Jenipapo de Minas

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Jenipapo de Minas é um município de Minas Gerais (apesar do fato de parecer ser uma cidade falida do sertão baiano) cheio de mato e poeira, isso sem falar nos caipiras. Por causa da alta quantidade de analfabetos foi lá que Lula e Dilma fizeram algumas de suas campanhas.

História[editar]

Uma das obras prometidas e feitas pelo prefeito Marlio da Costa.

Jenipapo de Minas tem uma história desinteressante. Acho até melhor pular logo para a parte em que começa a falar das fofocas de Jenipapo pois é a única coisa que se tem para falar além de falar mal da praça, do padre, do prefeito (não comprovado cientificamente a existência), do padeiro e do peido do vizinho. Por que tudo começa com "P"? Vai saber...

Reza a lenda que Jenipapo de Minas tinha sido fundada por um boi e uma Vaca no cio, esses dois animais no futuro acabaram aumentando a população para os níveis que estão hoje. Por isso que é bem comum você pensar que Jenipapo de Minas é um campo de criação de gado e não um município.

Se bem que até dá pra entender porque confundem a cidade com um campo de criação de gado já que os habitantes parecem, agem e são como um boi e uma vaca. Apesar de ser meio irônico pode haver rodeios por lá (é o interior de minas gerais, não tem como evitar). Seja como for, um desses bois ficou experto o suficiente para saber que ele poderia virar prefeito da cidade se a emancipasse e ganhar um bom dinheiro com isso.

Ele então faz isso mas descobre que em lugares tão remotos como Jenipapo de Minas o dinheiro nunca chega.

População[editar]

De maioria analfabeta, até mesmo o Padeiro tem que dar um jeito para conseguir anotar quem tá devendo o que. Para saber os preços ele coloca o valor e o desenho ao lado. É bem comum ouvir isso quando se chega em uma Padaria em Jenipapo de Minas:

Cquote1.png O pão custa tudo isso? ... Aquilo não pode ser um pão! ... Você está me enganando seu filho da... Cquote2.png
Morador de Jenipapo de Minas brigando com o padeiro

Imagine como é a confusão de idosos na fila da farmácia.

A população é como a cidade: tem um clima caipira misturado com sertão. Por isso a sociedade é dividida em três níveis: playboys, idosos/carolas e caipiras que sempre dominam a hierarquia desses bananais fantasmas como Jenipapo. O assunto preferido da população é o Brasileirão já que é o mais próximo de leitura que eles tem.

Certa vez tentaram implantar um jornal lá, um desavisado tentou fazer isso e acabou levando uma grande falência. Enfim, é lá onde a maioria dos políticos vai entregar comida em troca de votos. Já tentaram alfabetizar todo mundo, mas os caipira não queria aprender ler.

Administração[editar]

  • Prefeito: Polegar (não sabe escrever o nome então pôs só o polegar... Tá sem o nome)
  • Vice-prefeito: Estranhamente está um pedaço de beterraba aqui (não pôs também)
  • Presidente da câmara de vereadores: Desde a emancipação não há um.
  • Secretário da educação: Polegar de um mendigo na frente da prefeitura
  • Secretário da saúde: Polegar de uma mulher com menos de 10 dentes na boca.
  • Não creio que você teve todo este trabalho pra me classificar também como caipira, uma vez que não sou playboy e sou também novo demais para ser um idoso
  • Jenipapo é só um deserto com nome de fruta onde o povo fala mal da vida dos outros e o prefeito e seus companheiros roubam todo mundo sem ninguém reclamar