Jesúpolis

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Jesúpolis é um distante quintal de Analpolis que o IBGE considera como município mesmo tendo uma quantidade insignificante de habitantes, sem contar a sua produção cultural e tecnológica pífia e irrelevante à humanidade, não passa de um lugar para se fazer nada ao acordar até dormir (para os mais agitados há a opção de ir arar e regar a terra).

História[editar]

Jesúpolis no horário de rush (repare que não há carros).

Em alguma época muito distante perdida nos registros dos confins do Brasil, havia um latifúndio desconhecido isolado da humanidade embrenhado no mato no meio do cerrado lá no meio de Goiás, diz a lenda que ali fica Jesúpolis, a cidade onde Judas perdeu os cadarços após trair Jesus. Devido a essa lenda que a cidade tem tal nome tão bizarro.

Separou-se de Anápolis sem que Anápolis sequer soubesse que aquela currutela de Jesúpolis fossem territórios deles no passado, mas tudo bem, hoje Jesúpolis é um dos mais simpáticos, inúteis, irrelevantes e insignificantes municípios de Goiás, quiçá do Brasil, quiçá do mundo, quiçá do sistema solar, quiçá do universo!

Geografia[editar]

Jesúpolis está oficialmente localizada, de acordo com os rumores e especulações, na Microrregião de Analpolis (tradução do goianês, Cidade do Cu). Para chegar nesta cidade, entre no meio do mato e comece a andar a esmo. Com sorte você encontra Jesúpolis, mas muito cuidado com os gnomos que guardam a entrada do município.

Economia[editar]

No geral a economia numa cidade dessas é inexistente, todavia, teorias da conspiração defendem que a fábrica secreta com a fórmula secreta do Guaraná Jesus fica em Jesúpolis, e daí vem o nome da bebida, um xarope muito popular em Goiás.

Religiosidade[editar]

"Cidade" marcada pela religiosidade. A religião dominante é o cristianismo e suas dezenas de igrejas, uma a cada esquina. Há mais igrejas e praças do que moradias e fazendas.