Japão

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Esta página se adequa à Nova Política de Conteúdo Sexual.
Conteúdo impróprio para menores de 18 anos! Tirem as crianças da sala! Este artigo tem conteúdo impróprio para menores!
Este artigo pode conter pornografia pesada ou leve. De preferência, leia-o de olhos fechados...

Se ele estiver cometendo uma infração à Política de Conteúdo Sexual, por favor, reporte à moderação.
Sculpture samurai.jpg
Jaspion metaltex.jpg

Made in Japan

Este é um artigo com tecnologia do sol nascente né.
Para quem gosta de sushi, oden e lamen.

O Gyodai pode te transformar em um idiota gigante se você maltratar o pobre artigo.


●新大日本不戦民主主義経済的大衆文化帝国
●Império Idoso Pacifista Pop do Japão
●Nippon koku!!!

Bandeira do Japao.png Brasao do Japao.PNG
Bandeira Brasão
Lema: Made In Japan
Hino: Onda, Onda, Olha a Onda!
Mapan.PNG
Capital Fóquio
Maior Cidade Cago em cima
Língua Japonês e Otakês
Tipo de Governo Ditadura Neofascista-Zen
Imperador Ryuk
Heróis Nacionais Nakajima mestre da F-1, Goku, Seiya, Daileon, e Pikachu
Independência Não houve. Ele foi fundado
Moeda Moeda eletrônica Iene
Religião Budista e Xintoísta
População Rica, mas mão de vaca
Área No meio do nada (5% de água)
Analfabetismo Icon 33 percent.png%
PIB per Capita Riquíssimo USD/hab.
IDH 0.696
Fuso Horário 1+1=3
Clima Frio e Terremotoso
Site do Governo http://www.pokemon.com
Cquote1.pngVocê quis dizer: País dos Malucos?Cquote2.png
Google sobre Japão

Cquote1.png Fodeu!!! Cquote2.png
Japoneses sobre acidente na usina nuclear de Fukushima, região Nordeste de Tohoku
Cquote1.png Rrröööaaarrr!!! Cquote2.png
Godzilla sobre Japão
Cquote1.png É o paraiso *---* Cquote2.png
Otaku sobre Japão
Cquote1.png Eu sempre quis ir para o Tóquio, para visitar a DisneyLândia! Cquote2.png
Otaku comentando sobre Japão
Cquote1.png Vocês traíram o movimento samurai, véio!!! Cquote2.png
Dado Dolabella sobre o Japão
Cquote1.png Japão? Isso non ecziste! Entendo que um grupo de fanáticos que se autodenominam “Otakus” inventaram este país e puseram o nome absurdo de... animal ... animeu....animento ... alguma coisa assim. Cquote2.png
Abraham Lincoln sobre Japão

Japão (日本 Nihon, às vezes 万字 Nippon) é um arquipélago fudido, que treme diversas vezes por mês, localizado no nordeste da Ásia. O nome Japão vem da palavra pão, que em japonês significa pan, daí o nome ja-pan, porque antes do sushi eles comiam pão. O Japão é um país imaginário, um arquipélago criado pela imaginação dos otakus para propagar o maldito anime ao redor da Ásia e do mundo. Usar um país para isso seria muito difícil, as pessoas morando lá não conseguiriam suportar tal peso e tamanha (des)honra. Daí surgiu a ideia de criar um país imaginário dentro de uma prisão mental holográfica, a Matrix, controlado pelos militares ianques. Os neoliberais não só nos deixaram crer na existência do Japão, como fizeram-nos acreditar que a nação é uma super-potencia financeira. Tipicamente da Midia liberal, temos sido inundados com propagandas com alegação de superioridade nipônica na fabricação de automóveis e produtos eletrônicos que na verdade são todos fabricados por escravos no interior da China, e o bem reputado valor nutritivo de sushi e sashimi, e a arte marcial de Takaakara Nomuro.

Como pode a existência de um país inteiro ser um boato?. Professores diriam que se não fosse pelo Japão, existiria uma lacuna entre a China, Europa e os Estados Unidos nos mapas. Como todos os satélites do mundo são controlados pela CIA é fácil inserir forjadamente o mapa do Japão. Mas se o Japão é um país imaginário criado em animes, então quem são essas pessoas alegando serem Japoneses? A resposta para essas questões pode ser difícil de ouvir para aqueles que foram doutrinados na mentira japonesa a séculos, mas a verdade deve ser dita: os supostos "cidadãos japoneses" (povo Yamato) são na verdade uma mistureba de indianos, filipinos, babilônios, coreanos e chineses, essa fusão criou um povo mal-humorado (humor sóbrio) e inteligentes (frio e calculistas), que nos anos 500 a.C. emigraram para o arquipélago, conhecido como Japão.

Tabela de conteúdo

História

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: História do Japão.


Pré-história

Samurai Bush antes de fazer suicídio ritualístico.

Após o primeiro japonês, mais conhecido como humanoidedebilauspequenus ter cruzado com uma marciana, surgiu também a segunda filha deles, que tem a sua raça mais conhecida como mulherdebucetaapertadinepeluda, essa nova raça que ali nascia ainda não tinha as características do bom japonês, mas após os irmãos cruzarem nasce dali dois gêmeos dos quais os japoneses são descendentes.

Depois de muito tempo, um homem chamado Urinatsu Noku, triste por sua amada terra ser sempre dizimada por tsunamis, terremotos, erupções ou bomba atômicas decidiu fazer um pacto com o demônio, Satan Goss, para que isso não ocorresse mais, oferecendo então sua genitália.

Satan Goss deu então a tecnologia das Facas Ginsu, que mais tarde seriam aplicadas nas espadas dos samurais. Depois pediu que ele criasse criaturas fantásticas e fofinhas para dominar a mente das pessoas pelo grau de fofoletisse ou até mesmo fazendo sexo, dando-se início ao império dos mangás, animes e hentais.

Império

O Império Japonês encontra dificuldades.

Diz a lenda que há muitos milhares de anos atrás, o imperador Jaspion, descendente do deus Sol ou Daileon, conheceu uma aldeã japonesa, Mitiko Kudo Endo, que tornou-se a mítica fundadora do Japão.

Mais tarde, com o grito de Dom Satoru Nakajima II, no ano 2,600 a.C, às margens do Rio Miojo, o Japão proclamou sua independência. Dom Satoru foi o primeiro rei, seguido por Jiraya. O Imperador Jiraya decidiu convidar um monge eremita virgem chinês para introduzir o maldito alfabeto e a bunda o budismo no Japão.

No início do século XVI, os japoneses iniciaram seus planos de dominação salvação universal. Quando finalmente os Estados Unidos decidem anexar o Japão para fazer parte do seu império mundial, simplesmente porque Homer Simpson gostou dos chinelos quadrados japoneses. Os ianques desembarcaram no Japão e quiseram que os japas assinassem um contrato parecido com isso: "Através deste contrato declaramos que o Japão não é um país e nem merda nenhuma, apenas uma cidade norte-americana". Obviamente o contrato foi recusado.

Segunda Guerra Mundial

Séculos depois, em 1930 os samurais se aliaram às forças emos de Satan Goss, emo Adolfinho para os íntimos, e de Mussarela Kid, no que ficou conhecida como a Tríplice Aliança que decidiu tocar o terror na Segunda Merda Mundial.

Depois de falhar miseravelmente na tentativa de conquistar o mundo, graças às forçar ianques. Os japoneses tomaram um nabo federal dos americanos e todos os outros asiáticos, o imperador do Japão Pikachu decidiu voltar no tempo com outro nome (Aguri) para mudar a história e tentar novamente a dominação do mundo, agora usando a poção mágica e bruxaria financeira.

Em 1955, Aguri Suzuki, junto com outros empresários falidos proclamou a República do Japão nos moldes feudais e o país nunca mais atacou ninguém. O velho pinguço Mestre Miyagi assumiu a presidência até finalmente, em 2009 sofrer um ataque de pneumonia do baço e morre aos 128 anos de idade, assumindo em seu lugar o Mestre Aguri (Pikachu) com a missão de reconstruir o império japonês e tentar sobreviver ao colapso dos Estados Unidos e o Armageddon em 2012.

Japão moderno

Moderna arma de destruição em massa das Forças de Autodefesa do Japão.

Assim como as baratas, escorpiões, Goku e Chuck Norris, os japoneses sobreviveram à radiação da guerra nuclear em 2012. Sim, muitos podem não acreditar que eles sobreviveram a uma guerra nuclear, mil terremotos e uma gripe suína, mas tudo isso tem uma explicação, é que os japoneses possuem uma resistência desumana.

Economia

Japonês moderno e suas duas esposas.
No Japão tudo é high-tech.

O país foi o inventor do maldito sistema de trabalho japonês, onde se trabalha 27 horas por dia. Inclusive, muitas de suas tecnologias abastecem gratuitamente Washington, D.C. e Pequim devido a isso. Tudo isso faz parte de um plano de indiretamente conseguir transformar qualquer cidadão do mundo em seres totalmente emos.

O Japão saiu da Segunda Guerra Mundial completamente arruinado. Não dispondo de solos férteis para plantar inhame como os demais países derrotados da guerra, os japoneses optaram por fazer investimentos maciços na área de tecnologia. Adquiriam algumas unidades dos produtos líderes de mercado, desmontavam estes produtos peça por peça, reconstruíam com materiais genéricos e vendiam em larga escala, sem pagar qualquer tipo de royalty àqueles fabricantes ianques filhos da putas gordas.

Hoje em dia o Japão produz quase tudo, videogames, eletrônicos, carros, bizarrices, animes, mas seu principal produto de exportação são cães vira-latas vendidos para restaurantes coreanos. Esse país precisa importar café, carne de vaca, leite de vaca, petróleo, maconha, cocaína, LSD, prostitutas tailandesas e dekasseguis.

Atualmente, lá você compra um Subaru, Nissan ou Lexus com 1 mês de salário de limpador de privada. Usa dois anos e joga ele no ferro velho para não pagar os altíssimos impostos sobre veículos velhos. Dá para montar uma casa completa no dia do lixo eletrônico. Dizem que os brasileiros que emigram para o Japão não compram nada, pegam tudo no lixo eletrônico.

Política

Um tsunami norte-coreano

Para apaziguar as crianças do Japão, após a Segunda Guerra Mundial o governo do Japão exigiu que os japoneses passassem a maior parte de suas vidas assistindo anime para entrar em estado de êxtase eterno (Pikachu). A redução do pênis foi provocado pelo consumo exagerado de soja transgênica importado dos Estados Unidos.

Desde então, o país está dividido em três facções: A facção pró-ocidental que apoiam os EUA, a facão pró-china que apoiam o comunismo chinês-russo, e a facção pró-hentai que vê no hentai a solução para todos problemas da sociedade.

Diferenças culturais? Propaganda de recrutamento das Forças de Auto Defesa do Japão

Geografia

Monte Fuji, a maior montanha do Japão.

O Japão é uma ilha no meio do nada, quase plana, com alguns morros, como o monte Fuji que eles acham que é alguma coisa de mais, onde se localizam algumas das maiores favelas da Ásia. Fora isso, são vários os rios poluídos, nos quais há bastante peixes, os quais viram sushi, sashimi e outros rangos exóticos com suas carnes cruas e repletas de toxinas letais.

O Japão é o pior lugar do mundo para se viver. Tem vulcões ativos, terremotos, enchentes, maremotos, furacões, tufões, tornados, nevascas, avalanches, terrorismo norte-coreano e finalmente a falência do mercado financeiro, é praticamente pedir para morrer.

Por isso eles sofrem diariamente imaginando que o Godzilla sairá do mar para, finalmente, matar todos os japoneses.

O arquipélago japonês está isolado de seus simpáticos vizinhos Coreia do Sul, Coréia do Norte, China, Taiwan e Rússia pelo Mar do Japão (também chamado de "Mar da Coreia" pelos coreanos, "Mar da China" pelos chineses, "Mar da Rússia" pelos russos). O ditador norte-coreano Kim Jong Il anunciou que está pronto para negociar paz com Japão em troca de gueixas japonesas para reduzir a escassez de bebês na Coreia. Por isso o Japão decidiu formar sua própria língua, cultura, religião e costumes. No entanto, esses costumes sempre foram mal vistos pelos seus vizinhos, por serem totalmente incompreensíveis, inspirador de furiosa frustração.

Subdivisões


Ilhas

Formação das ilhas japonesas segundo a mitologia shintoísta.

O arquipélago japonês é formado por quatro grandes ilhas (sem contar as Coreias, parte da China e parte da Rússia, segundo o governo), são as ilhas:

  • Honshu - Principal e maior ilha do país, onde a maioria dos japas se apertam para viver e onde a maioria dos terremotos acontecem.
  • Shikoku - Lugar radioativo, procure manter distância desse lugar.
  • Kyushu - Conhecido como a Flórida do Japão, popular por suas praias e por ser a porta de entrada de imigrantes ilegais vindo de balsas.
  • Hokkaido - O Acre do Japão, não há muito do que se falar...

População

Um Emo homem japonês.
O sonho de consumo dos Otakus. Pro azar deles, só 1% das mulheres de lá são lindas como ela.

O Japão é o segundo maior produtor de Japoneses do mundo, perdendo apenas para o bairro da Liberdade. É tudo igual e são todos iguais, os japoneses se reconhecem nas ruas com a ajuda de crachás.

A formação da raça japonesa aconteceu há mais de 8000 anos, quando uma anomalia genética causada por excesso de catarro fez com que nascesse um japonês de pênis diminuto. Excluído por tudo e por todos, este estranho humanoide dirigiu-se então para uma ilha distante onde foi obrigado a mudar drasticamente sua alimentação, passando apenas a comer arroz, bambus e peixes que pescava. Após muito tempo de reclusão, fez amizade com uma panda, que mais tarde viraria sua parceira e juntos povoariam toda região.

Evolução

Evolução dos japoneses.
Característica das pessoas baseado por regiões do Japão

Dados demográficos relevantes:

  • Dos 120 milhões de japoneses, 99% moram em cidades, e os outros 1% em casas-barco.
  • Os idosos representam 96% da população do país.
  • 98% dos japoneses mentem em pesquisas de opinião.
  • Nas cidades, em média 50 japoneses vivem a cada 5 metros quadrados.
  • A expectativa de vida é de 235 anos, mas caso haja um terremoto ela se reduz para 22 anos.

Cultura

A paixão nacional japonesa. O videogame, claro.
Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Hentai.


Os japoneses trabalham mais de 15 horas por dia, e preferem beber saquê com os amigos, interagir com robôs, comer sozinho, sentar no chão por falta de cadeira e ficar descalço (e não por falta de dinheiro), a viver com seus familiares.

Este país durante muito tempo tem sido um exemplo brilhante das filosofias do peixe (nada, nada e nada, mas morre na praia), ou a tradicional harakiri, o suicídio por se achar ruim o bastante para morrer, considerado o ritual emo mais antigo do mundo.

Fanáticos por limpeza, os únicos lugares do Japão onde você encontra um papelzinho e sujeirinha no chão, são ocupados por brasileiros.

Coisas como essa geralmente fazem qualquer ocidental perguntar: "Mas que porra é essa???"

Japoneses não têm pudor, as pessoas não têm vergonha de se exporem nuas na frente dos outros, os ofurôs japoneses são públicos. É comum encontrar gente estranha e consumista, uma fauna adolescente das mais curiosas, com cabelos coloridos, calças largas, penteados esquisitos, um esforço danado para parecerem diferentes e moderninhos. Não sei de onde japonês tira que nos EUA alguém anda daquele jeito, vestido de Pokémon.

No Japão é comum a arte de gestão empresarial Kakunin-dô, ou a arte de gerenciar coisas. Devido ao sucesso financeiro do Japão, o kakunin-dô foi estudado e copiado por empresas gringas e executados por algum tempo, até que os dirigentes gringos começaram a se jogar de prédios e a morrer de tédio por volta de 1929, e por isso esta prática foi abandonada no ocidente.

A filosofia japonesa se baseia basicamente no trabalho (considerado sagrado), saquê, honra, disciplina, anime e harakiri.

Evolução da bandeira

Culinária

Uma especiaria da culinária japonesa: Snacks de tentáculos estupradores.

Aquela comida crua dos japoneses não tem gosto, é como um isopor temperadinho, e você tem que tomar cuidado pra não comer os enfeites de mesa que são muito parecidos com a comida.

Feijão lá é consumido doce. Nunca ofereça feijoada salgada a um japonês que ele vai ficar com nojo.

Esportes

O esporte especialmente desenvolvido para os japoneses são: judô, karate, kendô, sumô, karaokê, ritual do chá, ritual de seppuku, construir automóveis, fotografia turística e voyeur.

Religião

Os xintoístas, adoram deuses conhecidos como "laptops".

Ninguém sabe ao certo que diabos é aquela religião deles.

Música

Lá qualquer comercial com uma dança besta de 15 segundos pode virar uma música de discoteca com 3 minutos. Com esse comercial incrivelmente idiota, uma modelo e atriz vira uma cantora com 2 músicas. E ainda faz um sucesso do caramba.

Imagens valem mais que mil palavras. Assista:


'''Pagode japonês'''


'''Sertanejo japonês'''


Urbanização

Hotel muito espaçoso no Japão. Somente gente muito rica pode habitar os jazigos túmulos... buracos na parede

Japão é uma imensa favela hi-tech, com barracos de papelão grudados uns nos outros, gente que mora empilhada, pequenos edifícios erguidos a um centímetro da estrada de ferro, ruas apertadas, minúsculas plantações de chá e arroz entre um arranha-céu e um caixote de eucatex com 300 apartamentos.

Transportes

Aspecto de uma das típicas largas avenidas do Japão, acredite, essas vias são de mão dupla!

O trânsito no Japão resume-se a uma palavra: Inferno!

As ruas são ridiculamente apertadas, não tem nome e não tem calçadas, por isso carros e pedestres tem que dividir o mesmo espaço e (tentar) conviver em harmonia. Só que os japas lesos andam no meio da rua como se tivessem passeando em um parque e os carros andam tirando fino das casas, dos postes, ou das máquinas de refrigerantes que esses caras insistem em colocar no meio da rua. Pior ainda que é proibido estacionar em qualquer lugar no centro das grandes cidades, fazendo com que você tenha que gastar seus preciosos yens em estacionamentos nada baratos (em média 500 yens por hora).

Vendo essa situação o governo japa tentou achar uma solução, criando vias expressas, enormes conjuntos de viadutos e túneis que estão presentes nas maiores cidades do país, mas o que era para ser uma solução no final se tornou um problema, porque as vias expressas japonesas parecem mais uma montanha russa gigante que só serve mesmo como cenário para mangás como Initial D e Wangan Midnight. Todavia, o atraso médio dos trens-bala são de seis segundos.

Outro ponto interessante é a quantidade de pedágios que existem por todo lugar, atravessar de carro o país de ponta a ponta (o que dá aproximadamente 300 metros) deixará você milhares de yens mais pobre, sugiro que vá a pé ou de trem-bala.

Ver também

O Japão tem uma cultura muito respeitosa
Mirror2.jpg
Conheça também a versão oposta de Japão no Mundo do Contra:


Espelhonomdc.jpg
Flag-map Japão.png Japão
HistóriaPolíticaSubdivisõesGeografia
EconomiaCulturaTurismo
Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas