Katarina Alves

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gina.jpg

Este artigo trata de uma ruiva.
E é mais quente na cama do que qualquer outra

P ronaldinho.jpg HUEHUEHUEHUEHUE BR BR

Aí, mermão, este artigo aqui, ó, é brasileiro, tá ligado? Só fala de futebol, come feijoada, exporta diplomatas, puxa o saco dos EUA, paga imposto pra caralho e põe a culpa no governo pela corrupção da sociedade.

Catarina Aves
Katarina-tekken.jpg
Nascimento 11 de agosto de 1990
Bandeira do Brasil Brasil
Idade Desconhecida
Altura Desconhecida
Peso Desconhecido
Estilo de luta Savate
Arma preferida Pistola
Técnica Máxima Secreta Chutes e pontapés
Religião Ateísmo
Profissão Órfã
Característica marcante Boca suja
Comida favorita Rola
Frase favorita Cquote1.png Desculpa mas você vai ter que morrer! Cquote2.png
Esporte Trepar
Mania Falar palavrão

Katarina Alves é uma das personagens jogáveis introduzidas em Tekken 7. Assim como praticamente todas as outras mulheres da franquia, é uma puta gostosona com um figurino indecente que é um perfeito incentivo às bronhas dos jogadores. Para deixá-la ainda mais vadia que o esperado, a equipe técnica de Tekken resolveu que ela seria brasileira, reforçando aquele maravilhoso estereótipo de que no Brasil todas as mulheres são vulgares e safadas.

Aparência[editar]

Usa uma roupa típica de prostituta, com uma calça de cintura baixíssima que deixa sua calcinha fio dental à mostra, um casaco que não fecha devido ao tamanho exagerado de suas tetas siliconadas, um par de sapatos de salto alto que na vida real não permitiria que nenhuma mulher se movesse confortavelmente e uns óculos de sol vagabundos comprados no camelô da 25 de Março.

Como ela nunca tira aquela porcaria de óculos da cara, fica difícil especificar a cor de seus olhos, mas os mesmos devem estar sempre vermelhos devido a um alto consumo de maconha e outras dorgas. Seus cabelos são naturalmente castanhos, mas ela costuma passar água de salsicha neles para que pareçam ruivos.

História[editar]

Katarina nasceu em São Paulo e cresceu em um orfanato acreditando que seus pais morreram, mas na verdade eles a jogaram no lixo porque estavam drogados e não queriam ter que criar aquele resto de aborto. Por conta disso, ela cresceu rebelde e amargurada, tornando-se praticamente uma aprendiz de Dercy Gonçalves de tanto palavrão que fala.

Quando já estava grandinha e com potencial para virar uma futura gostosa, foi enfim adotada pelo cafetão Gigas, que pretendia transformá-la em uma das maiores putas de luxo do mundo, mas acabou sendo denunciado a tempo para o Conselho Tutelar e desapareceu, deixando Katarina novamente sozinha e abandonada.

Poderes e habilidades[editar]

Ela foi treinada por Gigas para lutar savate, o plágio francês do kickboxing, que basicamente é uma arte marcial focada na defesa com os pés. Como Katarina é porca e não curte tomar banho, ela nem precisa fazer uso de seu treinamento, pois basta apenas tirar os sapatos para desmaiar qualquer oponente com seu horrível chulé.

Ver também[editar]