Jarash (governorado)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Jarash é mais um dos governorados da Jordânia. É conhecido principalmente pela produção de tanques de guerra para a Jordânia e também das novas armas que o exército futuramente poderá usar. O detalhe curioso é que as armas são produzidas por moradores de rua e por pivetinhos que mal sabem o que significa Xvideos, mas já sabem manusear uma AK.

História[editar]

Um dos moderníssimos campos de futebol de Jarash.

A região é uma das mais empobrecidas da Jordânia (como se isso fizesse diferença) e é também uma das que mais tem influência política pelo país, sendo que 98% dos votos vem de lá. Claro que tem um truque aí! Países do oriente médio são os mais corruptos e não importa de que região nós estamos falando, certamente é um lugar tão pobre e que tem tanta insignificância para alteração de resultados políticos que é quase nulo a "democracia" por lá.

Mas é simples: Jarash é o fator x de decisões políticas devido ao fato de que a densidade demográfica é maior por lá. Bem, é foda não ter camisinha no deserto, correto?

De qualquer maneira, por mais de 100 anos as decisões políticas sempre vinham desta região, pois a regra é clara: quanto mais gente enfurnada e estressada em um lugar só, mais burras essas pessoas serão e mais fácil será de você usá-las para suas decisões políticas.

Segundo o Google e outras agências de informações pseudo-governamentais, a região é a menos habitada da Jordânia e não se deve levar em consideração os dados fajutos oferecidos nesta página. O presidente do planeta Terra do Google ainda disse:

Cquote1.png A Desciclopédia está assassinando os órgãos de informação com suas informações idiotas sobre a Jordânia! Cquote2.png
Presidente do Google

Nota de defesa[editar]

A Desciclopédia Fuuuundêitchon não se responsabiliza por possíveis danos cerebrais e pela nota da sua pesquisa sobre a Jordânia acabar como uma bela porcaria após usar os dados contidos nesta página. Por isso, vá por própria conta em risco.

Por último, este artigo acabou fugindo por inteiro do assunto. Não damos reembolso.