Julie Andrews

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Dercynoiva.jpg

Julie Andrews é uma ex-gostosa
Ela já inspirou muitas homenagens, mas foi o tempo quem realmente a comeu.

Julie Andrews
Julie Andrews
Julie Andrews querendo te encantar com seu jeito de menina doce.
Nascimento 1 de outubro de 1935
Inglaterra
Nacionalidade Inglesa
Ocupação Atriz, Cantora, Dançarina, Escritura, etc, etc, etc
Altura 1,73 m.
Olhos Pra lá de azuis
Cabelo Loiro
Principais trabalhos Mary Poppins
A noviça rebelde
Victor/Victoria
O diário da princesa
Prêmios Um monte
Salário Bastante grande


Cquote1.png Você quis dizer: Linda Cquote2.png
Google sobre Julie Andrews
Cquote1.png Ela é uma gracinha, não é, gente? Cquote2.png
Hebe Camargo sobre Julie Andrews
Cquote1.png Ela é mara! Cquote2.png
Seu Ladir sobre Julie Andrews
Cquote1.png Uma das melhores atrizes de musicais, nunca vi alguém que cantasse tão lindo quanto Julie Cquote2.png
Ray Charles sobre Julie Andrews
Cquote1.png Eu também penso assim! Cquote2.png
Steve Wonder sobre comentário acima

Dame Julie Andrews nascida Julia Elizabeth Wells (algum lugar da Inglaterra, 1 de outubro de 1935) é uma atriz, cantora, dançarina, escritora - enfim, um monte de coisa que alguém pode ser - inglesa.

No Ano Novo de 2000, foi homenageada pela Rainha Elizabeth II, do Reino Unido, com a Ordem do Império Britânico, tornando-se assim a já famosa "Dama Julie Andrews".

Biografia[editar]

Julie Andrews é um dos extremos casos de loiras inteligentes já existentes. Ela adora ler, é escritora de lvros infantis e inclusive escreveu uma autibiografia. Graças a essa tal inteligência, ela conseguiu se firmar na década de 1960 como a maior atriz em Hollywood, que tinha dado à Disney (Mary Poppins), à 20th Century Fox (A noviça rebelde) e à Universal Pictures (Positivamente Millie) os seus maiores êxitos da altura, que tinha protagonizado o maior sucesso de sempre da Broadway (My Fair Lady) e que tinha estrelado o maior sucesso televisivo da época (o telefilme Cinderella, pelo qual foi nomeada para os Emmy). Tudo isto apenas aos 34 anos de idade. :OOO

Julie na época que mendigava nos subúrbios da Inglaterra.

Julie, cujo nome de batismo é Julia, nasceu na Inglaterra. Ela foi concebida como fruto da prevaricação de sua mãe, Barbara de não-sei-o-quê, com um cara lá que era "amigo" da família. Em 1939, quando tinha 4 anos de idade, sua mãe levou um chute na bunda, dado pelo marido corno, Ted Wells, e assim Julia teve de viver com a mãe num subúrbio inglês onde tiveram de viver como mendigas famintas durante tempos. Lá sua mãe conheceu um artista de vaudeville falido chamado Ted - não, esse não era o corno Ted Wells, esse trata-se de Ted Andrews -, que passava a maior parte do tempo se entregando às noites de cachaçada do que de fato fazendo o seu trabalho. Foi aí que a Julia ganhou um padrasto vagabundo. Mas né que esse cara até que fez alguma coisa que preste por Julia, além de tê-la dado o seu sobrenome após o pré-nome da mesma ter sido alterado para Julie! Afinal, foi ele quem descobriu que ela tinha um certo "tá lento" para as artes que somado àquela voz de taquara rachada soprano a tornaria uma das melhores atrizes de filmes musicais e a mais bem-sucedida atriz lá daquela década de 60.

Ela estreou no cinema em 1964, com Mary Poppins, depois de já ter tido muito sucesso no teatro e na televisão. Ela decidiu fazer Mary Poppins após não ter sido aceita pelo presidente da Warner, Jack Warner, para estrelar a versão cinematográfica de My Fair Lady, peça da Broadway estrelada por Julie de maior sucesso que já teve na História.

Julie Andrews em sua forma real.

Jack Warner insistiu em não dar o papel para Julie, achando que ela era somente mais uma dessas loiras burras que apareceram no cinema, como Marilyn Monroe e Brigitte Bardot, e o papel acabou ficando para Audrey Hepburn. Pobre Jack Warner! Não sabia ele com quem estava lidando: por Mary Poppins, Julie acabou por levar todos, mas TODOS os prêmios do ano, e no agradecimento feito após ganhar o Globo de Ouro, o espírito da "doce" Julie desencarnou por alguns momentos dando vez ao da babá adoradora-do-demo que interpretara no filme. Foi aí que ela se vingou de Warner por ele a ter preterido. Por Mary Poppins Julie também ganhou o Oscar de Melhor Atriz e um Grammy pelas canções que a mesma canta no filme.

No ano seguinte, em 1965, Julie consegue estrelar o filme musical de maior sucesso em toda a história do cinema: A noviça rebelde. Pelo papel de uma babá retardada Maria Von Trapp, Julie foi novamente indicada ao Oscar de Melhor Atriz, mas a Academia acabou se cansando dessas atrizes bonitinhas e talentosas e resolveu dar o prêmio para outra Julie, a Julie Christie, uma loira burra porém gostosona, que com todo o seu sex-appeal seduziu os jurados da Academia, levando assim o Oscar.

Ela continuou a se destacar em musicais como Positivamente Millie (1967), e na década de 80 encarnou uma cantora lírica que dá uma de travesti na comédia musical Victor/Victoria. Em 1997, Julie fez uma cirurgia na garganta cujo objetivo era retirar uns nódulos não-cancerosos, só que o médico, louco pela coroa gostosa (sim, ela ainda tava com "tudo em cima"), acabou que fazendo uma besteira e com isso a maior prejudicada foi a voz de Julie. Ela infelizmente felizmente não ficou muda, mas felizmente infelizmente não pode mais voltar a cantar como antes. Foi o adeus aos filmes musicais.

Mas ela continua na ativa atualmente, sempre estrelado filminhos bobos voltados para a pirralhada. Seu retorno ao cinema foi em 2001, num regresso à Disney com O diário da princesa, um filme voltado para o público emo e patricinhas, que revelou o "tá lento" de Anne Hathaway. Em 2004, dublou a rainha Lillian em Shrek 2. Em 2007 dublou a mesma personagem em Shrek Terceiro e em 2010 dublou a mesma personagem novamente, em Shrek para sempre. No ano seguinte, dublou a si mesma.

Julie Andrews é um dos Grandes Vencedores do Oscar de Melhor Atriz no ano de 1964 Emmy!
v d e h
Mickeeeey.png Coisas da Disney
Disney Princess faces.jpg