Jogos de shoot 'em up

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Você quis dizer: Shut Up Cquote2.png
Google sobre Jogos de shoot 'em up

Jogos de shoot 'em up é um gênero extinto de jogos de videogame, conhecidos no Brasil entre os pivetes de fliperama da década de 90 como jogo de navinha, consiste em jogos onde o jogador comanda uma nave que deve atirar em tudo o que se move na tela, pois o mundo é assim, se algo se mexeu é inimigo e deve ser explodido.

Tipos[editar]

Um típico jogo de shoot 'em up tentando causar em você um ataque epiléptico.
  • Shooters fixos - O mais comum e tradicional, é aquele em que a navinha está fixada em baixo da tela (ou as vezes na esquerda), e os inimigos começam a descer sem parar feito suicidas miseráveis. Você é uma nave solitária que deve gerar um genocídio numa esquadra rival e assassinar pelo menos uns 5 mil naves inimigas antes de zerar o jogo.
  • Rail shooter - Jogos que se aproximam mais de simulação de voo, só que deve atirar em tudo que aparecer que não for cenário.
  • Bullet Hell - Subgênero desenvolvido para quem tem paralisia cerebral e portanto não corre risco de sofrer ataques epilépticos que pessoas comuns são suscetíveis ao jogar esse tipo de jogo caracterizado por milhões de pudins assassinos multicoloridos espalhados pela tela e um nível de dificuldade inumano.
  • Cute 'em up - Quando dizem que a tara japonesa não tem limites, não estão brincando, neste tipo de jogo os cenários são formados por mulheres peladas, gatinhos, frutinhas e nudez gratuita.
  • Run and Gun - Neste tipo de jogo controla-se bonecos e não naves, por isso faz mais sentido deixá-los como third-person shooter. Todavia, só há 1 único jogo existência desse gênero, que é o Metal Slug, pois o resto é cópia nojenta mal feita.

História[editar]

A origem desse tipo de jogo vem com a criação de Spacewar! em 1962, o primeiro jogo da história era um jogo de shoot 'em up, provando que este gênero qualquer imbecil com recursos limitados pode criar, tornando-se assim um tipo de jogo simplório para um público que não deseja raciocinar, mas apenas atirar em pontos na tela sem sentimentos de culpa.

Todavia, foi no Atari, com os clássicos Space Invaders, River Raid e Asteroids, que o gênero popularizou-se e dominou toda década de 80 e 90, pois qualquer idiota podia fazer um jogo shoot 'em up, a exigência era mínima, e por isso surgiram dezenas de jogos similares.

Quem mais explorou o gênero nessa época foi a Sega, criando Space Harrier, Gradius, Fantasy Zone e uma porrada de franquias de navinhas, então surgiram pelo menos umas 100 cópias desse tipo de jogo, e hoje em dia ninguém sabe o que é Gradius ou o que é cópia, tudo é jogo de navinha idêntico

Tudo mudou, porém, a partir de 2000, com a chegada do novo século, as crianças pararam de se interessar por arcades e preferiam ver vídeos de amoeba e Minecraft no Youtube enquanto ficam obesas, e assim com a extinção dos arcades, os jogos de shoot 'em up entraram em declínio até sumirem e nenhuma produtora sequer cogitar lançar um jogo novo de navinha, pois com a chegada da era da informação, tornou-se claro que jogos shoot 'em up eram jogos para retardados, e ninguém quer ser conhecido como retardado.