Jenny (O Massacre da Serra Elétrica)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gordoninja.jpg Este artigo é sobre um ninja!

Se você vandalizar, ele e os outros ninjas
do dojô irão matá-lo!

Cquote1.png Você quis dizer: Sally Hardesty 2.0 Cquote2.png
Google sobre Jenny (O Massacre da Serra Elétrica)

Jenny utilizando um de seus ninjutsus para tentar escapar (sem sucesso) das garras e da motosserra de Leatherface.

Jenny é a semi-protagonista ninja e imortal do filme O Massacre da Serra Elétrica - O Retorno. Utilizando os seus ninjutsus, ela conseguiu escapar várias vezes das garras e da motosserra de Leatherface. Está certo que o vilão da máscara de pele humana já não é mais o mesmo de antigamente, além de ter suas dificuldades para matar protagonistas, mas mesmo assim, fugir dele pode ser considerado um feito. Infelizmente (ou felizmente, pois se ela tivesse fugido não teria filme), os truques de Jenny não foram suficientes para livrá-la da fúria da perna mecânica de Vilmer Sawyer, o doidão que sente tesão em bater em mulheres e pisar em suas cabeças até a morte. No fim, após resistir a muitas torturas à lá BOPE, Jenny conseguiu escapar, e foi parar no mesmo hospital onde estava internada sua inspiração de vida, Sally Hardesty.

Características[editar]

No princípio do filme, ninguém achava que Jenny era a protagonista, pois ela se vestia como uma nerd estranha, e usava um óculos fundo de garrafa que ela roubou de sua avó. Ou seja, ela tinha tudo para ser apenas mais uma vítima de Leatherface, que seria torturada, pendurada no gancho e morta de maneira cruel no decorrer do filme. Além disso, o diretor focou bem mais em Heather, que apesar de não ser mais bonita, era a corna garota popular do colégio. Porém, no frigir dos ovos, Jenny testou tudo o que aprendeu nos livros de física quântica, desmistificando diversas leis da gravidade, e impressionando os espectadores do filme com as suas cambalhotas circenses e voadoras mortais, que botaram medo até no próprio Leatherface. Jenny conseguiu botar tanto medo no vilão que, posteriormente, ela o mandou ficar no cantinho da disciplina, e foi obedecida.

Apesar de tudo, Jenny não usou muito o cérebro no decorrer do filme. Ela teve diversas chances de matar o demente do Vilmer Sawyer de uma vez por todas, mas jogou todas elas no ralo, deixando que este retardado sobrevivesse até quase o fim do filme, quando ele levou uma aviãozada na cabeça, para delírio das 3 pessoas que estavam no cinema e não aguentavam mais ter que ficar olhando para a cara feia desse retardado sem sal.

História[editar]

A nerd e o retardado, o casal perfeito!

Jenny era uma típica garota retardada de colégio, que estava muito animada com a sua formatura que aconteceria em uma das boates mais badaladas da cidade, e que teria como DJ a renomada Vanita 'Stretch' Brock. O único problema é que, como era nerd e ficava estudando Murphydinâmica Quântica aos sábados a noite, ela não tinha nada minimamente decente para vestir, e teve que usar um vestido que ganhou de presente de sua bisavó, quando a velha ainda não tinha entrado em estado de putrefação. Mesmo com esse vestido que parecia com uma roupa de astronauta, Jenny ficou interessante, e conseguiu agradar ao seu namorado de aluguel Sean, outro sujeito sem vida-social que nutria uma paixão pela matemática.

Durante a formatura, disposta a finalmente perder a virgindade, pois já tinha 20 anos e não aguentava mais ser zoada pelas suas coleguinhas, Jenny levou Sean para o carro de Heather, a sua melhor e única amiga, onde os dois começaram com os amassos típicos de adolescentes dos anos 90. O que Jenny não esperava é que Heather sairia da festa de formatura bem mais cedo do que o previsto e aceleraria com tudo o veículo, com raiva de seu namorado Barry, que a tinha traído com uma garota de cabelo pixaim, que dorme com calcinhas compradas na feira e que não usa Dove. Para diminuir o impacto de ver sua amiga transando no banco de trás de seu carro, Jenny resolveu se revelar, e disse que limparia pessoalmente todas as manchas suspeitas que tinham ficado grudadas no banco. Como já estava de cabeça cheia (diferente do namorado de Jenny, que estava de cabeça vazia), Heather nem ligou muito, e estava apenas preocupada em discutir a relação com Barry.

Enquanto os pombinhos discutiam a relação, Barry tentava se desculpar por ter traído Heather, enquanto pedia para passar as mãos nos peitos e em todo o resto de Jenny. Os dois ficaram com tanto blá blá blá, que Heather acabou batendo seu carro no único outro carro que estava passando pela avenida de 200 metros de largura, o que fez com que seu veículo fosse parar lá no meio do matagal, mais precisamente atrás da moita. Para resolver este pequeno problema, Jenny e os outros foram pedir ajuda para o primeiro coitado que passasse e que tivesse um celular, coisa difícil, já que eles estavam em uma região caipira, e deixaram Sean tomando conta do carro batido e do motorista do outro carro, que já estava em estado catatônico e com 1 pé e 3/4 na cova.

Com Leatherface em seu calcanhar, Jenny foge para o lugar mais seguro do mundo, o topo da antena parabólica da Sky.

Quando finalmente encontraram um pequeno escritório de sabe-se lá o quê, onde Darla Sawyer fingia que trabalhava, o grupo pediu ajuda, mas Darla não conseguia tirar os olhos dos peitos de Jenny (sim, eles fizeram mais sucesso do que o filme em si). Após alguns acertos financeiros, em que Barry se comprometeu a pagar com sua coleção de tampinhas de garrafa pelo socorro, Darla chamou o seu namorado/marido/amante/parente para sacanagem Vilmer Sawyer, um doidão que dirigia um guincho. O único porém é que o cara estava chapadão, após experimentar 7 quilos de maconha produzida nos melhores cativeiros da Bolívia, e estava com vontade de empalar muita gente. O primeiro que experimentou esta fúria foi o solitário namorado de Jenny, Sean, que foi atropelado 20 vezes por Vilmer, morrendo vázias vezes depois de morto.

Enquanto isso, Jenny e os outros dois estavam voltando para seu carro, quando avistaram um Chevetão passando por ali, e resolveram pedir ajuda. Como o motorista era um FDP e não parou sua máquina, Heather e Barry correram atrás dele como doidos, pois sabiam que era raríssimo algum veículo passar por aquela região abandonada, e que provavelmente não teriam outra oportunidade de sair daquele fim de mundo. A única que não correu atrás do veículo foi a própria Jenny, pois queria evitar a fadiga, o que a fez se perder dos outros dois, para sua sorte. Agora, sozinha e com uma lanterna que só funcionava na base da pancada, Jenny começou a explorar as redondezas, para ver se encontrava os seus amiguinhos. Não os encontrou, mas achou Vilmer Sawyer rodando por ali, e aceitou uma carona do demente, achando que estava salva e ignorando todos os conselhos de sua mãe, que sempre dizia que não era para ela entrar em carros de estranhos, principalmente de estranhos canibais com tendências de serial killer.

Após um papo bem estranho, em que Vilmer explicou como se tempera um defunto usando apenas sal, pimenta e shoyu, Jenny finalmente percebeu que estava em uma furada, e, usando suas habilidades ninjísticas, conseguiu escapar do carro do doido. Mesmo toda quebrada, Jenny achava que tinha se salvado, mas seu terror estava apenas começando. Enquanto estava escondida em uma plantação de bambus, Jenny teve o desprazer de conhecer Leatherface e sua motosserra de estimação. Após correr pra caralho e de quebrar uma janela com o próprio corpo, coisa que aprendeu com sua inspiração Sally Hardesty, Jenny resolveu usar novamente os seus ninjutsus, pois eles eram a sua única salvação. Então, quando tudo parecia perdido, Jenny usou sua habilidade oculta de voar, e se agarrou no fio de força. Apesar de não querer ficar sem energia elétrica em sua casa, principalmente porque já estava para começar a sua novela favorita, Leatherface cortou o fio, fazendo com que Jenny caísse de 10 metros (exatamente como Sally, novamente). Assim como Sally, Jenny não sofreu nenhum arranhão após cair dessa altura, e já estava pronta para continuar correndo.

Aproveitando-se de sua imortalidade de protagonista, Jenny consegue escapar inteira dos Hewitt/Sawyer. Querendo colocar aquela cambada de dementes atrás das grades, ela relata para o policial ressucitado L.G. McPeters todas as situações pelas quais passou, inclusive descrevendo a travequice de Leatherface.

Depois de muita correria e gritaria, assim como Sally, Jenny pediu abrigo em território inimigo, mais precisamente no escritório de Darla Sawyer, que era mais um dos trocentos integrantes da Família Hewitt/Sawyer, provando que inteligência não é o seu forte. Assim como Sally, estando em território inimigo, Jenny levou alguns golpes, foi capturada, posta no porta-malas e levada para a casa dos Hewitt, onde jantaria tranquilamente e depois seria dissecada, desossada e servida com batatas no almoço do outro dia.

Mas na casa, quando Jenny achava que seria morta, começaram a acontecer várias doidices, pois ninguém lá regulava muito bem. Ao misturar pinga com crack, Vilmer Sawyer ficou mais doidão do que de costume, e começou a encher a cara de sua esposa de bolachas, e fez isso com tranquilidade, já que nos Estados Unidos da América ainda não existe a Lei Maria da Penha. Além disso, Vilmer desceu a porrada em seu irmão, apenas porque ele era feio e estava fazendo seus olhos arderem. Jenny aproveitou essa confusão para pegar uma carabina que estava coincidentemente jogada no meio da sala de jantar, e estava pronta para mandar todos aqueles loucos para o inferno, mas como não sabia manejar uma arma, acabou fazendo cagada, e foi capturada outra vez, perdendo sua melhor chance de escapar daquele hospício.

Após conhecer da pior maneira possível alguns agentes do governo que estavam fiscalizando os Hewitt, e descobrir que tudo aquilo não passava de uma conspiração de Bush, assim como o 11 de Setembro de 2001, Jenny usou mais uma vez os seus ninjutsus, conseguiu se libertar das cordas que a prendiam e se aproveitou que Vilmer usava uma perna mecânica para torturá-lo um pouco antes de fugir dali.

Jenny correu, correu, e conseguiu entrar dentro da van de um casal de múmias, que estava indo para o enterro da Hebe Camargo. Apesar da velha FDP não querer parar o carro, o velho gente boa resolveu deixar que a garota entrasse, até porque ele percebeu que ela estava fugindo de um doido canibal armado com uma motosserra que estava usando uma máscara de pele humana. O problema é que Vilmer Sawyer, mais doidão do que nunca, também estava com o seu carro, que inclusive estava tunado com Nitro, e, com a ajuda de Leatherface e sua motosserra, conseguiu fazer com que a van dos velhos capotasse.

Jenny tinha tudo para ser capturada, mas como não desiste nunca, continuou fugindo, correndo para a estrada principal e esperando por um milagre. Vilmer tentou peseguí-la, porém o idiota levou uma aviãozada na cabeça, pois o Comandante Hamilton, que estava sobrevoando por aquelas bandas, percebeu que, se a garota estava fugindo desesperada daquele sujeito, boa coisa ele não era. Agora só sobrou Leatherface, mas Jenny nem precisou enfrentá-lo, pois apareceram os agentes do governo para levá-la ao SUS e matá-la de vez de tédio esperando atendimento na fila infinita. Lá no hospital, Jenny explicou o que tinha acontecido para o policial L.G. McPeters, e depois, viu passando Sally Hardesty, que apesar de muito mal, não estava morta, pois essa não morre de jeito nenhum.

Comparações com Sally Hardesty[editar]

Jenny Sally
Quebrou uma janela com o próprio corpo, e nem se arranhou Idem
Teve uma queda de mais de 10 metros, e não se abalou (pelo menos não muito). 2 segundos depois, já estava pronta para continuar correndo e gritando Idem
Após muita correria, foi pedir abrigo no escritório de Darla Sawyer, uma integrante da Família Hewitt/Sawyer. Acabou levando alguns golpes de um bastão que dá choque e foi posta no porta-malas do carro de Darla Após muita correria, foi pedir abrigo no posto de gasolina de Drayton Sawyer, um integrante da Família Hewitt/Sawyer. Acabou levando alguns golpe de vassoura (pois naquela época ainda não existiam os bastões de choque) e foi posta no banco de passageiros do carro de Drayton
Levou algumas porradas, foi maquiada por Darla e obrigada a jantar com a Família Hewitt/Sawyer, sendo torturada psicologicamente durante esse evento Levou algumas porradas, não foi maquiada porque naquela época as maquiagens custavam o olho da cara e foi obrigada a jantar com a Família Hewitt/Sawyer, sendo torturada psicologicamente durante esse evento
Após correr para a estrada principal, foi socorrida pelo Agente Rothman, que tem o poder de mandar e desmandar nos Hewitt/Sawyer Após correr para a estrada principal, foi socorrida pelo negão que atropelou Hitchhiker e enfrentou Leatherface, que tem o poder de tacar chaves na cabeça dos Hewitt/Sawyer


v d e h
BUUUUUZZZZZZZZZZZZZZ!!! O Massacre da Serra Elétrica...
Leatherface montagem 2.jpg