Jenny McCarthy

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Alimento podre.jpg
Jenny McCarthy é vegetariano(a)!!

Ele(a) defende os direitos dos animais sem se importar com os direitos das plantas, é tão esbelto(a) quanto a Olívia Palito e come peixe escondido dos outros! Se vandalizar este artigo, você vai comer uma lasanha de couve ao molho branco!

Conheça outros fitófagos clicando aqui

Jennifer Ann McCarthy
Jennifer Ann McCarthy
Nascimento 1 de novembro de 1972
Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos
Ocupação Puta
Altura 1,70
Signo Escorpião
Cabelo Louro


Jenny McCarthy é uma loira peituda gostosona estadunidense que adquiriu fama da maneira mais rápida e fácil que uma mulher dessas poderia conseguir: tornando-se uma Coelhinha da Playboy. Não somente ela, mas também sua irmã posaram inúmeras vezes para a Revista Playboy e daí tiraram sustento para a família durante anos, até que Jenny McCarthy cansou daquela vida medíocre de puta paga e seduziu John Mallory Asher, um ator e cineasta cuja carreira sempre foi um fracasso e, portanto, ter uma gostosa daquelas ao seu lado certamente seria de grande ajuda para sua autoestima. Agora casada com um cafetão cinematográfico, ainda que loser completo, Jenny McCarthy passou a arrumar bons conchavos em Hollywood e foi fazendo participações especiais em filmes de quinta categoria, sendo considerada a partir daí uma atriz quase do mesmo nível de Pamela Anderson, outra loirosa siliconada que começou a carreira se arrombando toda para a Playboy. Como sempre rolavam altas surubas na Mansão da Playboy, Jenny McCarthy era um poço ambulante de DSTs, e quando engravidou do marido, o bebê nasceu problemático. O casal levou o filho ao médico e recebeu o diagnóstico de que a criança era portadora de autismo. Como jamais admitiria seu passado desonroso, Jenny McCarthy culpou as vacinas pela doença.

[editar] História

Gina Carano e Jenny McCarthy servindo ao BOPE!

Jenny McCarthy nasceu em Chicago, Illinois, e frequentava uma escola católica só para agradar aos pais conservadores. Na verdade, ela não estava nem aí para os estudos e só queria mesmo era ser líder de torcida, função esta que desempenhava com muito gosto e sucesso. Mesmo sendo burra feito uma porta, Jenny McCarthy sempre tirava as notas mais altas da turma e era a queridinha dos professores, especialmente os do sexo masculino. Logo, ela não teve grandes dificuldades em entrar para a faculdade de enfermagem que tanto queria, até porque qualquer doente ficava curado rapidinho só de ver uma enfermeira daquelas. O complicado era na hora de pagar o estabelecimento, já que Jenny McCarthy não sabia lidar direito com dinheiro. Certa vez, ao invés de assinar um cheque, assinou uma foto sua, e depositou no banco. Quando a universidade recebeu o pagamento, imediatamente entrou em contato com o reitor Hugh Hefner, que disse que só perdoaria Jenny McCarthy se ela lhe enviasse particularmente outras fotos, de preferência sem roupa. Assim foi feito, e tais fotos foram utilizadas mais de 8000 vezes pela Playboy, consagrando Jenny McCarthy como uma das principais modelos da revista.

Logo, a MTV, o segundo maior veículo de entrenimento cultural para jovens nerds e punheteiros dos Estados Unidos, botou o olho em Jenny McCarthy e contratou-a como VJ, dando a ela um desses programas toscos sobre namoro semelhantes aos que a Fernanda Lima e a Daniela Cicarelli apresentavam por aqui no Brasil. A NBC não perdeu tempo e ofereceu a ela algo melhorzinho para apresentar, mesmo sabendo que o único talento de Jenny McCarthy consistia em sua beleza e que apenas isso sustentaria a audiência de qualquer programa que apresentasse, independente de ser bom ou ruim. Mas ela queria mesmo era ser atriz, então não durou muito nesses empregos porque foi demitida.

Convencida de que seu casamento com John Mallory Asher foi uma merda, Jenny McCarthy pediu o divórcio, mas não antes de ser premiada com o Framboesa de Ouro por um trabalho em conjunto com ele e Carmen Electra. Vendo que precisava se enrabichar com alguém mais famoso, Jenny McCarthy escolheu Jim Carrey como novo cônjuge, e desde então sua carreira milagrosamente deu um salto e tornou-se muito mais respeitada. De repente, ela lembrou que tinha um filho e tornou-se ativista humanitária pelos autistas, além de escrever livros a respeito do assunto. Por estar namorando um comediante, Jenny McCarthy também passou a ser considerada humorista, e para ser levada a sério de vez (um tanto contraditório, não?) chegou até a remover os implantes de silicone dos seios. Quando todos estavam quase acreditando que ela havia deixado de ser puta, eis que surge Jenna Jameson e revela que ambas vinham tendo um caso às escondidas. A história é confirmada como sendo verídica, e Jim Carrey pula fora da cilada. Desde então, a última aparição de Jenny McCarthy foi em um dos jogos da série Red Alert.

v d e h
Humoristas, comediantes e coçadores de saco
MontyPython.jpg
Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas