Keira Knightley

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Skinny narrowweb 300x454,0.jpg Keira Knightley é uma modelo anoréxica!

Este artigo contém fatos sobre uma modelo que pesa menos que uma mulher grávida, descontando o peso da mulher. Sua dieta faz os presos em campos de concentração parecerem obesos e se virar de lado, desaparece.

Keira Knightley
Keira-knightley-1-.jpg
Não se deixe enganar pela produção.
Nascimento 26 de Março de 1985
Bandeira da Inglaterra Inglaterra
Ocupação Modelatriz
Sem produção.

Cquote1.png Você quis dizer: Natalie Portman Cquote2.png
Google sobre Keira Knightley
Cquote1.png Se você não quer, tem quem Keira Cquote2.png
Trocadalhos do carilho sobre Keira Knightley
Cquote1.png Alguém me chamou? Cquote2.png
Esqueleto sobre Keira Knightley
Cquote1.png Você é um filho da puta! Cquote2.png
Keira Knightley insultando o editor deste artigo
Cquote1.png Deixa um gosto esquisito na boca. Cquote2.png
Orlando Bloom sobre Keira Knightley
Cquote1.png Comi e não gostei. Mas sempre é melhor que a feiosa da minha mulher! Cquote2.png
James McAvoy sobre Keira Knightley
Cquote1.png Eu estava no cinema mais o James e estava vendo essa baranga comendo meu marido! Puta. Cquote2.png
Anne-Marie Duff sobre Keira Knightley
Cquote1.png Partiu um dente quando me beijou. Nojento... Cquote2.png
Johnny Depp sobre Keira Knightley
Cquote1.png Ela é tão bonita! Tão perfeita! Eu quero o corpo dela! Cquote2.png
Guria retardada sobre Keira Knightley


Caveira Keira Knightley é uma modelatriz britânica, conhecida pelo seu papel de Elizabeth Swann, a Puta paga de Orlando Bloom e Johnny Depp em Piratas do Caribe.

Infância[editar]

Sem passar no teste do sofá que nem suas parceiras de Hollywood, Keira teve de encontrar outros métodos.

Nascida a 26 de Março de 1985 em Londres, seu nome era para ser "Caveira" em vez de "Keira", uma vez que os pais já previam o futuro que nem o Mestre Yoda, mas a burra da sua mãe (loira, sem dúvida), enganou-se no cartório e botou "Keira" em vez do nome que estava previsto.

Keira Knightley é um exemplo de beleza natural...
... de elegância...

Caveira revelou-se desde cedo uma modelo nata na altura em que Kate Moss era diva: sempre usuária do size zero, foi prontamente convidava para ter o seu corpo raquítico fotografado e retocado até à exaustão no Photoshop. Nunca gostou de comer, pelo que sempre foi odiada pelas gordas mas idolatrada por anoréxicas, suas "companheiras no crime": a Universidade de Fazer Pesquisas chegou à conclusão de que 1 em cada 2 casos de Anorexia começam ao ver uma fotografia de Keira Knightley.

Fez algumas audições para ser atriz, mas foi negada em todas porque o figurino lhe ficava demasiado largo e porque ninguém queria ir fazer com ela o teste do sofá. Passados uns anos, já vestia o size 1 e foi aceite. Contudo, Keira era disléxica, o que causou problemas para ler os guiões (o que também explica sua falta de talento). Por volta desta altura, as peitudas começaram a ganhar terreno, especialmente em Hollywood, pelo que Caveira tentou botar silicone, mas existia o perigo deste penetrar a sua caixa torácica.

Só perdeu a sua virgindade em 2009, devido ao seu corpo ser demasiado magro para aguentar o material, e foi feito com todas as normas de segurança. Em 2011, graças a toda a bosta química que botava na cabeça, ficou careca, e desde então que tem usado peruca.

Carreira[editar]

Exemplo de mulher que "sai ao pai"... desmamada.

Em 1999 tem sua grande estreia em Hollywood, ao interpretar o duplo de Natalie Portman em Star Wars Episódio I: A Ameaça Fantasma: tá, na verdade, ninguém reparou sequer nela, todo mundo pensou que era sempre a Natália Homemporta. Aos 15 anos, em 2000, fez sua primeira cena de nudez no filme O Buraco, e os produtores tiveram de esperar até a guria ter 16 para lançar o filme: mais um vez, ninguém esteve interessado em ver um corpo anoréctico nu. Foi fazendo mais uns papéis irrelevantes, até em 2002 ser a protagonista do filme Bend it Like Beckham, filmezinho que só teve sucesso porque os putos pensava que era algum documentário sobre o David Beckham e foram ver.

... de mulher carismática...
...de simpatia...
...de sensualidade...
...e de talento!

A fama mundial só lhe chegou em 2003, quando interpreta a guria retardada Elizabeth Swann nos Piratas do Caribe - A Maldição do Peróla Negra, filmezinho que pretendia inventar uma estória baseada num carrossel no parque temático da Disney, mas como acabou enchendo os cofres aos produtores, realizadores, actores e a toda a equipa técnica, teve-se a ideia de transformar aquela porra numa saga. Mas, Caveira só participou nos 2 filmes seguintes: Piratas do Caribe: O Baú da Morte (2006) e Piratas do Caribe - No Fim do Mundo (2007) - ainda assim, consegue a proeza de ser comida pelo elenco inteiro, desde Orlando Bloom e Johnny Depp (O RLY?), ao Kraken e mesmo ao macaco, e vender a imagem de que é gostosa.

Entre as filmagens da pirataria, Caveira ambicionou mais e, em 2005, quis almejar ao Óscar ao ser a protagonista de Orgulho de Preconceito, a 917319379ª adaptação cinematográfica (sem contar com as da BBC) do livro da Jane Austen, sobre a história de uma feminista que é contra o casamento e com tendências lésbicas, mas um cara rico faz-la mudar de ideias. Esteve nomeada ao Óscar de Melhor Atriz em 2006, mas Reese Whiterspoon passou-lhe a perna. Desde então, que seus anos seguintes foram uma espécie de "caça" fracassada ao Óscar.

Em 2007, quis tentar sua sorte de novo à estatueta dourada com Desejo e Reparação, onde era comida por James McAvoy e ambos foram ferrados pela irmã mais nova da personagem de Caveira. Ainda assim, só conseguiu uma nomeação para os Globos de Ouro. Em 2008, volta a tentar sua sorte com A Duquesa, mas nem chega a ser nomeada para porra nenhuma.

Em 2011, faz o papel mais ridículo da sua carreira em Um Método Perigoso, numa clara tentativa de ganhar o Óscar por interpretar uma louca internada numa instituição psiquiátrica, que depois é comida "Sadomasoquismo style" pelo seu psiquiatra (Michael Fassbender), isto enquanto anda Freud lá no meio. Algo que devia ser um filme de drama, acabou por ser um de comédia, e um fracasso total, que se não fosse pela existência de Megan Foxes em Hollywood lhe tinha valido uma nomeação à Framboesa de Ouro. Em compensação para Caveira, nesse mesmo ano, rouba o trabalho de Kate Moss na Chanel, tornando-se a anoréxica modelo representante oficial da grife.

Em 2012, decide ir arruinar a personagem de Anna Karenina, no filme com o mesmo nome, e com uma tentativa "arrojada" e "ousada" de reinterpretar o clássico. Mas a fazer par com um ator de merda como Aaron Taylor-Johnson, não se pode pedir muito.

Filmografia[editar]

Sorrindo com sua miguxa Carey Mulligan.

Vida Pessoal[editar]

Quer isto dizer, de quem foi puta paga?

Um Conselho dos Descíclopes[editar]

Keira-knightley-pies-eat-some-more-please-1-.jpg

Afiliados[editar]