Katsura Hoshino

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Godofanime.jpg

Katsura Hoshino é mangaká
E passa o dia todo desenhando.

Se vandalizar, você será apagado!

Cquote1.png Experimente também: Matsuri Hino Cquote2.png
Sugestão do Google para Katsura Hoshino

Katsura Hoshino pensando em sua vida infeliz

Katsura Hoshino é mais uma mangaká, obviamente japonesa, afinal só japoneses sabem, ou pensam que sabem, fazer mangá decente. Ela nasceu em 21 de abril de 1980, ou seja, já é uma praticamente uma tia. Ela já fez um mangá antes mas não ficou famoso, por isso quase ninguém sabe o nome dele. Talvez só ela saiba... Seu sucesso veio com a série D.Gray-Man, que é lançada pela Shonen Jump.

Seu mangá[editar]

Katsura depois de passar muito tempo comendo lámen pelo fracasso em seu primeiro mangá resolveu fazer algo que a maioria dos otakus gostam, Shoujo, Hentai um mangá de luta, como tudo o que faz sucesso na Jump tem que ser parecido, Hoshino teve que criar uma história onde tem um vilão escroto, um menino que usava um tapa olho, e todos eram muito felizes dando uma de exorcistas escrotos que usavam arminhas encantadas.

A única diferença do mangá dela é o nome das coisas, afinal é apenas isso que muda em Shonen.

A vida de Hoshino[editar]

Hoshino costuma contar sobre sua vida no fim de seus mangás, com desenhos que até crianças de 5 anos fariam melhor, o que nos leva a acreditar que: ou ela é muito feia ou não é ela que desenha a série.

Um dos piores pesadelos de Hoshino era um editor que ela chamava como Y, que segundo ela, fazia todos trabalharem como escravos e nunca, nunca mesmo sorria ou parecia satisfeito com algo.

No dia que o editor Y deixou de ser seu editor ela fez uma festa que disse que era pra ele (na verdade era por estar se livrando dele) e ele apenas disse Cquote1.png Se tem tempo pra festas vai desenhar mangá! Cquote2.png

Katsura também disse em seus mangás que apanhava dos irmãos e que um dia estava tomando banho quando sua mãe entrou no banheiro nua dizendo "Bate na mamãe!", ela não bateu e sua irmã fez isso por ela dando um Roundhouse Kick na própria mãe.

Levando tudo isso em conta, Hoshino teve sorte de terminar como mangaká, (se é que isso pode ser chamado de sorte) ou ela poderia ter ido direto para um hospício.