Jon Lovitz

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Jon Lovitz
Jon Lovitz.jpg
Está demitido!
Nascimento 1957
Los Angeles
Nacionalidade Estaduniense
60px-Bouncywikilogo.gif
Para os neo-ateus que preferem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: Jon Lovitz.

Jon Lovitz é um humorista dos Estados Unidos que quando não está cagando e andando, está fazendo séries de TV que você já deve ter visto ele, só que não o reconheceu. Ele é aquele típico ator de comédias que é mais variado do que prato de pedreiro e que pode ser usado repetidas vezes para vários gêneros. Mesmo assim, os diretores não vão com a cara dele e nunca o colocam em filmes de ação, senão dá nisso[1].

História[editar]

Durante sua trajetória no curso do tempo-espaço, Jon já tinha uma facilidade de fazer as pessoas rirem,tanto que nem sofria de Bullying por causa disso: ele fazia piadinhas e as pessoas acabavam se contorcendo de rir. Porém, no dia em que apareceu a primeira pessoa que não riu da piada dele, ele teve que apelar para a criação de um novo tipo de humor.

Mas o que iria fazer? Criar humor é a mesma coisa que transformar chumbo em ouro. Os alquimistas faziam isso e a coisa mais próxima que conseguiram foi o Ácido Clorídrico que corrói qualquer coisa, até adamantium se duvidar.

Assim, Jon Lovitz juntou o humor irônico com humor negro para formar o humor infantil!

Cquote1.png Peraí, isso é ridículo: como alguém pode criar humor infantil com ironia e humor negro? Cquote2.png
Você sobre a combinação esquisita

Humor[editar]

Primeiro explicaremos a questão do humor infantil: com o humor infantil, Jon Lovitz conseguiu criar algo que fosse engraçado para as crianças mas que subliminarmente é engraçado para os adultos. Veja um episódio do Barney e seus amigos e você saberá do que eu estou falando.

Jon atuou em um número infinito de séries. São tantas que ninguém mais reconhece ele. Foi até confundido com Danny DeVito uma vez! Mas já participou dos Muppets, Os produtores e outros "clássicos" que ninguém mais acha engraçado.

Ver também[editar]