Josei

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Simbolodevenus.jpg Este artigo é coisa de mulher!

Ele(a) sabe a diferença entre vermelho e escarlate, muda de humor o tempo todo, fala pra caralho e está sempre certo(a). Se você vandalizar este artigo, ele(a) vai chorar sem motivo aparente.

Cquote1.png Você quis dizer: Anime de depressivos Cquote2.png
Google sobre Josei

Josei é mais um gênero besta para animes e mangás consiste em histórias voltadas ao público adulto feminino. Na escala otaku, fica entre o shoujo e o seinen, sendo menos fofo e meigo do que o shoujo e menos violento e apelativo que o seinen.

Origem[editar]

Este é o resultado do que acontece quando um josei torna-se popular entre menores de 18: avacalhação total e status de modinha.

Nem mesmo os japoneses fazem ideia de quando o josei surgiu exatamente. As maiores apostas são nos anos 80, quando a Shonen Jump recusou-se a lançar a obra de uma mangaká fracassada em suas páginas. Fazendo algumas modificações no enredo, ela transformou os personagens todos em gays e tentou vender o título a uma revista shoujo, alegando ser um yaoi, mas foi novamente recusada porque a história tornou-se impublicável para uma antologia de censura livre voltada a gurias retardadas. Ainda persistente, a mulher ofereceu sua criação a uma publicação seinen, mas foi vetada mais uma vez porque acharam que havia boiolice demais e violência de menos. Cansada de ficar mendigando atenção no mercado editorial, ela então decidiu abrir sua própria editora e lançar seu mangá por conta própria, criando assim o josei. Foi um fracasso, mas pelo menos inspirou outras mangakás metidas a feministas para que dessem continuidade ao novo gênero com uns mangás um pouco menos piores.

Na história[editar]

As histórias josei são as mais chatas de todas. Geralmente, tratam de assuntos imbecis e sem graça como, por exemplo, o cotidiano realista da vida adulta feminina. Como o gênero vinha perdendo muito público (que já era praticamente inexistente) de uns tempos para cá, as autoras (quem escreve é sempre mulher)têm inserido ultimamente elementos chupinhados de outros gêneros, como esportes, ficção científica, humor, terror e putaria, é claro, afinal sexo é algo que sempre chama atenção de qualquer um.

Prática[editar]

Alguns exemplos de clichês que você pode aprender para conseguir identificar um josei:

  • Os desenhos são horríveis, parecem mais rascunhos feitos de má vontade e deixam qualquer boneco de palito parecendo uma verdadeira obra prima.
  • A protagonista sempre usa batom, o que deixa o contorno de seus lábios bem aparente ao invés de um simples risco quase imperceptível como geralmente são as bocas dos personagens de anime.
  • Nas raríssimas vezes em que o protagonista é homem, ele terá obrigatoriamente tendências homossexuais ou bissexuais. Isso se já não for um viado assumido mesmo.
  • Não há muito anime josei, mas em compensação, existe uma caralhada de doramas (novela japonesa) que são adaptados de mangás desconhecidos do gênero.

Galeria[editar]

Mirror2.jpg Conheça também a versão oposta de Josei no Mundo do Contra:

Espelhonomdc.jpg