James A. Garfield

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Você quis dizer: Frajola? Cquote2.png
Google sobre James A. Garfield
Cquote1.png Você quis dizer: peneira pra bala? Cquote2.png
Google sobre James A. Garfield
Cquote1.png Mais um presidente americano que amanheceu com a boca cheia de furmiga Cquote2.png
Capitão Obvio sobre Garfield

meteram o trabuco por trás, literalmente
presidente Garfield

Este sim é um presidente que não se ve todo dia. Aqui por nossas bandas ainda tá pra nascer presidente como esse - intelecutal de verdade, não puta rampeira como o FHC. Diploma e vida acadêmica conseguidos na raça, não na pilantragem como o José Serra ou a Dilma Rousseff. Com diploma, não como o Costa e Silva. Que frequentou uma escola, não como o Lula.

Nos EUA, com presidentes do nível da família Bush, Reagan, ou o Ford, ele também foi um prodígio.

Foi catedrático em física e matemática. O home era esperto mesmo. Frajola Garfield representou o Teorema de Pitágoras através da geometria, fazendo um lindo desenho geomátrico tão encantador (para alguns. como você) quanto o faquir e sua cobra - por isso o povo tá bobo até hoje pra entender ele.

Nos tempos de universitário americano, frequentou aqueles grupos bestas nomeados com letras gregas, e que não fazem nada além de beber (quando compostos por jogadores de futebol americano que só tão dentro da universidade pra fazer média) ou nerdear, como todo e qualquer nerd. O dele era o Alfa-beta-omega-delta-Carla Peres.

presidente Garfield.

Seus podres[editar]

Como todo e qualquer político que já pisou sobre a terra, ele também tinha seus podres. Ele era pederasta. Acalentava as alunas gostosonas bonitas na faculdade enquanto explicava o que é π. Assim foi com sua esposa. Ele só não sabia que ela era puta de luxo, dessas que frequentam universidade particular só pra fazer média e aumentar o preço da comida. Junto com ela, ele expandiu a gatarada: teve 18 gatinhos e 2 viados saidos de suas entranhas.

também foi cientista louco, trabalhou no Pica-Pau e cruzou um pato com uma beliche.
o tropé que deu quando souberam que ele comia as alunas.

Mandato[editar]

O fato mais importante de seu mandato foi sua morte, pois quando chegou a presidente, após dar um bico na universidade, se confraternizar com o general Sherman e puxar o tapete do Ulysses Simpson Grant, foi dar uma de bicudo e andou prometendo serviço público pra todo mundo, inclusive pro namorado da filha do Sarney e pro professor de Jiu-jtso e comedor de bunda do Arthur Virgílio. Mas ao contrário do Virgilio, que deu 200 mil do dinheiro público pros caras comerem sua bunda, e comeram sem cuspir, Garfield deixou sua inteligência de lado e a trocou pela preguiça e lazanhas todos os dias, invés de ser servida apenas nos domingos. prometeu emprego pra um adevogado fracassado, tipo o Lionel Hutz dos Simpsons. O home era psicótico, e quando o Garfield passou a perna nele, negando que tivesse prometido o emprego, furou o presidente a bala.

Alexander Graham Bell mostrou que entendia tudo de telefone, mas nada de detectores de metal, pois o que ele fabricou em cima da hora pra captar a bala, não achou porra nenhuma dentro do presidente, o que demonstrava que ele não podia fazer mais gatinhos.

dormindo no meio da rua após se empanturrar com lazanhas