Jorge Weasley

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikify.png Por favor, alguém arrume este pobre artigo segundo as diretrizes estabelecidas no livro de estilo antes que alguém infarte lendo esse artigo mal formatado...
AVISO: NÃO REMOVA ISSO ANTES DE TER CERTEZA ABSOLUTA QUE O ARTIGO JÁ FOI COMPLETAMENTE "WIKIFICADO", SENÃO VOCÊ PODERÁ SOFRER AS CONSEQUÊNCIAS!
Dica: não sabe como wikificar um artigo? Então leia AGORA o nosso Tutorial Wiki! Ou peça ajuda para os usuários mais experientes...

Jorge Vercilo Weasley (também conhecido como Jorge Vacilo por ter perdido uma orelha pra um Come-Sal da Morte qualquer, ou também conhecido como Fred pela mãe confusa) é um dos gêmeos Weasley, responsáveis pelos momentos "engraçados" dos livros da série Harry Pobre. Jorge e Fred são frutos da quarta gravidez da Sra. Weasley, que estava tentando arranjar mais um bolsa família pra viver as custas do governo com o marido imprestável. Ambos são conhecidos em casa e na escola de Hogapraga pelas suas pegadinhas (as vezes, essas "pegadinhas" se tratavam de piadas mesmo), tanto que assim que largaram a escola abriram uma lujinha em parceria com um judeu clandestino e com Mr M, que depois que parou de passar no Fantástico estava trabalhando num lava jato de tapetes-mágicos. O judeu clandestino, que dizia se chamar Luciano Huck e era grande fã das máscaras de narizes falsos que os gêmeos fabricavam, gostava das piadas dos garotos e tentou levá-os para o Zorra Total mas não deu muito certo.

Jorge sempre gostou de fazer piadinhas sacanas, sendo regularmente chamado de "grande gozador" pelas novinhas de Hogapraga.

"Ele é um verdadeiro comi-cu"
Minerva McGonagall sobre Jorge Weasley

"Verdade..."
Alvo Dabudona sobre comentário acima, suspirando

No quarto ano, Jorge e Fred inventaram as Frescuridades Weasley, um pacotão de doces e brinquedos cheios de truques destinados a moleques sapecas e boys magia, que queria dar uma escapulida da aula pra aproveitar melhor o tempo atras da horta da escola. Os doces incluíam pirulitos e chupa-chupas, enquanto que os brinquedos... é bom nem tocar no assunto. Foi um sucesso a princípio, mas como bons pés-rapados que eram (e fazendo jus à pindaíba da família) logo ficaram sem dinheiro. Coube ao Harry dar uma esmola aos coitados, pra que pudessem continuar a fazer suas traquinagens coloridas.

No quinto ano, Jorge e o irmão foram expulsos da escola pela então Ditadora-Diretora Professora Dedo-Duro Sapa Velha, Dolores Umbridge, mas os dois na verdade já estavam de saco cheio daquela porra toda e decidiram cair no mundão de Merlin e fazer o que bem entendessem. Por isso, armaram todo um teatro e destruíram completamente a escola, reduzindo-a a um pardieiro de galinhas em chamas. Após a fuga, abriram sua birosca no Rego Diagonal, inicialmente fazendo programas para bruxos carentes de varinhas.

A loja era muito visada pelos seguidores de "Aquele-Que-Sabe-O-Que-Você-Fez-No-Verão-Passado-E-Que-Não-Deve-Ser-Nomeado", o Lord Vaitermort, que tinha voltado do mundo dos presuntos e ninguém tava dando uma foda pra isso. No décimo sétimo neversário do Nerso... aniversário do Harry, os gêmeos foram escalados pra participar da guarda que retiraria o mariquinha da casa dos tios trabalhadores e honestos e o levaria pra um lugar seguro, com gente inocente que poderia morrer voluntariamente por ele, o próprio muquifo dos Weasleys (que sempre se mostraram felizes em se foder lindamente em nome do Harry). Foi nessa jornada que Jorge perdeu uma das orelhas para um feitiço caseiro de quinta categoria lançado por Snape, o anti-herói incompreendido das donas de casa que leram essa baboseira inútil. Mas o que parecia uma tragédia se mostrou muito útil pois Jorge ganhou mais um buraco pra se divertir, enfiando coisas como escovas de dentes e sabe Deus mais o que.

No fim do livro, os gêmeos participam da Batalha de Hogwarts, uma rebelião formada pelos alunos mal educados daquela escola que eram contra o sistema de cotas que incluíam praticantes de magia negra no colégio. Nessa batalha, Jorge perdeu seu irmão para um Comensal, o que se caracterizou como umas das centenas de mortes sem sentido escritas pela autora, JK Ralho. Sem seu cobertorzinho de orelha (a que sobrou), e sem ter o que fazer agora solteiro, Jorge começou a se embebedar junto com os duendes no Três Vibradores, o bar dos bruxos. Hoje em dia, pode ser visto correndo pelado pela Floresta Proibida, tentando montar nos centauros pelo lado de baixo. E claro, é um grande filha da puta, porque comeu a Angelina Johnson, que por acaso era namorada do irmão gêmeo, e ainda teve a cara de pau de dar o nome do segundo filho de "Fred II"


Harrypotter.jpg Quem leu este artigo pensa que Sirius Black vai voltar, não sabe como Valdemar consegue respirar, acredita que Harry é maconheiro e provavelmente quer se casar com Dumbledore.

Se editar mal este artigo, o Tarado da Machadinha irá te atacar!