Jundiaí

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gnome-searchtool blue.png Jundiaí é uma pequena cidade desconhecida.
Você pode estar perdendo seu tempo à-toa ao ler sobre essa joça.
A prefeitura paga tudo em prestações.

Sciences de la terre.svg.png
Wikisplode.gif
Para os fanáticos religiosos entre nós que escolhem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: Jundiaí.
Jundiaí
{{{pseudonimo}}}
Bandeira jundiai.png
Bandeira
"Se fumamos um baseado, porque não fumar dois"
Hino "Diário de um Detento"
Local matagal
Idioma Caipira, manês, girias
Geografia
Clima Perigoso
Locais de Referencia Tráfico, assaltos, crimes e sexo em banheiros públcos entre homens casados e "hetéros".
Economia Tráfico de Drogas e Assaltos
Produtos Exportados Roubados
Política
Governo
Nuvola apps core.png
PC lado negro da força do Brasil
Atual Prefeito
Nuvola apps core.png
[[Jean Luc Picard Pedro Bigardi]] (PC lado negro da força do Brasil)
Vice-Prefeito
Nuvola apps core.png
Durval Orlato (PT)
Mídia
Cidadãos Ilustres
Crystal Clear action bookmark.svg.png
Daniel Dantas, Diabo Loiro, Toninho do Diabo,Elias Boquinha de Ouro, Marcoíris e Bola 8.
Esporte Símbolo Bate-Carteira
Santo Local São Furtado



Cquote1.pngVocê quis dizer: Puxas Sacos da MicrosoftCquote2.png
Google sobre Jundiaí
Cquote1.pngVocê quis dizer: Filial da AppleCquote2.png
Google sobre Jundiaí
Cquote1.pngVocê quis dizer: CrentolândiaCquote2.png
Google sobre Jundiaí
Cquote1.pngVocê quis dizer: Terra dos JacúsCquote2.png
Google sobre Jundiaí
Cquote1.pngVocê quis dizer: Cidade dos ManosCquote2.png
Google sobre Jundiaí
Cquote1.pngVocê quis dizer: Mano CityCquote2.png
Google sobre Jundiaí
Cquote1.pngVocê quis dizer: Central do PSDBCquote2.png
Google sobre Jundiaí
Cquote1.pngVocê quis dizer: Estacionamento de ambulanciasCquote2.png
Google sobre Jundiaí
Cquote1.pngVocê quis dizer: Cidade natal do BatmanCquote2.png
Google sobre Jundiaí
Cquote1.pngVocê quis dizer: Nova CubaCquote2.png
Google sobre Jundiaí


Cquote1.png Fica a vinte minutos da capital! Cquote2.png
Jundiaiense sobre seu baixo nível de caipirice
Cquote1.png PQP!! Ela comprou a carta de motorista? Cquote2.png
Novato sobre o trânsito em Jundiaí
Cquote1.png I'm going under! Cquote2.png
Amy Lee sobre Jundiaí
Cquote1.png Quantos quilômetros faltam para Campinas? Cquote2.png
Corinthiano sobre Jundiaí
Cquote1.png Perdeu Preyboy Cquote2.png
Boas Vindas de Jundiaí
Cquote1.png Ai Mano! Deixa eu curti seu boné rapidão Cquote2.png
Favelado na calçada pedindo suas coisas "emprestadas"
Cquote1.png Minha vida não tem tanto valor,como seu celular, seu computador Cquote2.png
Mano Brown sobre Jundiaí
Cquote1.png Isso é uma vergonha de cidade. Cquote2.png
Boris Casoy sobre Jundiaí
Cquote1.png Vai tomar no culto! Cquote2.png
Crente do centro para criminosos que não querem se converter
Cquote1.png É de beber? Cquote2.png
Jeremias
Cquote1.png Nunca vi uma cidade com tanta área para trabalhar Cquote2.png
Prostitutas falando sobre a quantidade de praças em Jundiaí
Cquote1.png Essa merda de ônibus tá demorando muito!! Cquote2.png
Velha no Terminal Rami
Cquote1.png Essa merda de ônibus tá demorando muito!![2] Cquote2.png
Estudante da ETECVAV
Cquote1.png Na União Soviética, o ônibus espera você!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre Transurb
Cquote1.png Aí irmão, tá ligado que aqui á parada é seria, certo ?? qué moleza vai pra Campinas !! Cquote2.png
Balcão de Informações sob administração dos Manos
Cquote1.png Ae mano, é o seguinte, eu podia tá robano, certo? Tá matano, certo? Má to aqui na hurmildade falano pra u cê qui acabei di sai da cadeia, certo? Sofri, apanhei, certo? acabei di tromba us homi ta ligadu? Apanhei, fui roubadu por um irmão alí, mas to ai, trabaíano, certo? Oía aqui minha cartera di trabaíu, so trabaíano e to passano difircudade! Purisso, to aqui na hurmildade, mano, ta ligado? Pidinu pra o cê uma ajuda, certo? Quarqué coisa irmão, certo?...AE MANO DEXO VE ESSA CARTERA MANO DEXO VE KI EU TENHU UMA FACA AKI MANO VAI MANO PASSA ESSA PORRA PA CA MANO CARAIO CONTINUA ANDANO NUM DA GUELA MANO CONTINUA ANDANO MANO Cquote2.png
Humilde cidadão Jundiaiense sobre Jundiaí
Cquote1.png Lá de onde eu venho, lá da minha cidade, lá de Jundiaí Cquote2.png
Moradora sobre Jundiaí
Cquote1.png Pertim de São Paulo Cquote2.png
Morador de Jundiaí tentando se explicar onde mora num chat de putaria.

Manos estes que são importados de cidades próximas, como Várzea Paulista, Campo Limpo Paulista e Itatinga, para ajudar a economia da cidade que gira em torno das esmolas dadas no semáforo (com IPI de 3% e Icms de 25% recolhidos mensalmente pela Prefeitura) e dos milhares de assaltos diários no Jardim São Camilo, Centro, Vila Rami,"Le Favelê" da Fepasa, Vila Ana, Gramadão, Retiro etc, etc.

Já chegaram a dizer (leia-se, somente os jornais da cidade de Jundiaí) que Jundiaí era a "Seattle" do Brasil, com relação as bandas de rock! Nenhuma banda de Jundiaí fez sucesso, ninguém (fora de Jundiaí) sabe o nome de alguma banda que veio de lá, não há espaço na cidade pra nenhuma banda tocar, os shows que a molecada arruma é sempre de domingo de tarde porque as mamães dos caras não deixam tocar depois que começa o Fantástico, as bandinhas que se dizem "PUNKS" só sabem fazer coverzinho mal feito do CPMerda 22, algumas bandas criam "selos" e saem em buscas de outras bandas pra gravar com eles, mas a qualidade é tão ruim que qualquer fita cassete de exorcismo fornecidos pelas igrejas da cidade possuem um áudio superior e por ai segue a lista... se Seattle fosse assim, a história do rock seria a mesma merda que é o cenário jundiaiense!

Tabela de conteúdo

[editar] Fonte de çabedoria

A Rede Globo ou mais popularmente conhecida como Rede Lixo de Televisão e a fonte de çabedoria principal de Jundiai

[editar] Educação

A corja política insiste em dizer que a educação jundiaiense é de primeiro mundo, com o melhor salário do país, com computador com internet em cada escola, com merenda "farta" (realmente farta memo) e aquela balela que contam no horário político. A verdade: construiram um complexo educacional que não prepara o professor para nada, o salário só é melhor do que cidades como Muzambinho, Catolé do Rocha e Arapongas, toda escola possui UM computador com internet discada, a merenda é contada entre os alunos (o gordinho que quiser repetir tá fudido!), precariedade nas salas de aula, funcionários desmotivados, pressão psicologica para reeleger os mesmos políticos, etc...

[editar] Meio-Ambiente

Típico Rio Jundiái .

A flora nessa cidade é de tamanha importância. Se não fosse por exemplo, a Serra do Japi pegar fogo quase todo final de semana, não haveria trabalho para os bombeiros.

Sem falar nas cachoeiras da Santa Clara, embelezadas por galinhas mortas com sangue escorrendo na água, flores, comida...uma super farofada, para algum ser não identificado ir tentar limpar.

Sem falar do Parque da cidade que é um ótimo exemplo, pois tiveram que colocar cerca para as capivaras do rio para você não pegar carrapato-estrela.

Sem falar no Morro atrás do Maxi Shopping, toda vez que chove, escorre morro...e invade o shopping...é uma mmmmerda...

Sem falar no Rio Jundiai, que foi pseudo-canalizado, pois na verdade todo ano com as chuvas, o rio transborda e bairros inteiros ficam submersos...

Sem falar também que, no rio Jundiaí, é capaz de conter mais substâncias poluentes que o próprio Tietê.

Os curiosos seres que nesta cidade residem possuem um característico sotaque, carregando as letras "d" e "t" (experimente dizer "Ai, meu sanTo ExpeDiTo" com a língua no início do céu da boca)ou então, dizer bonitinho (A palavra sai como bonithínhô).

[editar] Clima

No verão o clima da cidade é úmido, com direito à tempestades e eventuais quedas de granizo. No inverno, quando faz frio e venta menos, os ventos não ultrapassam os 25.000 km/h, chegando apenas na casa dos 12.000 km/h.

Para quem mora no Eloy Chaves (fronteira da Serra do Japi com o brejo) o frio fica caótico e cortante... Até para os manos que estão aquecidos pela vodka kdov.

[editar] Trânsito

Jovem jundiaense

Nesse quesito, infelizmente a população jundiense tem um sério problema de coordenação motora quando dirige veículos motorizados, sendo uma verdadeira aventura trafegar pelas ruas da cidade. Porem todos os automóveis em jundiaí vem equipados com bola de cristal, que facilita muito a vida das pessoas pois assim ninguém precisa dar a séta, o que é uma boa, pois a séta já caiu de moda em Jundiaí.

Se você é de fora for visitar Jundiaí não esqueça de equipar se carro com uma bola de cristal. Se você pretende ir ou vir de São Paulo para Jundiai tem duas opções: Pela Rodovia dos Bandeirantes/Anhanguera, onde o trajeto leva entre 9 e 15 horas, dependendo da monstruosidade do congestionamento da Marginal do Tietê ou poderá ir de trem da CPTM (não recomendável pelo altíssimo risco de vida na baldeação em Francisco Morato), onde o trajeto leva aproximadamento 235 horas (se o funcionamento do sistema podre estiver "normal").

O trânsito funciona diferente em Jundiaí: todo mundo acha que está dirigindo uma carreta de 50 mts de comprimento! Para virar à esquerda, todo mundo abre a curva para a direita e depois vira à esquerda. Pistas com duas faixas são ignoradas: o certo, em Jundiaí, é andar em cima da faixa, não permitindo que ninguém ultrapasse por nenhum lado! Isso tudo acontece pois todos na cidade reprovam no exame do ciretran e acabam comprando a carta em Várzea Paulista.


[editar] Jundiaí: cidade dos semáforos!

Jundiaí é a número 1 no mundo em relação semáforo/habitante! Coincidentemente, também é a número 1 em semáforos totalmente desregulados (para desespero de quem está atrasado para fazer alguma coisa), sem sincronismos, mal sinalizados, e por ai vai! Ninguém entende como é possível um semáforo ser "sincronizado" de tal forma que se você passar por um semáforo que acabou de abrir e chegar na próxima esquina e o semáforo estar fechado!Você pode ver o próximo semáforo aberto, mas não adianta, ele fecha até você chegar lá, vire a próxima rua e o semáforo também estará vermelho! Mas esse fenômeno é fácil de explicar: o prefeito instituiu a "Lei de Murphy" para todos! Para garantir que esta lei seja aplicada, todos (sim, todos os prefeitos que já atuaram nesta cidade) contrataram engenheiros de trânsito devidamente incompetentes e imbecis, com especialização em PN (porra nenhuma). As ruas esburacadas, vias com quatro semáforos em menos de 100 metros e lombadas-morros confirmam isto. O motivo desta (de)sincronização dos semáforos é pela parceria que a prefeitura da cidade fechou em 2005 com os trombadinhas, assaltantes e sequestradores relâmpago: quanto mais o motorista fica parado no trânsito, mas chances de emprego para os meliantes. Este contrato entre as partes acabará no ano 31000. Até lá, a prefeitura se comprometeu a somente convocar engenheiros de trânsito imbecis e incompetentes.

[editar] Atrativos Turísticos

Representação do Morro da Finamax
  • Morro da Finamax*

O Morro da finamax é o ponto turístico da cidade de maior relevância e é ele que causa certa Confusão nos turistas, pois acabam em confundir o nome da cidade com o escrito no letreiro (ver foto ao lado). (na tirinha: "Amigo por favor como se chama essa cidade?" "Eu ta,bém não sou daqui... Af, olha lá tá escrito no morro")

  • Ruas ao redor do Maxi Shopping*

Incrível você fugir de pagar R$ 4,00 pra estacionar dentro do shopping, isso quando acha vaga né... Mas o pior mesmo, é quando você sai do shopping, seu carro foi roubado, pois você estacionou na rua próxima... Aí você faz boletim de ocorrência e compra o Jornal de Jundiai ou o Jornal da Cidade durante uma semana, pra ver se saí a notícia no jornal...e pasmem....o Shopping encobre essas ocorrências, pra não perder clientela...pois nenhuma ´notícia de roubos de carros nessa região é divulgada e por semana roubam de 4 a 6 carros nos arredores do Maxi Shopping...cidade de primeiro mundo...prefeito ladrão...shopping de pobre....pobre sem dinheiro e com carro sem seguro...e ladrão ladrão, que troca seu carro por uns oréganos no São Camilo...

Habitação para os novos moradores
Depois do culto...uma noite a dois...
  • Baile do Hawaii do Clube Jundiaiense,Maior evento da cidade, o Baile do Hawaii do Clube Jundiaiense concentra trombadinhas de todas as classes sociais de Jundiaí. Se você nunca imaginou ter sua carteira, documento, relógio ou celular roubado por um filhinho de papai, o Baile do Hawaii do Clube Jundiaiense lhe proporcionará uma experiência inédita e inimaginável. Óbvio, os manos nativos também estão por lá, mas só lá você encontrará um trombadinha que vai trabalhar com o carro zerinho do papai.
  • Gloriosa Majestosa Maravilhosa Ponte sobre o Rio Jundiaí*

A famosa ponte sobre o rio Jundiaí foi construída sob a administtração do querido PSDB. A ponte em questão levou apenas 15 anos para ser concluída (prazo recorde de execução de obras nessa cidade). Sua importância para a cidade é indiscutível, pois além de ligar as duas margens da Frederico Ozanan, ela possui indispensáveis 2 faixas de rolamento em uma só mão, sendo mais essencial para a fluidez do trânsito que o entroncamento das rodovias Anhanguera e Bandeirantes! Além disso, essa ponte possui um portal mágico que conduz para Nárnia lugares afastados, como o Corrupira e o Almerinda Chaves!!!

  • Estação de Trem da CPTM,Programa de índio. A pior, mais antiga, imunda, perigosa e inoperante estação de trem do universo. Aqui pode-se ter uma ideia de como os faraós se deslocavam em Jundiaí em 2.000 Antes de Cristo.
  • Maxi Shopping, Programa de vagabundos emos e manos, mas todos se resumem em jacús. Todos os fins de semanas, aquele muquifo fica entulhado de emos e manos, Chuck Norris desconhece esse prédio, senão ja teria destruido. Além de ser um Shopping insignificante, é um prédio horrível, mas que combina com a cidade favelada.
  • Ver Tiroteio no Maxi Shopping, Programa perigoso mas emocionante: Passear pelas alamedas do shopping e ser surpreendido por um tiroteio do satanás, bandidos correndo com metralhadoras, criminosos ateando fogo nas lojas, gente jogada no chão, mulheres berrando de desespero, crianças pisoteadas... Nem num filme de Charles Bronson se vê tamanha ousadia da bandidagem e a criminalidade reinando vitoriosa em Jundiaí. E o governador...neeeem aí !
  • Pracinha da Fonte no Maxi Shopping, popular ponto de encontro entre góticos, emos, headbangers, enfim, todas as variantes do grupo GLS (os quais, para os externos, são conhecidos como poserzinhos da fonte). É um ótimo ponto para quem quer tomar um ar fresco, fumar, tomar um porre, injetar, e cheirar gatinhos. É dividido por diversos setores: saindo do shopping pela pracinha da fonte e olhando para seu lado esquerdo, verá a sessão dos pivetes boys que esperam a mamãe pra ir pra casa (estes também costumam sentar na floreira virada para a rua, e ficar com os pés astutamente virados para o lado onde os carros passam). A parte frontal e central é composta majoritariamente daqueles que bebem pra comemorar qualquer merda, aqueles que bebem para mostrar que bebem, aqueles que não bebem porque não têm dinheiro (ou não bateram a carteira de ninguém na rua na semana passada) e por aqueles que bebem porque estão fingindo estar deprimidos. Finalmente, no fundão, ao seu lado direito, encontram-se os emos, melódicos, metaleiros, GLS, toda essa gayzada aí, seja pra dar uns pegas em pessoas de mesmo sexo ou ver outros fazendo o mesmo. Fora isso, existem várias ocorrências cotidianas da praça que podem servir de entretenimento para pessoas com faculdade mental normal, por exemplo, gente se assumindo ao ar livre, gente chapada pra caralho, gente caindo, se batendo, gritando igual um bando de bichas mal-comidas, passando mal, entrando no camburão, resumindo, uma putaria dos caralhos. Como a atividade dos homi está aumentando ultimamente, a redução da concentração de manos se torna evidente, assim como a redução na cheiração e no número de menores que estão bebendo (ou os que já beberam demais e precisam ser socorridos). Cuidado com os homi!
  • Vitão, o lugar pra emos e gente que vai ao maxi shopping e não tem dinheiro pra comer no Habib's, Subway ou Mcdonald's, ou pra aqueles riquinhos que se acham 'bandidões', levam R$ 10,00 pro maxi, pedi pra alguns maiores de idade comprar bebidas no Supermercado BOA, gastam R$ 8,00 e ficam doidões. só pra se acharem os malandrões. e no fim da noite, quando tá com fome, naum tem dinheiro, naum tem nada, e tá morrendo de fome, junta os seus R$ 2,00 com mais alguém e compra um ' Doguinho', que apesar do diminutivo é gigante e dá pra até tres pessoas comerem, tanto que já vem cortado ao meio. o Banheiro do Vitão é um lugar sexualmente Chique, é o lugar das pessoas transarem. e é o lugar mais dahora pra você que ama novela da globo e na hora da novela tá no shopping. você vai no vitão. come seu 'doguinho' e assisti sua novela LEGENDADA. devido ao barulho. apesar da Enorme PLACA 'PROIBIDO FUMAR' é o lugar onde as pessoas mais fumam, até Cannabis. e o Vitão. NAUM FALA NADA. SHIOASHIOSHIOHIOS isso ae! com fome? vitão!
  • Fashion NIght, conhecida por "TRASHION Night", é a boite gay da cidade, mas é mais frequentada pelas pessoas das cidades de Várzea Paulista e Campo Limpo. 98% dos frequentadores são menores de idade portante identidade falsa ou documento de outras pessoas.Não é so Jundiaí que vai pralá , Campinas , Varzea , e seus 10 moradores ...
  • Luta Livre Generalizada: Travestis X Prostitutas X Viciados X Clientes, é só ir ao centro ao cair da tarde para assistir centenas de brigas de rua entre travestís, prostitutas, traficantes, assaltantes, tarados, usuários de drogas, menores prostitutas, cafetões, gigolôs, garotos de programa, clientes, pedófilos, viciados de toda a espécie: todos brigando, jogando garrafas na rua, enfiando a faca um na barriga do outro, bala para tudo quanto é lado. Jundiaí oferece um verdadeiro faroeste GLS no centro ! Venha assistir este espetáculo grotesco e se emocione de verdade (mas venha armado...). Pode ficar tranquilo porque enquanto o pau come não aparece nenhum policial por perto para atrapalhar a diversão !
Por apenas R$ 3,00 você pode andar nessa "beleza"...
...e ainda conta com a "competência" dos motoristas.
  • SITU, Alguns o definem como Sistema Integrado de Transporte Urbano, mas na prática, é um: Sistema Ineficiente de Ttransporte Umilhante (sic), Com seus maravilhosos e discretos onibus amarelinhos. Em Junho de 2008, houve uma greve dos motoristas e cobradores exigindo equiparação salarial com a classe. Neste dia, centenas de pessoas chegaram atrasadas no trabalho ou aproveitaram a desculpa e não foram trabalhar. Fora isso, há diários acidentes com os ônibus. Também pudera. A acsição de ônibus novos pelas empresas da SITU é um evento raro, só acontece de 50 em 50 anos (O resto é comprado de São Paulo). Você pode usufruir desse maravilhoso sistema pagando a pequena quantia de R$ 3,00.
  • Serra do Japi, conhecida no século XIX como sendo a maior plantação de café do mundo, foi recentemente remodelada e hoje abriga uma das únicas reservas de mata atlântica do país. Os antigos cultivadores cansaram da facilidade de plantar café no montanhoso terreno e mudaram-se para a cordilheira dos Andes, fundando a também finada cidade de Macchu Picchu. A maior obra de estudo da região foi elaborada recentemente por um jovem jundiaiense cujo andar recorda uma cegonha, e o falar, uma matraca de asneiras.
  • Calçadas do Centro da cidade Algumas calçadas da cidade tem a largura de uma folha de sulfite. Ironicamente, são mais agitadas que o calçadão da Praia Grande em feriado prolongado. Tal fato se deve a prefeitura estimular o crescimento do centro da cidade. Mas só lembraram dos carros, as pessoas que se fodam. sem espaço, competem entre si, com os postes, orelhões e hidrantes. Frequentemente há atropelamentos.(para ajudar os ônibus andam colados a calçada, e o resto vocês já sabem). Um exemplo da largura das calçadas é a esquina da rua do colégio Objetivo com a Zacarias de Góes. Confira!
  • Esquinas do Centro a noite A partir das 6 da tarde as esquinas, ruas, bares, praças, farmácias do centro de Jundiaí lotam de Prostitutas e Travestis e Travestis e muitos Travestis.
  • Parque da cidade, Programa família de domingo depois do almoço. Só se encontra gente feia e carrapatos.
  • Jardim Botânico, lugar que conseguiu ser mais chato e monótomo que o Parque da Cidade!!!
  • Solar do Barão, único museu da cidade,ficar 1 minuto lá dentro e conhecer o museu inteiro(que é formado por 4/5 salas). A única coisa legal que tem lá é a praçona, onde você pode se divertir à beça sem que ninguém do museu puxe suas orelhas.
  • Teatro Pollytheama,o maior da cidade, e perceber que só existem duas categorias de peças lá: As dedicadas para as crianças (clássicos como João e o Pé de Feijão e A Bela Adormecida) e as caríssimas que só alta sociedade pode frequentar (ou seja,você que é pobre não). Levaram anos (e sacos de dinheiro) para reformar o teatro, e quem o visita, tem a impressão de que ele era mais bonito queimado e destruído do que hoje! Como o teatro é administrado por alguém indicado pela prefeitura, quando há peças "gratuitas" e de qualidade, todos os ingressos são dados aos figurões e políticos da cidade! Pobre não consegue nem ir em peça gratuita!
  • 9 de Julho, Lugar onde todos os playboys e patricinhas se encontram para curtir uma tentativa de barzinho.
  • McDonalds "da 9" de Sexta-Feira , É quando os playboys que andam com favelados pra se acharem favelados também se encontram no estacionamento com a galerinha que se acha pop para ficarem todos juntos se achando os malandrões. E aqui entre nós, não existe lugar mais intimidador e malandro do que um McDonalds ¬¬'
  • Russi: Lugar onde os jundiaiense sem dinheiro e menores de idade compram Smirnoff bebidas super fortes para se sentarem na praça e ficarem a noite toda bebendo
  • Kahal: É a escola de dança onde as adolescentes vão para ter a vida de high school musical que nunca tiveram, muitas dessas adolescentes podem ser encontradas nas escolas ou nas ruas e com muita frequência no "Mc da 9" dançando escrotamente sozinhas, querendo aparecer.
  • Rua Zacarias de Góes, também conhecida como Vestinga, o melhor vestibular para as que prestarão concurso para a Universidade de Itatinga.
  • Jaime Cintra, estádio do grandioso Paulista de Jundiaí, lugar onde as xitas pontepretanas e o linguiceiros de Bragança já foram espancados de monte!!!
  • Lounge de domingo: Programa reservado aos pivetes que acham que são baladeiros, ou para aquelas riquinhas sem família que se acham 'as' maconheiras ficarem fumando lá fora, pagando de malandras
  • Bunker e Espaço Teen de domingo: É aonde os playboysinhos que querem pagar de favelados vão pra beijar gente feia e sair contando que catou 9 se achando o malandrão pegador. E meninas de 12 anos vão dançar funk, tirar foto e se acharem as gostosas no orkut depois de postar as fotos que passaram horas editando no photoshop.
  • Feira de quinta-feira para os alunos do divino e do Bispo, lugar de comer pastel beber coca-cola e compra calcinha EGG pra zua os amigos.
  • San Remo:Programinha de fim de semana que não pode faltar na agenda dos pagodeiros,funkeiros e forrozeiros de plantão. A balada da San Remo é composta por músicas de gosto brega popular! Muita animação, coreografias e doenças venéreas
  • Paineiras: Mas conhecido como 'Paina', é o lugar de encontro entre adolescentes de escolas particulares, para estes ficarem se agarrando, fumando, e muitas vezes brigando, já que acham que são "malandros"
  • Saidinha de Banco, Esta é uma atração inusitada: você entra em qualquer agência bancária de Jundiaí, faz um saque em dinheiro superior a 100 reais e saia da agência: imediatamente aparecerão vários grupos de assaltantes, ladrões, assassinos e vigaristas, armados até os dentes e tentarão roubar o dinheiro que você acabou de sacar ! A graça está em tentar conseguir chegar em casa com o dinheiro sem ser assaltado (até hoje ninguém conseguiu esta façanha). Os torneios de "Saidinha de Banco" são diários, várias vezes ao longo do dia em praticamente todas as agências bancárias de Jundiai. Como exemplo há uma nota de um destes torneios no Jornal de Jundiai de 21 de agosto de 2008 (vide site abaixo no verbete "Saidinha"). http://www.portaljj.com.br/interna.asp?Int_IDSecao=7&Int_ID=56773

E o PCC continua no comando de Jundiaí ! Ninguém sai do banco sem perder o dinheiro: http://www.portaljj.com.br/interna.asp?Int_IDSecao=7&Int_ID=95860

  • Cruzamentos sem Semáforo Existem milhões de cruzamentos sem semáforo com um movimento mais intenso que a Rodovia dos Imigrantes em véspera de feriadão. É uma sensação ficar vendo os jundiaienses se degladiando para conseguir cruzar estes cruzamentos super movimentados ! É carro batendo de frente, abalroando outro, atropelando motociclista... O prefeito não colocou semáforos nestes cruzamentos de intenso movimento para nós podermos apreciar esta bizonha diversão !
  • Semáforos sem cruzamento Assim como os cruzamentos sem semáforo, estão por todos os lados. Isso deixa os moradores indignados, pois onde realmente precisa um semáforo, ele não existe. Pelo contrário: Existem nos locais mmais incovenientes e bizarros da cidade, por exemplo: No meio de avenidas movimentadas, próximo a favelas e outros locais inacreditáveis, e o melhor: SEM CRUZAMENTO ALGUM!!!
  • Toque de Recolher,O toque de recolher em Jundiaí começa as 5 Horas da tarde e acaba ao meio-dia do dia seguinte ou seja se você for pego perambulando dentro desse horário nas províncias da cidade,sera assaltado, espancado, estrupado, gozado, chingado, chapado e tudo mais que termina com ado, pelos milhoes de assaltantes que se encarregam de que o toque de recolher seja cumprido com rigor.
  • Favelas Todo mundo tenta esconder as favelas que EXISTEM em Jundiaí, mas elas estão lá! Vá fazer uma compra em uma loja e diga que você mora numa dessas favelas... ninguém aceita entregar nada lá! É encostar o caminhão no pé da favela e sair de lá só de cuecas! Isso se os malacos não levarem a cueca!
  • Bares de quinta a noite Existem alguns bares que ficam abertos às quinta-feiras. Você senta numa bar desses, olha ao redor e vê aquela Jacuzada toda sentada. E tem gente que ainda acha divertido.
  • Mendigo (em jundiaiano: Mindingu) Japonês: Único lugar no mundo que tem um mendigo japa, é só passar no cruzamento da nove com a luiz latorre que la ta o danado.
  • Motorista de Ônibus Japonês: Além de ter mendigo japa, Jundiaí é o único lugar do mundo que tem um motorista de ônibus japonês! Nem no Japão existe.
  • Escola Benedita Arruda: Filial do carandiru, se assimila muito ao presídio em questão. Para entrar, você é filmado, passa por uma guarita (com grade) e entra por um portão a prova de bala grosso pra caramba. veja o prédio da escola (muito macabro, aliás). Vidros quebrados, pichações, coisas vandalizadas e outras. As celas salas são muito sujas e rabiscadas. Lá estudam os manos, maloqueiros, emos, bobões da 5ª série daquele bairro e de Várzea (agora tá explicado).
  • Igrejas Evangelicas: Existem milhões espalhadas pela cidade, onde você pode se livrar de espíritos e outras coisas que fcham o caminho de sua vida, por uma pequena taxa que pode ser doada a qualquer momento das 24h do dia em que as igrejas estão em pleno funcionamento na sessão de roubo recolhimento de doações ofertadas. Nas igrejas também é possível ver pastores ladrões, playboys, assaltantes, bandidos, manos favelados, emos, gays, lesbicas, manos da classe média, prostitutas, punks revoltados com o sistema evangelico, mendigos, manos playboys que se acham malandros favelados, bebados, drogados, manos brancos que se acham negões, etc.
  • Birra (estacionamento): Único local onde se você passar aos sábados de tarde com uma camisa do AC/DC o cara de boné que está na guarita "cuidando" dos carros e ouvindo seu MP3, vai se locomover até para fora da guarita, pegar a vassoura que está do lado de fora e começará a imitar Angus Young (guitarrista solo do AC/DC, sim é aquela dancinha muito louca que o cara vai dando uns pulinhos) PS: caso você passar com sua camisa do AC/DC e ele não fizer nada, mostre sua camisa a ele, faça a "mão chifrada"[ \,,/ ], cante algum treco de uma música do AC/DC que com certeza você terá a ótima chance de ver esse espetáculo!
  • Escola Diógenes Duarte Paes:Uma escola que fica no Retiro, sendo uma das escolas do mundo que mais tem portões e cercas em um curto espaço de terreno. Todos os bandidos da região estudaram ou estudam lá, porque a maioria não consegue sair, porque só repetem, e não pelo falho sistema de segurança.Conhecida também pelas minas que fazem cú doce pra você, te estiga, paga pau e na hora do vamo vê,te deixa na mão.É notável também o aumento assustador de bibinhas que estudam naquela merda.Tendo muitos vacilões que se fazem de bandidos, só porque fumam um do boldinho escondidos no campinho de terra. Sendo o maior local de fumo a céu aberto de Jundiaí.E mais, um inspetor que é ninja em desarmar bombas relógio feitas com cigarro.O banheiro mais sujo do que o Tietê, mijam em todo lugar, menos onde se é pra mijar,além de ter uns torôço que não vão embora nem se der 10 descargas!!!
  • Sororoca:Sororoca é ponto de encontro de vários traficantes skatistas da região , constantemente você vera gravações de pregos que não sabem POHA NENHUMA fazer manobras , a claro la também tem uma BOSTA quadra de futebol , se assim podemos chama-la ...Enfim , ta afim de da uns rolê com os mano SK8 BOY ? Vai laá
  • Arrastões do PCC:Uma atração que nenhum jundiaiense pode perder ! Basta você ir ao Shopping, qualquer restaurante ou mesmo no Burger King e correrá o enorme risco (100%) de ver um arrastão medonho ao vivo ! É aquele monte de bandido do PCC que entra tudo ao mesmo tempo no recinto e rouba tudo o que vê: o caixa, celulares, carros, dinheiro, cartões de crédito, laptops, carteiras, roupa de grife, mulher gostosa, ouro, anéis, colares...

Todo fim de semana é o mesmo inferno: A cidade de Jundiaí é assolada por milhões de arrastões. E o governador neeeeem aí.....

  • Anchieta: Escola de gente riquinha metida a favelada. Meninas de 12 anos querendo dar o cu para os estudantes favelados do siqueira que tem 23 anos e não conseguiram sair da escola. O pessoal do ensino médio gosta de ficar dando o cu para qualquer um que aparece. (Tem que ser mano e usar boné e óculos espelhado da oakley falso, claro). A escola quer fazer a fama de que é super certa etc e tal mas é uma bosta, não ensina merda nenhuma e é uma putaria só. Destaque para o principal grupo de putas de jundiaí que foi fundado lá, que se consiste em meninas que se acham muito gostosas e maduras mas tem 14 anos e não conseguem nem furar uma simples caixinha de toddy.
  • Colégio Divino Salvador: Tradicional colégio jundiaiense onde os jovens da elite de Jundiaí estudam por não terem capacidade intelectual não quererem estudar no Leonardo da Vinci. Os ricos da cidade colocam seus filhos pra estudarem no Divino para depois se gabarem a seus amigos da capital que seus rebentos estudam em uma instituição de congregação religiosa. O colégio tem um conhecido programa social de inclusão de manos jovens carentes por meio dos cursos técnicos que custam infinitamente menos que o ensino médio tradicional. Curiosamente o Divino perde muitos alunos burros do ensino médio, no meio do ano, que vão tentar passar de ano no Anchieta.
  • VR Club Lugar que os pivetes de 12 a 14 anos, e pedófilos também, é claro, frequentam. As crianças gostam de ir lá para dar, se vestir como putas, e se gabar para os outros sobre como elas são maduras e vão numa baladinha para maiores de 14 tomando redbull como se fosse vodka. Lugar onde manos, favelados da fepasa e do são camilo se encontram pra praticar pedofilia e pegar AS NOVINHA.
  • Ponto final do ônibus da várzea: Fica na praça Rui Barbosa, praça que foi usurpada pelos varzinos que ficam ali esperando o maravilhoso trans´porte da Rápido Luxo Campinas (Não é rapido,não é luxo e nem é de campinas,consegue a proeza de ser pior do que a SITU). Aquilo as 6 da tarde fica coalhado de varzinos e campolimpenses que pagam até 2,80 para ir para casa.
  • Burguer King:agora que tem o hamburguer rei aqui em Jundiaí o McDonalds esta perdendo seus favelados para esse outro estabelecimento, um lugar interessante para se ir depois do horario de aula, la vc encontra nego de tudo que é escola,e muitas vezes (sempre) você vera discussao entre um pessoas (normalmente um favelado, ou alguem que tenta ser favelado, e um playboy)ai depois de 0,0000000000001 segundo você vera uns 234 amigos do favelado que falou que ia matar outro cara, é algo interessante para se ver, só ir la no horario ai e arrumar confusao com alguém.
  • Bar do Dito Sujo: Também conhecido que "Bar da Virose". O local é frequentando por trouxas e otários de todas as classes social, bem como vadias de toda a região, pessoas desinformadas que ostentam carros financiados, que na maioria das vezes estão com Busca e apreensão e contam com sistema de suspensão a ar( lixo em forma de suspensão...). O local também é alvo frequente da vigilância sanitária da cidade por ser criadouro de bactérias sem as devidas licenças e propinas.

[editar] Costumes

Saaaaaaaaai Satanás!

O principal e mais rotineiro costume dos moradores de Jundiaí, acontece diariamente em qualquer parte da cidade. É a brincadeira de ladrão e vitima, onde quem faz o papel do ladrão leva a sério e leva embora todos os pertences de quem fazia o papel da vitima, que nunca mais vê nada de volta.

Outro costume é que basta você ir ao shopping a noite de sábado e você vai encontrar os manos com seus jacos pretos horrorosos.

A igreja Universal também é o ponto alto do turismo, pois devido ao seu tamanho que cabem 2 maxi shopping lá dentro, discípulos do Jairzão (vulgo Chuck Norris) roubam desenfreadamente, todos capacitados a lecionar Informática (com certificação ITIL e IMPACTA) fiéis de todo o país (e gringos), costumam ir lá para ver as interminaveis mentiras obras milagrosas. Quando a igreja enche, quem fica do lado de fora procura alguma das outras milhões de igrejas do município, para ajudar com ofertas, durante os 3 períodos (manhã, tarde e noite), os 7 dias da semana (sim, em Jundiaí você encontra mais igrejas do que bares, e todas abertas recolhendo doações dos otários que sustentam vagabundos fiéis a qualquer hora do dia ou da noite). No ponto de onibus do lado de fora da igreja universal do centro, é possível ver constantes brigas de evangelicos impacientes após horas esperando o onibus da grandiosa SITU, pois eles demoram mesmo que há um terminal rodoviário SITU há 5 minutos do local.

Costume dos trabalhadores de rua(gari, cortadores de grama): é deitar no meio da calçada de qualquer jeito e dormir o dia inteiro. Pode notar qualquer calçada da cidade se não tem um malandro tem os garis dormindo num bando de 20 a 50.

Num simples “rolê, aí, tá ligado mano?” pelo centro, você poderá encontrar diversos mendigos milionários, com camisa da DC LINK VOICE. Outros não tão milionários assim que vão ao jornal reclamar que o carro voluntário de sopa, está passando em um horário um pouco ruim pra eles.

[editar] Ver Também


v d e h
SÃO PAULO
SP
SP
Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas