços em um grande Abraço de Urso.

Sentido cada osso das costelas da hentai mascarada quebrando, Jaki estava achando tudo mara! Marin, porém, não mais aguentando tanta dor (a única vez que sentiu tanta dor assim foi entre quatro paredes, mas ela sobreviveu a tudo), resolveu tentar o seu ataque mais suicida, o Jogando o Feio Prescipício Abaixo, onde ela puxa Jaki com todas as forças que ainda tinha e, juntos, se jogam de um prescipício. Como ela ainda é importante na trama, Marin sobrevive, enquanto Jaki parte dessa para melhor (foi bem tarde até).

Ver também[editar]


Death99.png
Jaki já morreu!

Foi enfrentar madeireiras na Amazônia...

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno


Cavaleirospredef2.jpg