João Câmara

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png CARALHO! Todo dia eu tô sendo castigado por esses abalos! Cquote2.png
Camaraense sobre Seu município
Cquote1.png Mas ao menos é melhor que o meu bairro, em que eu tenho que mudar de favela todo dia! Cquote2.png
Taipuense sobre João Câmara

João Câmara é um município brasileiro localizado lá nos cafundé do interior do estado do Rio Grande do Norte, bem perto do cu do elefante, por isso os terremotos (que eles chamam lá de abalos) são constantes, devido ao intestino preso.

História[editar]

Foi em 1928, no dia em que Abe Simpson I (disfarçado de João, pra não ser pego pela polícia americana por ter estuprado várias moças), veio até um monte de terra inútil. E daí, João queria construir uma segunda Câmara dos Deputados melhor que a atual bosta. E com isso ele deu o nome da futura cidade João Câmara, baseado pelo nome dele, e com a ideia de fazer um futuro melhor pro nosso país, mas com muito estupro.

Geografia[editar]

Foto do Rio de João Câmara. Repare como ele parece com a cabeça do Capeta, indicando que o Juízo Final vai começar lá.

Desde 1986 que o município vem sendo castigado pela própria terra com abalos sísmicos por ordem de Deus por ser fundado por um sem vergonha já citado, e com isso, isso já foi alvo de estudos de vários nerds cientistas espalhados pelo Brasil. O primeiro abalo foi registrado em Brasília, no dia 21 de agosto, alcançando magnitude 4.3. Nos dias 3 e 5 de setembro, foram dois tremores. Um de 4.3 e outro de 4.4 graus na escala Richter, usada internacionalmente para medir tremores e terremotos, o que indica que o Juízo Final está chegando. Esses abalos provocaram danos materiais e assustaram ainda mais a população, que cagaram nas calças de tanto medo. O maior de todos de mais de 8 mil 5.1 graus, com isso, mais da metade da população fugiu de lá e a cidade quase virou uma Cidade Fantasma, a não ser por parte do Presidente da República.

Clima[editar]

Quente, de preferência, o ano todo, apesar de ser a cidade do RN em que mais choveu (por mais de 8 mil 5 dias).

Economia[editar]

A cidade é destaque na região por exportar bandas de forró, cavalos, entre outras porcarias para várias regiões do planeta e do sistema solar.

Bairros[editar]

Zona urbana

  • Péssima Bela Vista (Maior Bairro habitacional da cidade)
  • Sum franciscu
  • Centro (que não tem nada de interessante)
  • Com o Árabe Cohab
  • IPE (Instituto Porrada Elegível)

Zona rural

  • Plantações Queimadas
  • A junção Assunção
  • Santo Geraldo Luiz
  • Matão do Aristóteles Aristides
  • Morada Velha Nova
  • Boa Vista
  • Corte de Cabeças de Gado

Educação[editar]

A educação de lá é muito ignorada (assim como em todo país). Lá também deve ser o único lugar do RN a ter o sagrado e entediante Colégio Objetivo onde os alunos aprendem que ouvir fofocas rende muito pra saber se o amigo (a) é confiável. É também uma das piores escolas de toda sede Objetivo, já que uma das piores turmas estudam lá e causam o terror, já que são seguidores de Adolfinho e sua turma.

Idioma[editar]

Em João Cãmara se fala o potiguarês, cujas gírias exclusivas de lá, são:

  • fresco - viado na língua camaraense
  • galado - abusado
  • poblema - problema
  • popota - alguém muito gordo
  • abestalhado - idiota
  • Mangar - Caçoar
  • Rái pu inferno - Vai te fuder
  • ki,ki, ki... - venha aqui
  • hômi - homem, usado quando alguém tenta dizer que alguma coisa ele não fez (mas na maioria dos casos, ele fez)

Culinária[editar]

Algumas comidas típicas:

  • Rapadura
  • Mulheres
  • Cuscuz
  • Mulheres
  • Pastel
  • Mulheres
  • Dindin
  • Mulheres...

Turismo[editar]

João Câmara foi um dia a cidade mais popular do RN, mas com a preguiça infinita herdada pelos baianos, os camaraenses nem querem saber de investimento, e suas atrações foram lá pra cucúia, onde lá elas fazem mais sucesso.

Uma delas é Serra do Torreão, dado esse nome por sua estrutura pontiaguda e alta, isso feito quando a terra entrou em ereção e esqueceu de deseretar seu milésimo pênis (assim como em outros casos).

Ainda possui uns moinhos mixurucas usados pra não causar um apagão (embora já tenha acontecido várias vezes), construídos por Hitler e seus aliados, no intuito de destruir tudo com um cata-vento gigante, mas serviu como fonte de energia, e com isso, muita gente de muitos países vieram só pra levar um vento e ver as saias das mulheres sendo levantadas pelos cata-ventos gigantes.