Karaokê

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Jaspion metaltex.jpg

Made in Japan
Este é um artigo com tecnologia do sol nascente né.
E joga yakyû até cansar.

FuturamaBender.gif 01000100 01010000 — · · · — — ·

Este artigo contém altas doses de tecnologia. Isso quer dizer que robôs estão te vigiando para pegar suas informações e dominar o mundo com iPods do mal que derretem cérebros e tocam Michel Teló.

Após o terceiro BIP, corra pra caralho!

Chip.JPG
Cquote1.png Você quis dizer: Karatê Cquote2.png
Google sobre Karaokê

Cquote1.png Cantei e cantei e não comi Cquote2.png
Cantor de churrascaria sobre Karaoke
Cquote1.png Ah, eu adoro um karaoke, especialmente em festinhas. Cquote2.png
VOCÊ sobre Karaoke
Cquote1.png Ah, eu adoro um karaoke, especialmente nas festinhas que meu filho canta. Cquote2.png
Sua Mãe sobre Karaoke
Cquote1.png Quero ver outra vez seus olhinhos de noite serena. Cquote2.png
Cantor de karaoke tentando cantar alguém.

Karaoke é coisa de macho!!

Karaoke(ê) ou caraoque(ê) (カラオケ, em japonês “cara-de-pau”) é um esporte inventado pelos japoneses que pode ser praticado sozinho ou em grupos e que requer:

  • Um microfone
  • Uma música tocando sem o cantor (de preferência ridícula)
  • Um monitor de TV com um software acoplado passando a letra quase no ritmo da música
  • Um (ou mais) praticante(s) do esporte cara-de-pau ou talentoso o suficiente para cantar em público e não se importar de passar vergonha

O esporte foi inventado em 1215 por um samurai entediado que queria alguma diversão a mais do que simplesmente cortar bambus com a espada. O samurai (infelizmente anônimo) pegou um pouco de saquê, um papiro com a letra de uma balada da música que ia cantar e foi para o puteiro restaurante mais próximo cantar as meninas. Deu tão certo que o esporte é praticado entusiasticamente até hoje no Nippon.

Algumas espécies animais também praticam o karaoke mas com menos recursos técnicos que os seres humanos.

Devemos alertá-lo que nunca deixe um karaokê perto do seu tio engraçadão, ou o bêbado vai estourar os tímpanos de toda a galera da festa, ao cantar vinte e quatro vezes seguidas (ou até cair) o "YMCA".

Um felino cantando Atirei o Pau no Gato

As regras[editar]

1. Siga a bolinha saltitando na tela. Não pode errar a letra, se errar, espera duas rodadas antes de poder cantar de novo.
2. Não cante segurando o espetinho de frango com farofa, é deselegante.
3.Tente não comer e cantar ao mesmo tempo, Luciano Pavarotti morreu assim.
4.Tente não desafinar, se for possível.
5.Não coloque grupos muito grandes em espaços apertados para cantar, pode causar explosões devido aos gases intestinais acumulados.
6.Não é recomendável a prática do esporte caso o nível etílico dos participantes esteja elevado.
7.Não coma uma lasanha inteira antes de cantar, Nelson Ned morreu assim.
8.Não espere conquistar ninguém com seus dotes vocais fenomenais.
9. Não cante "Te amo Espanhola" mais de uma vez.

O Karaoke no Brasil[editar]

Do Nippon o Karaoke (aqui chamado de karalhokê) foi exportado como tecnologia de puta e adotado no mundo todo. No Brasil, o esporte é praticado em churrascarias, restaurantes com buffet, restaurantes japoneses (obviamente), festas de aniversário, festinhas de criança e casamentos. Existem vários concursos importantes onde os participantes ganham prêmios valiosos como aparelhos de karaoke de última geração. Existe até mesmo o Brasileirão de Karaoke, disputado ferrenhamente anualmente por diversos descendentes nipônicos.

Outras variedades[editar]

O mini-karaoke: tecnologia made in nippão
  • Microkê: aplicativo para rodar no computador e usar sozinho. Especialmente recomendável aos que tem vergonha na cara e não querem pagar o pato de cantar na frente de uma plateia. Ao final da performance, dá uma nota detalhada capaz de fazer os mais cara-de-pau desistirem do esporte.
  • Minikaraokê: um karaoke de bolso. Custa uma fortuna mas não impressiona ninguém. Tecnologia japonesa, somente indicado para egocêntricos que cantam para si mesmos.
  • Videokê: o princípio é o mesmo do karaoke standard mas um vídeo é projetado numa telona para dar clima e fazer o cantor de banheiro se sentir um Roberto Carlos.
Um dos uniformes típicos de um praticante de Karaoke


Alguns cantores de Karaoke famosos:

Conexões Externas[editar]