José Roberto Arruda

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Ladra06.gif José Roberto Arruda é mais um dos
POLÍTICO$ DO BRA$IL

E não paga contas de luz ou água.

100malafaia.jpg José Roberto Arruda
Roberto arruda.jpg
José Roberto Panetone
Rei da Papuda
Partido ex-DEM
Nível de honestidade Baixo, ruim, pobre... Caráter Dúbio, Ímprobo
Perfil
Origem Cu do Mundo
Profissional
Profissão Pizzaiolo
Escândalo(s) Comprou paneto de chocolate (chocotone) ao invés de comprar tradicional
Pessoal
Sexo Masculino as vezes
Nível de inteligência Alto
Plástica(s) 3, todas superfaturadas
Vício(s) Comer e comprar e distribuir Panetone
Preferências
Livro Nuvola apps bookcase.png Como fingir ser mais caridoso
Música Emblem-sound.svg.png Borbulhas de amor - Fágner[1]
Prato Panetooooone!
Filme O Grinch
Contatos
E-mail sesipe.df.gov.br
Website Site do Arruda 22
®Desciclopédia

Cquote1.png Você quis dizer: Panettone para os pobres! Cquote2.png
Google sobre José Roberto Arruda
Cquote1.png É uma erva daninha que infesta todo DF Cquote2.png
Agricultor sobre políticos como o Arruda
Cquote1.png Ele me violou!!!! Cquote2.png
Painel do Senado sobre Arruda
Cquote1.png Ele mandou chegar mueno geral Cquote2.png
Bope sobre protestos contra o Arruda em 2009
Cquote1.png Arruda na Papuda! P.O. no xilindró!!! Cquote2.png
Estudante da UnB sobre Arruda
Cquote1.png Ele me deu muitos panetones Cquote2.png
Deputado do DF sobre Arruda
Cquote1.png Aquela cela é muito aconchegante Cquote2.png
Fernandinho Beira-Mar sobre cela onde está o Arruda
Cquote1.png O que é barra pesada para você, meu amigo? Cquote2.png
Geraldo Naves sobre Arruda
Cquote1.png Povo de Sucupira, esse careca está me imitando! Cquote2.png
Odorico Paraguaçu sobre Arruda
Cquote1.png [...] eu já perdoei todos os que me agrediram. Cquote2.png
Arruda sobre o que aprendeu na catequese
Cquote1.png Ele foi muito burro, não foi assim que eu ensinei. Cquote2.png
Roriz sobre Arruda


José Roberto Arruda (Jurerê, 5 de Janeiro de 1900 e dá-lhe propina) é um político brasileiro ímpar. Responsável pelo ato mais caridoso de todos os tempos, em 2009, Arruda se sensibilizou com a situação da população mais pobre que perdeu suas casas em enchentes e temporais, quando os ajudou oferecendo uma grande doação de panetones para comemoração de fim de ano, quando pensou que assim pelo menos faria o natal de algumas pessoas mais feliz. O ato fez tanto sucesso que transformou o Panetone o segundo maior sucesso gastronômico de Brasília. Em outras praças, essa iguaria só perde para a famigerada pizza braziliense, essa sim exportada para os 3 cantos mais subdesenvolvidos do mundo.

Biografia[editar]

Desde criança José Roberto Arruda já se mostrava ser um ótimo político corrupto, com 12 anos Arruda não devolvia o material que pedia emprestado de seus coleguinhas de escola, com 14 ele já conseguia tirar bicicletas acorrentadas nos postes de Brasília sem precisar quebrá-las. Em razão isso, seu pai sempre falava que ele no futura iria ser um bom político já que tinha o dom de passar a perna em pessoas.

Ingresso na vida pública[editar]

José Roberto iniciou sua improbe carreira como diretor da Novacap, ainda no fim dos anos 60. Em meados de 1980 Arruda se tornou diretor da CEB (Capital Escondido na Bolsa), período em que estreitou laços com o Papai Noel e com o Coelhinho da Páscoa a partir deste dia ele resolveu prosperar a bondade que havia dentro de seu coração, fazendo trabalhos sociais, ajudando aos mais próximos e principalmente as crianças carentes, no natal sempre está ele entregando seus deliciosos Panetones nas comunidades, pessoalmente fazendo cada dia mais e mais pessoas felizes.

Nesta mesma época José Roberto Arruda foi responsável por uma obra muito polêmica, a construção do maior panetone do mundo. Para a realização deste feito, Arruda viajou até Curitiba e fez! Só não entrou para o Guinness pois a comissão do livro dos recordes falou que a obra para construir esse panetone e os ingredientes foram roubados.[2]

Como Senador da República (1995~2001)[editar]

Arruda devidamente uniformizado em sua quadrilha

Cansado de fazer pequenos trambiques como servidor público, Arruda, queria uma bocada maior, alguma coisa que desse mais lucro, pois queria mais dinheiro para poder comprar mais e mais panetones e assim doar para mais e mais criancinhas e pessoas carentes

Em 1994 Joaquim Nariz viu as "boas intenções" de Arruda e o apoiou para o cargo de zelador senador.

Em 1995 o dono daquelas terras brasilenses se revelou gay um vilão (bandido) e rompeu relações com o "honesto" Arruda.

Em 1998 Arruda tentou pela primeira vez o cargo de pizzaiolo, perdeu para a chapa do mau: Joaquim Roriz e Cristovão Burroarque, nesse ano a população sentiu falta dos donativos que Arruda mandava no final de ano.

Escândalo do painel eletrônico em 2001[editar]

Em 2001 ainda sendo do senado, Arruda juntamente com o então senador Antônio Carlos Magalhães foram tomar café da manhã próximo ao painel eletrônico do senado e "sem querer" deixaram cair um pouco do delicioso panetone de Arruda no painel, o que acabou manipulando a votação da cassação do ex-senador Luís Estevão, mais isso tudo foi sem querer, pois como todos sabemos arruda é a honestidão em pessoa e não teve a intenção de manipular nada.

Como pizzaiolo (2006~2009)[editar]

Em 2006 Arruda se candidatou mais uma vez para ser chefe da maior pizzaria do Brasil (Brasólia), ganhou! finalmente, essa vitória só foi possível com o fracasso da chapa dos bandidos, quando em 2005 ficou provado o envolvimento deles com corrupção entre outras drogas. Quando assumiu ele demitiu 16.000 funcionários do seu gabinete, isso gerou polêmica por causar muito desemprego mas tudo tinha uma explicação lógica, ele falou que com aquela economia que iria fazer sem pagar os salários daqueles funcionários dariam pra comprar muito mais panetones e fazer muito mais a alegria da população carente e assim conseguiria angariar mais votos através da política do panem et circenses.

Arruda na internet[editar]

Atualmente ele mantém um canal no Youtube, onde ele têm total interação com o público, por lá ele passa as melhores receitas de panetone que ele já fez assim as pessoas ficam muito mais informadas das suas "campanhas sociais" e anti-sociais também, ele também tem um perfil no Twitter, dizem que no computador dele ao entrar no micro-blog o símbolo muda de um pássaro para um "pássaro comendo panetone".

Mensalão do DEM e impedimento[editar]

No dia 27 de novembro de 2009 a Globo manipulou a população Brasileira, deixando todos contra Arruda, o vídeo exibido pelo programa fantástico mostrava Arruda dando dinheiro para seu comparsa guardando o dinheiro para doações na meia, ele alegou que o seu assistente não tinha lugar onde guardar o dinheiro e acabou colocando nas meias, pois aquilo não era motivo para ele não fazer suas caridosas doações por ter esquecido sua pasta, mas a globo acabou achando isso um absurso! por algum acaso guardar dinheiro na meia é crime? é?

Saida do DEM[editar]

O DEM não ia expulsar arruda do partido, na verdade até lhe mandaria um prêmio pela divulgação, mas pela manipulação da Rede Globo as siglas do partido começarão a ficar mal faladas e alguns babacas diziam que DEM na verdade significava Dinheiro Escondido na Meia o que acabou gerando mais e mais piadinhas sobre o partido, e para não sofrer mais piadas infames o Partido o dispensou! MWAHAHAHAHAHA!

Mudança para a Papuda[editar]

Em fevereiro de 2010, ainda como Governador do Distrito Federal, Arruda foi passar uma noite em São Sebastião para conhecer e ver de perto como é a cidade, a mando do STJ. Então, Arruda foi:

CAPTURADO

Panettone Arruda.jpg

Anunciamos que José Roberto Arruda não fará(ão) mais mal a ninguém,
pois se encontra(m) preso(s), morto(s) ou/e finalmente derrotado(s).

Agradecemos à(s)/a(o)(s): Polícia Federal pela sua captura.
Obrigado, Polícia Federal, certamente as pessoas poderão
dormir mais tranquilas graças a você(s).

Nas noites em que se sucederam o facto, os telejornais locais tentavam a todo custo mostrar como era a Vida de Um "Governador" Detento, como fazia e recebia ligações oficiais, como ele emitia oficios, portarias e circulares daquela pequena cela, enfim. Por alguns dias a sede do GDF mudou do Buriti para o Papuda (esta hoje, sede do Congresso Nacional brasileiro).

Ali, Arruda conheceu de perto como era tomar banho gelado, cagar agachado num oco e receber ameaças de seus vizinhos de cela. Ali comeu e foi comido, tendo dado a bunda na cadeia várias vezes. A terrível experiência só terminaria alguns meses depois, quando a justiça fez jus ao ditado que diz que ela tarda e ainda falha.

Ele ainda voltou ao local em 2017 para visitar seus velhos amigos, dessa vez por causa da Operação Lava Jato, mas logo foi solto novamente.

Após liberdade cantar[editar]

Roberto Arruda hoje, com estilo mais... despojado.

Arruda não se preocupa se vai ficar desempregado, pois já tem muito dinheiro na poupança do período em que fez umas economias com o dinheiro que recebeu com vendendo panetones, além da bolada a qual ex-desgovernadores da nação varonil tem direito.

Apesar de não trabalhar, Arruda presta consultorias esporádicas à deputados que veem nele, um exemplo de improbidade e trambicaria. O ex-governador mantém palestras na internet que ensinam Como Comissionar Bem no Serviço Público: Como Inchar seu Gabinete com Estudante de Jornalismo Gostosas, Seja Fluente em Trafico de Influência em Até 60 Dias e Como Dominar Cabeças de Gado de Seu Adversário, incluindo alguns vlogs informais como o FUI VISITAR MEU MELHOR AMIGO E VEJA NO QUE DEU!!

Como candidato a governador do Detrito Federal em 2014[editar]

Desde que José Roberto tinha deixado o Palácio do Buriti de camburão em 2010, Arruda voltou a ser usado para se referir a pobre planta que teve o azar de ter um cleptomaníaco com o mesmo nome. Mas eis que o político ressurge das cinzas para disputar as eleições de 2014 com um velho louco que queria oferecer tarifas de ônibus a R$ 1,00. Obviamente que a juízes do TSE, ao ver um foragido aparecer nos intervalos do Jornal Nacional, logo trataram de acionar o 190 e dar fim aquela baixaria, cassando a candidatura dele.

Vida Pessoal[editar]

Parentesco com GGeisy Arruda[editar]

Geisy Arruda, neta de José

Cquote1.png Orgulho do vovô Cquote2.png
Arruda sobre sua neta
José Roberto não é o único da família Arruda famoso, sua neta Geisy Arruda também ganhou fama ao ir com um vestido de 0,1 Milímetros para a universidade uniBan, o que gerou a ele um sofrimento de ver carne de sua carne e sangue de seu sangue receber um Ultraban. Por isso ela foi deserdada da família e não vai poder mais ganhar os 10% do dinheiro roubado e escondido arrecadado com a venda do panetone de Arruda. Ela falou que não tem problema pois vai ganhar seu dinheiro na Xurupita's Farm no Pânico na TV.

Tradicionais Notas de Fim de Artigo

BandeiraDF.JPG
Ditador do Distrito Federal
1 de janeiro de 200716 de março de 2010
Maria de Lurdes, A vadia
20062007
Paulo Octário
alguns minutos em 2010