Companhia de Jesus

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Jesuítas)
Ir para: navegação, pesquisa
Santaceia.jpg E nomine patris et filii et spiritus sancti!

Este artigo foi criado por um cristão devoto. Ele vai à igreja todos os domingos com o intuito maior de tomar vinho louvar o SENHOR. Se você vandalizar, Jeová Deus te mandará sem hesitar para o inferno!

Cquote1.png Experimente também: Hereges Cquote2.png
Sugestão do Google para Companhia de Jesus

Cquote1.png Não me culpem! Não fui eu que criei isso. Cquote2.png
Papa Francisco sobre Companhia de Jesus.
Cquote1.png Hmm... eu posso usar isso para manipular as pessoas... Cquote2.png
Companhia de Jesus.
Cquote1.png Isto não é coisa do meu póóiii! Eles não herdarão os Reinos dos Céus. Cquote2.png
Inri Cristo sobre Companhia de Jesus.
Cquote1.png Filhos da puta! Cquote2.png
Ordem dos Fransciscanos sobre Companhia de Jesus.
Cquote1.png Mas como vocês são burros, caras! Cquote2.png
Caetano Veloso sobre jesuítas.
Cquote1.png Mim não gosta dessa gente, NUNCA! Cquote2.png
Índio sobre jesuítas.
Cquote1.png Por que eu não pensei em criar isso antes?! Cquote2.png
Edir Macedo sobre Companhia de Jesus.

Os jesuítas parecem ser pessoas normais, mas são todos viciados em Tibia.

Companhia de Jesus é uma ordem religiosa criada pelo católico Ignácio Boiola em 1400 e pirâmides do Egito. Conhecida também como Ordem dos Jesuítas a entidade religiosa de freiras masculinos (Hã?), correligionários e gente que queria ganhar um dinheiro fácil saiu ao redor da Espanha e da América do Sul para catequizar os povos índigenas dessas "novas terras" e ter encontros com Deus com suas mulheres. A Companhia de Jesus chegou a ser "desativada" depois de casos de pedofilia com os Baixinhos da Xuxa, no entanto foi reativada pelo Papa Nicolau.

Formação[editar]

O religioso espanhol Ignácio Boiola depois de uma confissão com um bispo católico e comunicou-se diretamente com o Pontifex Maximus acerca dos rumos que a Igreja deveria tomar daqui em diante. O Papa então lhe disse que ele deveria ser o próximo Agostinho e criar mais uma ordem para arregimentar mais cegos espirituais até a falsidade que é a Igreja Católica. Boiola prometeu que espalharia as palavras de Jesus, o Carpinteiro até os pontos mais distantes do Planeta Terra em nome de Deus e do Catolicismo. Assim era criada a Companhia de Jesus.

Cquote1.png Esta é a minha arma secreta contra os protestantes Cquote2.png
Papa Bento XVI sobre Companhia de Jesus.

Para combater todas as "heresias" que os pagãos transmitiram para o povo europeu, Boiola formou e lançou o primeiro grupo jesuíta, formado por três vigários, um arcebispo, dois coroinhas e uma cabrita desmamada, para ensinar os princípios divinos para aquele povo sem instrução. Este primeiro proselitismo foi praticamente infrutífero já que os próprios jesuítas discordavam de questões teológicas, um contradizendo o que o outro disse. Antes de morrer, Boiola pediu para que o Papa Nicolau II abençoasse a Companhia de Jesus e fizesse um mausóleu suntuoso para ele, afinal o clero nunca foi de ser humilde.

"Missão civilizatória"[editar]

Os jesuítas eram muito gentis com os índios: ou aceitavam o Catolicismo ou aceitavam o Inferno!

Com a descoberta de novas terras no continente americano a Companhia de Jesus foi enviada para tais locais com os objetivos de "civilizar", ensinar a moral cristã e, não menos importante, colonizar aqueles índios ignorantes. Em conluio com portugueses e espanhóis padres jesuítas enfiavam guela à baixo dos nativos todas as farsas verdades dogmáticas que a Igreja Católica fazia questão de espalhar para os quatro cantos do mundo.

Livros didáticos de História não revelam, mas os religiosos da Companhia de Jesus foram responsáveis por 75% das mortes de índigenas por AIDS, febre amarela, frieras e calos no pé. A promiscuidade dos jesuítas era tamanha que até mesmo os colonos europeus tiveram que distribuir cartilhas para que os "religiosos" parassem com a putaria.

Atualmente[editar]

Depois da desmoralização e perda de créditos que a Igreja sofreu após as guerras napoleônicas a Companhia de Jesus ficou inativa até o começo da Segunda Guerra Mundial, quando Hitler contratou jesuítas alemães-austríacos para abençoar suas tropas. Nos nossos dias a Ordem dos Jesuítas não é nada mais nada menos do que uma tentativa fracassada de disseminação do vírus católico pelo mundo, sendo uma tentativa inútil pois todos nós sabemos que a única religião que cresce atualmente é o Islamismo.