Julia Roberts

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


A90.jpg

Este artigo discute coisas intrínsecas aos Anos 90's!
Se você não teve infância naquela época, com certeza você está no Facebook ou no Whatsapp neste instante.

Luana piovani a puta do elevador.png

Julia Roberts é uma ex-gostosa
Ela já inspirou muitas homenagens, mas foi o tempo quem realmente a comeu.

Julia Roberts
Robertssmile.jpg
Julia o seu celébre sorriso.
Nascimento 28 de Outubro de 1967
Atlanta, EUA
Ocupação Atriz
Altura 1,75 cm.
Olhos Castanho
Cabelo Ruivo
Prêmios Oscar de Melior Actries
Nos anos 80, Julia era uma ruiva muito gostosa.

Cquote1.png Quanto é? Cquote2.png
Richard Gere sobre Julia Roberts
Cquote1.png Minha tesão dos tempos de adolescente! Cquote2.png
Seu Pai sobre Julia Roberts
Cquote1.png Relembrada por "Pretty Woman", Julia Roberts é. Cquote2.png
Mestre Yoda sobre Julia Roberts
Cquote1.png AMIGA!!! Cquote2.png
Oprah Winfrey sobre Julia Roberts
Cquote1.png Eu amo ela! Quero que meu cabelo seja que nem o dela! Cquote2.png
Daniel Radcliffe sobre Julia Roberts
Cquote1.png Ruiva!? Onde??? Cquote2.png
Ruiva sobre Julia Roberts
Cquote1.png Já comi. Cquote2.png
Tom Hanks sobre Julia Roberts
Cquote1.png Eu também! Cquote2.png
Natalie Portman sobre citações acima
Cquote1.png Nunca vi... Cquote2.png
Ray Charles sobre Julia Roberts
Cquote1.png Eu também não. Cquote2.png
Andrea Bocelli sobre Julia Roberts
Cquote1.png Querida tia, maravilhosa! Cquote2.png
Emma Roberts sobre sua cunha em Hollywood: Julia Roberts
Cquote1.png Já bati a ver! Cquote2.png
Punheteiro sobre Julia Roberts
Cquote1.png Essa mulher é que nem Vinho do Porto, quanto mais velha melhor. Cquote2.png
Filósofo sobre Julia Roberts
Cquote1.png Ou não. Cquote2.png
Ou não sobre citação acima
Cquote1.png Já fez. Cquote2.png
Botox sobre Julia Roberts


Julia Fiona Roberts é uma atriz norte-americana, conhecida por ter sido uma baita de uma gostosa durante os anos 80 e 90 e pelo seu meio metro de boca.

Infância[editar]

Hoje em dia, Julia Roberts não está com o melhor dos aspetos.

Nascida numa cidade perdida no Estado da Geórgia, nos Estados Fudidos da América, em 1967, anos antes de se dar o auge do movimento Hippie. Seu pai era vendedor de aspiradores e sua mãe era beata de Igreja - não parecia haver grande futuro para Julia. Mas havia porque Roberts era uma gostosa ruiva que incendiava os frequentadores da Igreja onde sua mãe passa os dias. Entre orações e missas aborrecidas, os paroquianos não prestavam atenção a nada disso, porque Julia Roberts estava na sala. Quando completou 4 anos, seus pais se separaram e quando completou 9, seu pai faleceu de câncer.

Ainda que fosse uma garota de volumosos cabelos ruivos, seu sorriso gigante e maravilhoso e sua boca enorme chamavam a atenção dos garotos, que viviam aprontando esquema para conquistar a fogosa. Mas o que lhe interessava (e a seu irmão, também ator: Eric Roberts) eram os teatros que seus pais faziam na Igreja. A pequena Julia sempre sonhara se tornar veterinária, mas aos 17 anos, após se aperceber que ganharia muito mais dinheiro se mostrasse seu corpo em Hollywood, decide optar pela carreira artística. Mudou-se para Nova Iorque, onde trabalhou numa gelataria e numa loja de sapatos para financiar seus estudos em Teatro, mas nunca chegou a concluir curso algum.

Carreira[editar]

Julia Roberts já não é assim.

Sua estreia no cinema foi em 1988, no filme Satisfaction, onde interpretava uma baixista gostosa que pertencia a uma banda que tem concertos de Verão, e fica noiva do seu namorado, mas depois vira puta e faz dele corno, metendo-se com um homem rico e tenta que a sua banda vá às festas dele. Depois de mostrar sua faceta de putéfia, Julia é chamada para seriados da televisão norte-americana. O seu primeiro papel aclamado pela crítica (e pelos punheteiros) é Mystic Pizza, em 1988, o filme é muito brega e fala de uma pizzaria que tem uma pizza especial que todo o Mundo gosta e Julia Roberts interpreta Daisy, que é a mais puta das duas irmãs herdeiras do império da Pizza, e se envolve com um homem rico que está noivo, mas a baranga não se importa.

Em 1989, Julia Roberts recebe a sua primeira nomeação ao Óscar, por interpretar Shelby, uma noiva que tem diabetes e depois morre, tudo muito drama, mesmo ao estilo dos Óscares, em Steel Magnolias. Em 1990, chega o sucesso de bilheteiras que irá tornar Julia Roberts conhecida a nível mundial: ao lado de Richard Gere (que já era velho, na altura), no sucesso Pretty Woman. Roberts interpretra Vivian, uma Prostituta que é contratada pela personagem de Gere e acabam-se apaixonando. O seu próximo sucesso de bilheteiras seria em 1991, com o filme Dormindo com o Inimigo, onde faz, mais uma vez, o papel da moça dramática, onde interpreta Laura, uma mulher que tem de lutar contra o seu marido psicopáta.

Participou em mais 10 filmes, até que em 1997, entra no filme O Casamento do Meu Melhor Amigo, onde interpreta Julianne, que compete com Cameron Diaz pelo amor do seu melhor amigo. Em 1999 volta a contracenar com Richard Gere, em Runaway Bride. E no mesmo ano, tem mais um sucesso mundial de bilheteiras, ao lado de Hugh Grant, na comédia romântica Nothing Hill. Em 2000, recebe o seu primeiro Óscar da Academia por Melhor Atriz, ao interpretar a advogada Erin Brockovich no filme Erin Brockovich. Em 2001, entra ao lado de Brad Pitt e George Clooney em Ocean's Eleven, e faz a sequência em Ocean's Tweelve, onde interpreta Tess Ocean, a mulher do Cafetão.

Volta a comer Brad Pitt, ainda em 2001, no filme A Mexicana, onde interpreta Jerry, a namorada de Pitt, neurótica e insuportável que passa seus dias gritando. Em 2004, come Jude Law e Clive Owen (e talvez Natalie Portman), em Closer, onde interpreta uma fotógrafa profissional com uma tara por estranhos e que se vê num triângulo sexual. Participou em mais 7 filmes, até que em 2010, volta com um novo sucesso de bilheteiras, onde come James Franco e Javier Bardem, em Eat, Pray, Love, que foi extremamente publicitado no programa da Oprah e é sobre as viagens da jornalista Elizabeth Gilbert à Itália, Índia e Balí. Serve para impulsionar as pessoas a viverem segundo as suas próprias regras, mas óbvio que só se forem ricas.

Vida Pessoal[editar]

Julia Roberts já perdeu a conta aos homens que comeu em Hollywood e com quantos já manteve um relacionamento estável. Ou não. Já teve noiva de mais de 8 atores e chegou a casar com 1 deles, tendo sido noiva de alguns anteriores, o cantor country Lyle Lovett, em 1993. Mas o casamento só durou até 1995. Em 1997, Roberts começou a namorar com o ator norte-americano, Benjamin Bratt (conhecido por ter comido Sandra Bullock em Miss Detetive). Depois de cinco anos de muito Sexo, festas e dinheiro, muito glamour pacóvio de Hollywood, o casal separou-se em Junho de 2001. Roberts conheceu seu marido atual quando estava filmando A Mexicana e este era cameran man, Daniel Moder. Na altura, Julia ainda estava com Bratt e Daniel ainda estava casado, mas fizeram dos respetivos parceiros corno e envolveram-se na mesma.

Seu casamento iria-se realizar a Julho de 2002 num rancho no México. O casal já tem 3 filhos. Em termos religiosos, Julia Roberts diz seguir os princípios do Hinduísmo. Tal como tantas outras, Roberts também é embaixadora da UNICEFF e de outras caridades e todos os anos dá donativos para essas instituições, para ajudar as criancinhas. Também apoia causas de ajuda a crianças autistas. E os adultos? Porque nunca dão donativos a adultos? Existe a opinião que não se deve apoiar os adultos com dinheiro pois eles têm bom corpo para trabalhar. Você está a ouvir? Vá trabalhar, seu imprestável!

Julia Roberts é um dos Grandes Vencedores do Oscar de Melhor Atriz Principal por "Erin Brockovich" no ano de 2000 Emmy!