José (filho de Jacó)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

José é um dos 12 filhos de Jacó que foi vendido para o Egito e virou governador de lá.

Escravo no Egito[editar]

E agora, José?

José era o filho favorito de Jacó, o que deixava os seus irmãos putos da vida. Seus irmãos estavam de saco cheio dessa babação de ovo, então, armaram um plano, pegaram ele e tacaram dentro de um buraco, e uns ismaelitas estavam passando, seus irmãos fizeram uma troca, trocaram José por duas caixas de cerveja, e fizeram a festa por terem se livrado desse encosto. Os ismaelitas venderam José para um corno chamado Potifar, José virou escravo dele e teve que ficar lá ralando.

De prisioneiro à governador[editar]

Certo dia, José estava ralando, quando de repente, Zuleika, a puta da mulher do Potifar queria dar pro José, mas José não quis comer ele porque se não Potifar ia meter a porrada nele, então ele saiu correndo e a mulher de Potifar ficou puta e acusou ele de tarado, Potifar, o corno pau-mandado mandou prender José. José estava preso e fodido, até que o faraó pediu pra ele interpretar o seu sonho maluco, José interpretou aquele sonho, deixando faraó tão feliz que deu pra ele o cargo de governador do Egito e sua filha gostosa chamada Azenate, na qual teve dois filhos, Manassés e Efraim.

O fim dessa história[editar]

O Egito estava fodido, tava todo mundo passando fome, mas José estava juntando comida por sete anos e todo mundo ia lá buscar um pouco de comida, até que aparecem justamente os filhos da puta dos irmãos dele, ele então mandou chamar o irmão mais novo, Benjamim, pra virem com eles, então José disse pra eles que tinha perdoado eles e os convidou para virem morar no Egito junto com seu pai Jacó, e eles viveram felizes para sempre. Que lindo!!! Eles habitaram lá até que um faraó filho da puta fez todo mundo de escravo.

Ver também[editar]