Johness, o desmontador

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
250px-Wario WWare.gif Este artigo é sobre um personagem secundário!

Quase ninguém sabe da existência deste zé ruela que só serve pra encher linguiça na trama e provavelmente está morto. Se bobear, nem no Google tá!

Clique aqui para ver gente que só fãs alienados conhecem.

Jason voorhees.jpg Este artigo é sobre um(a) ASSASSINO!

Este(a) louco(a) sadomasoquista provavelmente esquarteja suas vítimas, sofre de problemas mentais ou foi violentado(a) pelos pais. Se vandalizar o artigo, Dexter virá atrás de você!

Donamorte1.jpg Johness já morreu!

Foi trabalhar na padaria do inferno!

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno

Cquote1.png Sua intenção era pesquisar: Fusão de Mike Haggar com Diego Alemão? Cquote2.png
Google dando uma de adivinho com a pesquisa de Johness
Cquote1.png Ele não passava de um amador... Cquote2.png
Killua sobre Johness.
Cquote1.png Podemos dizer que ele é um homem sem coração. Cquote2.png
Oscar Wilde sobre Johness.

Se eu não o conhecesse, diria que é mais um daqueles tiozões gaúchos que vendem linguiças em estádios...

Johness, o desmontador (açougueiro segundo a maravilhosa dublagem da versão que passava na Rede TV!), ou simplesmente Johness, foi um personagem do anime Hunter x Hunter, também conhecido como Hiato x Hiato, devido a periodicidade com que as edições de seus mangás saem. Johness foi um dos prisioneiros da Torre dos Enganos que foram "contratados" pela Associação Hunter para testar os candidatos do Exame Hunter em troca de terem sua pena reduzida. Alguns especialistas afirmam que foi com base nessa parte do anime que a Polícia Federal do Brasil criou a delação premiada pra usar na Operação Lava Jato.

Aparência[editar]

Johness era um homem alto e forte, de cabelos loiros com sobrancelhas e bigode vultuosos, virtuosamente da mesma cor. Pelas feições, pode-se averiguar que ele provém de uma das regiões frias e intrínsecas da Bavária, ou qualquer outra região europeia onde não existe calor e os homens tem que mijar em menos de 5 segundos pra que a urina não congele no meio do caminho. Há ainda a teoria de que ele era jogador de vôlei, reforçada por sua altura e mãos ágeis e bem articuladas, capaz de vários movimentos por minuto.

História[editar]

Antes do Exame Hunter[editar]

Johness fazendo cosplay de Sheila.

Um típico psicopata sangue frio e sem remorso que sente prazer em torturar, Johness foi um famoso assassino que gostava de brincar de quebra-cabeças com suas vítimas, arrancando as partes do corpo e depois colocando-as de volta com as próprias mãos. Relatos policiais apontam que ele teve Elize Matsunaga e Chico Picadinho como mentores e professores na arte do sushi humano. Afirma-se que Johness matou 146 pessoas, mas verdade é que se ele pudesse, ele matava mil. Foi condenado a mais de mil anos de prisão e divertia-se na cadeia matando e esquartejando seus queridos colegas de cela.

287º Exame Hunter[editar]

A batalha entre os prisioneiros da Torre dos Enganos e nossos queridos protagonistas (Gon, Killua, Kurapika e Leorio, tendo o Tonpa como mero intruso) estava 2-2, e chegou a vez de Johness, como último participante, lutar. Assim que ele retirou seu capaz, Kurapica, Leorio e Tonpa trancaram o cu de medo já que Johness era famoso por aparecer bastante no Cidade Alerta e no Brasil Urgente graças aos seus crimes. Leorio tentou convencer Killua, o lutador da vez, a dar aquela famosa arregada por questões de segurança e amor á vida, mas o mini-assassino tacou o foda-se (belo trabalho de equipe não?) e resolveu enfrentar o filho da puta.

O desfecho da luta, nas duas versões.

Enquanto isso, o Dirk Nowitzki do hospício fazia umas loucuras como arrancar tijolos da parede, falar como ele tinha sede de sangue (alguém aqui nunca ouviu falar em banco de sangue, com certeza) e estava pouco se fudendo pro exame ou pra redução de pena, só queria ver gritos de dor e sofrimento e blábláblábláblá, aquela velha conversa de psicopata que todos nós conhecemos. A "luta" entre ambos dura apenas um segundo, já que Killua usa seus conhecimentos aprendidos jogando Surgeon Simulator e arranca o coração do Johness, roubando-o para si (ohhh, que romântico).

Incrivelmente o filho da puta consegue sobreviver por 5 segundos, tempo bastante pra implorar para que Killua devolva o seu coração (de que adianta? Ia fazer o quê, colar com Super Bonder?) e cair igual a um saco de batatas podres morto no chão. Muito gente boa, Killua lhe devolve o coração, provando que ele é um menino muito bom que obedece aos mais velhos e não faz nada de errado (na versão de 1999 ele taca o foda-se de novo e estoura o coração como quem estoura uma bexiga de aniversário).

Depois da cena, o resto dos prisioneiros se cagam todos nas calças e desistem da batalha (na verdade nem precisavam, já que o grupo de Killua já tinha ganho por 3-2 mesmo), enquanto Killua diz que o alemão doidão era só um amador e que ele como profissional não teve dificuldades e outras baboseiras, enquanto o grupo avançava para a próxima fase.