Josip Broz Tito

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Hammer and sickle.png Este artigo foi aprovado pelo Conselho de Proteção à Moral da Família Soviética como sendo livre de conteúdo subversivo.


Josip Broz Tito era o governante de um país comunista que agia como capitalista e na verdade não era nenhum dos dois, apenas uma massa unida à força, anteriormente conhecido como o Jackson 5 e se tornou um ditador vitalício daquele lugar, saindo do trono só quando obviamente morreu. É comumente creditado à ele a composição do hino da Iugoslávia, Bohemian Rhapsody, como também o estrelato num filme inspirado da série Speed Racer. Ele foi o primeiro e único presidente da Sérvia que não era sérvio e por causa disso deu outro nome à Sérvia, chamou-a de Iugoslávia, e convidou os brother da vizinhança.

Infância[editar]

Imperador Tito, e o motivo de ter anexado Montenegro também.

Tito nasceu numa aldeia da Croácia que pertencia à Áustria-Hungria, em outras palavras, num lugar nada interessante.

Na guerra[editar]

Como qualquer homem que viveu na Europa no início do século XX, ele foi mandado para a guerra, onde demonstraria que era tão ruim atirador quanto convincente politicamente, pois durante suas aventuras foi capturado e preso pelo menos umas 10 vezes, definitivamente nunca sendo um soldado que orgulhosamente lutava até a morte como ele gostava de ordenar os soldados sérvios a fazerem anos mais tarde. Durante essa vida de merda foi para os gulags umas três vezes, onde adquiriu o seu ódio pelos comunistas e pela Sibéria.

Depois de ficar preso na Finlândia num dos presídios que passou a vida, ele fugiu para Amsterdã em busca da erva do capeta para espairecer um pouco. Foi lá que ele formulou a ideia de formar o Jackson 5 no seu país natal, e vender todas vogais da sérvia para outros países.

Presidência da Iugoslávia[editar]

De volta à sua terra e com o fim da Segunda Guerra Mundial, Tito reuniu eslovenos, croatas, bósnios, montenegrinos, sérvios, kosovenhos, macedônios e búlgaros, e pronunciou pelo rádio sua célebre frase: All Your Base Are Belong To Us.

Seu reinado foi marcado por um grande aumento na venda de vogais, especialmente a letra U, prática nefasta que tornou o idioma sérvio inteligível no mundo e marcaria o início do titoísmo, uma ideologia política que planejava deixar a Iugoslávia incompreensível para os comunistas e muito menos pelos capitalistas.

Tratado como herói por muitos, por conseguir manter a Iugoslávia onde só tinha povo que se odeia, para manter essa unidade acabou adotando medidas fascistas de limpeza étnicas, sendo a mais grave a que exerceu no final de seu reinado, em 1977, quando 100.000 palhaços búlgaros foram executados secretamente.

Morte[editar]

Aos 88 anos de idade Tito finalmente ficou com a consciência pesada e decidiu morrer em Liubliana, para depois ser mumificado no Mausoléu de Tito, em Belgrado, onde aguarda que os fanáticos sérvios croatas um dia invadam o local e o ressuscitem na forma de um zumbi.

Precedido por
Ivan Ribar
Presidente da Iugoslávia
19531980
Sucedido por
Lazar Koliševski