Kelly Clarkson

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
McdonaldsAmerica.jpg
EUA Falencia.jpg

"United $tate$ of McDonald'$"

Este artigo é gringo! Ele só usa eletrônicos da Apple, tem um Chrysler poluidor, não joga futebol e acha que é privilegiado. Não tente usar armas químicas de destruição em massa ou jogar aviões contra ele, a não ser que queira ir morar com o Bin Laden...

George Bush agradece! Alguém quer um Big Mac com Coca Cola?

Arband.jpg
Passarinho.jpg
Este artigo é sobre um(a) artista, grupo musical, ou se refere a uma banda.

Além disso, ele pode conter assuntos sobre temas musicais, ou não.

Certamente, fãs idiotas alienados odiarão este artigo!!
Crystal Clear action bookmark.svg.png Kelly Clarkson Crystal Clear action bookmark.svg.png
Kellygremmy.jpg
Seria Kelly Clarkson ou Kim Petras???
Origem '
Sexo Traveco
Ocupação Cosplay do Kim Petras
Profissional
Profissão Anterior Cantora de composições da Avril Lavigne
Conchavo American Idol
Maior Escândalo Já beijou a Avril, na tentativa de imitar a Madonna
Perfil
Nível de Inteligência Icon 00 percent.png
Plásticas Remoção de pênis
Vícios Boquete, DORGAS
Emissora Atual MTV (versão americana)
Preferências
Livro Nuvola apps bookcase.png O Alquimista
Música Emblem-sound.svg.png A própria bosta que produz
Prato Fundo
Filme Pornô lésbico
Cquote1.pngVocê quis dizer: Avril LavigneCquote2.png
Google sobre Kelly Clarkson

Cquote1.pngVocê quis dizer: Kim PetrasCquote2.png
Google sobre Kelly Clarkson
Cquote1.pngExperimente também: Único American Idol a fazer sucesso Cquote2.png
Sugestão do Google para Kelly Clarkson
Cquote1.png Eu podia jurar que era a voz de uma garça gentee Cquote2.png
Mary Alexandre sobre Kelly Clarkson
Cquote1.png O nariz dela não é uma gracinha? Cquote2.png
Hebe Camargo sobre Kelly Clarkson
Cquote1.png Cala a boca dela senão eu quebro esse rádio eim Cquote2.png
Tua mãe sobre Kelly Clarkson
Cquote1.png Não teime comigo, 5x5 é 47 Kelly!!! Cquote2.png
Hilary Duff sobre Kelly Clarkson
Cquote1.png Ela usa hennê loiro? Cquote2.png
Cabelereiro da Maria Betânia sobre Kelly Clarkson
Cquote1.png Ela tá me copiando Cquote2.png
Kim Petras sobre Kelly Clarkson
Cquote1.png Essa música me parece familiar Cquote2.png
P!nk sobre My Life Would Suck Without You
Cquote1.png Ela roubou meu isqueite quando eu era pequena. Loira burra... Cquote2.png
Avril Lavigne sobre Kelly Clarkson
Cquote1.png Eu já comi ela ! Cquote2.png
Justin sobre Kelly Clarkson
Cquote1.png Não te copiei em todas as músicas, só em "It's Alright It's Ok"!!! Cquote2.png
Ashley Tisdale sobre Kelly Clarkson
Cquote1.png Eu também não, só peguei alguns trechos da tua música "Addicted" o título de "Because of You" e fiz uma música, só isso! Cquote2.png
Ne-Yo sobre Kelly Clarkson
Cquote1.png Sua puuuuuuuuuuta, plagiou minha música Halo né desgraçada? Vai tomar no teu Halo, sua vaca Cquote2.png
Beyoncé sobre Kelly Clarkson
Cquote1.png Ué? Um dia a gente copia no outro somos copiados... Cquote2.png
Outras cantoras sobre Beyoncé
Cquote1.png Quem é essa? Cquote2.png
Desinformado sobre Kelly Clarkson
Cquote1.png Tente achar um em que ela não tem um momento cantando com a banda, ventilador na cara e roupa preta para parecer mais magra. Cquote2.png
Qualquer um sobre os clips de Kelly Clarkson

Kelly Key Brianne Rock'n Roll Yeah Clarkson (Fort Worth, Texas em 24 de abril de 1982) é uma hermafrodita vencedora do Grammy e atriz pornô que faz muito sucesso com os gêneros axé, funk, forró e sertanejo.

Tabela de conteúdo

[editar] Biografia e Carreira Musical

Kelly Clarkson e seu visual sugestivo
O carinho que Kelly trata seus fãs
Clarkson em um calmo banho de praia
Não é uma gracinha?!

Clarkson nasceu em Pernambuco do Norte e cresceu na pequena cidade de Itapecirica da Serra, Texas. Ela é a mais pirralha e dada de três filhos de Jeanny Ann Roseanne, uma transexual, professora de primeiro grau, garota de programa nas horas vagas e descendente de Gregos, Chineses, Africanos e Irlandeses e do transformista Stephen Clarkson. Os irmãos de Kelly se chamam Jason Vs.Freddy e Alyssa. Quando Clarkson tinha 6 anos de idade, seus pais se divorciaram depois de 17 anos de casamento devido a fuga do pai de Kelly com o padeiro. Seu irmão foi morar com o pai, com quem tinha um certo caso, e sua irmã passou a morar com uma tia traficante. Já Clarkson continuou a morar com a mãe e uma namorada dela. Kelly, depois disso, passou a se mudar por vários lugares no Texas, enquanto sua mãe teve várias profissões, rodava bolsinha e vendia drogas para manter a família. Tendo 6 anos e um Q.I. de feto, Kelly não entendia o porquê das constantes mudanças de sua família. Eventualmente, a família se fixou em Bosta, onde sua mãe cansada de casos lésbicos se casou com seu segundo marido, seu ex-cafetão.

Clarkson estudou nas escolas "Fudida Maldita School" (Escolas de Cantoras Pop com Voz de Gralha) e "Bostason High School"(Escola de Vadias de Pernambuco). Ela, originalmente gostaria de se tornar uma bióloga marinha. Na 6ª Série, uma professora viu Kelly cantando em um corredor e pediu para ela cantar no banheiro, já que os vidros da sala estavam se partindo. Kelly mandou ela para aquele lugar. Na escola, Clarkson performou em musicais como Brigadon, que segundo testemunhas, foi responsável por sérios traumas à plateia, desde surdez à mania de perseguição. Aos 13 anos, Kelly passou a usar óculos, apesar de odiar as armações do artefato. No mesmo ano, Kelly teve problemas pulmonares e teve que tomar remédios pesados (anfetaminas, ecstasy e LSD) para recompor sua saúde, sem sucesso. Dois anos depois, Kelly melhorou e continuou seus estudos normalmente.

Depois de se formar, Kelly trabalhou em várias ocupações, vendendo drogas para o padrasto traficante, e rodando bolsinha nas horas vagas para financiar seu CD demo, onde ela iria mandar para gravadoras. Ela recebeu algumas respostas negativas devido à sua voz de taquara-rachada e decidiu se mudar para Hollywood para tentar oportunidades maiores na música. Uma delas com Michael Jackson. Dizem as más línguas que Jackson mutilou o próprio nariz e por muito pouco também as orelhas, após ficar ouvindo continuamente tantas músicas de Kelly. Aliás, Michael aconselhou a moça a operar-se também, pois seu nariz é grande e estremamente antiestético, mas a garota decidiu ficar com a presepada e poder, assim, cheirar mais pó e gatinhos. Kelly ainda participou de programas como Sabrina, A Bruxa de Blair e That '70s Show (Sou mais feia hoje do que minha avó aos 70), além de fazer uma participação no filme Issues 101 (Isso é 101).

Passando-se 4 meses em Hollywood, ela se desencorajou, quando incendiou acidentalmente o próprio apartamento, durante um ritual de macumba, e ela teve que voltar para o Texas, e trabalhar em várias profissões, como: Garçonete, Stripper, Garota de Programa, Operadora de Telemarketing, atendente de Disk-Sexo, lanterninha de cinema fazendo uns boquetinhos por fora, visando uma renda extra, entre outros. Um bom tempo depois, começaram os testes para o programa American Idol (Gralha Americana).

Um cliente disse a Kelly sobre o programa e a chamou para fazer o teste (de sofá). No entanto, tudo não passava de uma brincadeira pois o cliente tinha a certeza que Kelly nunca iria passar da primeira fase, devido àquela voz, que mais se assemelhava a gritos de um oragotango em perigo. Sem a menor ideia de onde estaria agora, Kelly foi. "Fui de bobeira, e olhe onde estou!", diz ela, enquanto se prepara para dublar o "King Kong".

Quando Kelly retornou para Burleson, muitos de seus amigos a encorajaram a mostrar a calcinha, no programa American Idol, em 2002. Os juízes Paula Abdul, Simon Cowell e Randy Jackson se horrorizaram com a sua voz, mas deixaram ela seguir no programa mesmo assim, porque ela dava depois. Ela conseguiu uma posição no top 69 e, a cada semana, cantava uma música ao vivo para o programa. Quando a semana se concluía, as performances da Kelly eram muito comentadas pelas sua capacidade vocal "elevadíssima", e pelas de vítimas em estado de coma que acordaram graças a exibição de American Idol nos hospitais.

Ao longo de sua carreira, Kelly mostrou não apenas seu talento para quebrar janelas sem tocá-las, mas também demonstrou seu dom com imitações à outras cantoras do cenário pop. Ela mostrou bem esse seu lado camaleão ao interpretar uma pseudo-emo-louca-revoltada-piranha no vídeo de "Since U Been Gone", no qual ela destrói o quarto do ex-namorado, exatamente como a outra não menos psicótica e vadia-que-paga-de-revoltada Avril Lavigne fazia em um de seus antigos sucessos, quando ainda não fazia anal com micro-saias de colegial e salto de travesti. Já em "Because of You" foi a vez de Kelly mostrar sua voz irritante com toda sua força, tal qual Christina Aguilera (outro terror para os tímpanos humanos), num clipe onde se faz de coitadinha. Em "Walk Away" ela não contente em aparecer em cada clipe como se fosse outra pessoa, se transforma num clone da P!nk, outra aspirante-a-pop-funk-emo-lésbica, que faz clipes tão vazios de sentido como seu pequeno cérebro de feijão.

Kelly Clarkson lançou também seu mega-hit que ninguém sabe o nome "Never Again" (NUNCA DAREI DE NOVO), num clipe onde ela reencarna a Samara Morgan, e com letra baseada em uma severa herpes genital que ela contraiu durante sua ultima turnê.

Depois do fracasso de seu álbum, Kelly voltou ao topo do mundo pop com sua canção "My Life Would Suck Without You" (Minha Vida Seria uma Porra Sem Sua Pica), dando o maior salto da história da parada americana. Com isso, Kelly conseguiu que sua canção fosse primeiro lugar em bordéis e boates gays dos EUA, fazendo assim que seu álbum "All I Ever Wanted "(Tudo que Eu Sempre Quis Fazer em Cima de uma Cama") atingisse o primeiro lugar dos mais vendidos, afinal, uma hora ela tem que triunfar. No clipe da música ela faz de tudo para mostrar ao homem que sua vida seria uma desgraça sem ele para fazer sexo todas as noites com ela. Em seu novo clipe "I Do Not Hook Up" ela mostra um pouco de sua realidade sonhando que pega qualquer um a qualquer hora, o que podemos bem ver, só acontece em sonho mesmo. E mesmo em sonho ela continua sem sorte terminando o clipe sem pegar ninguém e possivelmente com uma nova doença sexualmente transmitida pela única coisa que tem coragem a dar prazer para Clarkson, que seria seu infeliz dedo.

Anos depois, em 2011, Kelly lançou um EP iTunes Session, adquirido por zero fã, e também seu quinto álbum em estúdio, "Stronger" (Jiromba), contando com um EP irrelevante, "The Smoakstack Sessions" (As Sessões de Bate Estaca), e com o lead single "Mr. Know It All" (Bicha, A Senhora É Sabe Tudo Mesmo, Viu, Viado). A canção não chegou a ir além do Top 20 da Billboard, porém, isso foi um feito, sobretudo considerando o fracasso de outras divas pop do gênero, como Lady Gaga (que fim levou G.U.Y., o retorno triunfal da Gaga? Um beijo para G.U.Y.), Christina Aguilera (Bionic e Lotus. Precisa falar algo mais?) e Britney Spears (aguardando ansiosamente o Blackout 2.0 prometido). Na sequência, Kelly lançou a música "Stronger (What Doesn't Kill You)" (Jiromba [Aquela Que Não Mata, Mas Fere]) e, com ela, conseguiu dois feitos: o tão aguardado #1 na Billboard e fazer com que os restos mortais de Nietzsche se contorcessem no caixão. Sequencialmente, Kelly lançou "Dark Side" (Buraco Negro), música com tanta expressividade quanto qualquer trabalho do cantor Naldo Benny pós-Amor de Chocolate. No ano seguinte ao lançamento de seu álbum, Kelly ganhou o Grammy de gravação pop, fazendo chorar sangue seu ídolo P!nk e a banda de folk hipster Florence and the Machine, e sendo aquele mais um Grammy para a coleção de Kelly. Contudo, o hit parou por aí. Além de ter um alcance vocal mediano, em uma escala que vai de Britney Spears a Aretha Franklin e Whitney Houston, Kelly ainda amarga não ser tão popular fora dos Estados Unidos. Ademais, em termos de vendagens, infelizmente precisamos admitir que um grande hit para Kelly Clarkson é o equivalente a um flop de Beyoncé, Rihanna e Katy Perry.

No mesmo ano, Kelly lança sua primeira coletânea de sucessos, ou seja, a faixa "Because of You", "Stronger" e algumas outras para preencher espaço. As três faixas inéditas de Kelly presentes nesse álbum não tiveram qualquer relevância. Kelly também lançou em 2012 o volume dois de seu EP "The Smoakstack Sessions", embora ninguém além da cantora, dois de seus fãs e um fã de Alanis Morissette saibam disso. Esse EP foi lançado com o intuito de Kelly em estragar a canção "That I Would Be Good" de Alanis. Na sequência, em 2013, Kelly lançou seu primeiro álbum natalino, com vendas moderadas apenas em sua terra natal. A nível mundial, o álbum deve ter vendido pouco mais de vinte ou trinta cópias.

Em 2014, Kelly Clarkson dá cria pela primeira vez, chocando o mundo ao revelar que havia um bebê preso a cento e cinquenta quilos de gordura. A criança é filha de Kelly com um gordinho barbudo que possivelmente já sentiu prazer anal com algum cara que conheceu pela Internet.

[editar] Músicas cantadas no American Idol

[editar] Álbuns

  • "Thankful (Tribufú)" - Apresenta faixas como The Trouble With Love Is (Dei Sim Porque Sempre Quis), Beautiful Disaster (Sou Um Desastre) e a faixa título Thankful (Tribufú), onde conta como sempre sofreu preconceitos por ser feia pra caralho.
  • "Breakaway" (Sempre Dei)" - O álbum de maior sucesso de Clarkson, vendendo aproximadamente 32 cópias, apresenta faixas como Addicted (Maconheira), Hear Me (Me Goza) e Where Is Your Heart? (Onde Está Seu Vibrador?).
  • "My December (Meu Caso Com Amber)" - O maior fracasso da Kelly, vendendo apenas 2 cópias (compradas pelos seus pais), apresenta faixas como Sober (Manguaceira), How I Feel (Como Eu Dei) e Chivas (Puteiro). Ninguém nunca entendeu o nome do CD, já que essa tal de Amber nunca apareceu.
  • "All I Ever Wanted (Tudo que eu sempre quis fazer em cima de uma cama)" - É o álbum mais dançante dela que pegou o primeiro lugar dos mais vendidos, com uma capa onde Kelly aparece pronta para um parada gay. O álbum apresenta as seguintes faixas: "I Do Not Hook Up (Eu Não tirarei seu cabaço)", "Already Gone (Já dei)" "Whyyouwannabringmedown (Porquê você não quer me comer?)" e "Cry (Arrombar)"
  • "Stronger" (Jiromba)" - Com um nome que dispensa comentários, foi um dos melhores álbuns que ela já realizou, com todas as músicas girando sobre o mesmo tema (relacionamentos) tanto é que explicaremos cada uma das músicas (se quiser pular essa parte, pule porque tem música pra caralho):
    • Mr. Know It All - Ela canta sobre um homem que acha que sabe realizar todas as suas fantasias sexuais e que é o bonzão, quando na verdade a deixa frustrada e joga tudo na cara dando lhe um pé na bunda no fim.
    • What Doesn't Kill You (Stronger) - Ela demonstra que se um negão não te matar, você fica fortalecido(a) para a próxima.
    • Dark Side - Ela canta sobre o namorado que não quer ver o seu lado negro dos fundos.
    • Honestly- Fala sobre quando o seu macho não queria tocá-la, nem sequer olhar pra ela porque estava estava broxando.
    • You Love Me - o namorado a acusa pelos problemas sexuais dos dois e ela não deixa barato dizendo que o amor dele por ela é doentio.
    • Einstein- Kelly manda um recado aos seus fãs. Música que ensina a multiplicar, a somar, dividir mas menos subtrair porque será?
    • Standing in Front of You - Kelly fica de frente para o namorado para peguntar se ele é gay, ele responde positivamente.
    • I Forgive You - Depois de muitos bate bocas com o namorado nas músicas anteriores, Kelly diz que o perdoa mesmo ele sendo bissexual e pelos problemas na cama.
    • Hello - Ela diz desesperadamente olá para todos os homens que não dão a mínima para ela e se queixa disso.
    • The War Is Over - Ela relata pela segunta vez que está tudo bem com o namorado bi e que não quer brigar mais com ele por esse motivo.
    • Let Me Down - Nesta música ela expõe sua insatisfação com ele mesmo não explecitando sua bisexualidade mas obviamente fala sobre ela e que ela queria que ele se tornasse macho.
    • You Can't Win - Nesta música ela entrega os pontos e desiste de mudar o namorado dela dizendo que não pode ganhar e fala até em apoiar o casamento gay.
    • Breaking Your Own Heart - Nesta música fala sobre se sentir sozinha no mundo mesmo quando há alguém do seu lado.
    • The sun will rise - Complementando a música de cima ela diz que o sol irá brilhar para você um dia mesmo você sabendo que isso não passa de uma mentira para ganhar dinheiro a suas custas.
    • Alone- Ela começa a dize para o namorado que se ele a largar ele não terá uma segunda chance (mas ele não quer mesmo se quisesse não largaria na primeira vez)
    • Don't You Wanna Stay - Ela canta junto com o bofe dela pedindo, implorando, suplicando e até rezando para que eles fiquem juntos.
    • Don't Be A Girl About It - Pra finalizar depois de se resolverem na música anterior, decidiram ficar juntos mas com uma condição: o namorado dela agora quer ser travesti e ela obviamente não concorda se queixando a música toda sobre isso.
      • Nota: Ela nunca teve namorado algum.
  • Greatest Hits: "Grandes Merdas" Como se não bastasse da primeira vez, Kelly decide relançar músicas que ela considerou que fizeram sucesso mesmo você não conhecendo nem 1/4 da tracklist e lança novas três musicas:
    • Catch My Breath - (Pegue Meu Pão) - Música que ela fala sobre descansar após muitas sessões de sexo oral.
    • Don't Rush - Com mais tom de música velha dos anos 90 do que uma música atual, Kelly fala sobre não ter pressa para perder a virgindade.
    • People Like Us - Com tantas músicas suas sendo plagiadas homenageadas nas versões de Glee, ela cria uma música para pessoas perdedoras se unirem e criarem a revolução nerd. Todos sabemos que ela quer vender mais e mais músicas para Glee; Kelly foi a artista que mais vendeu musica pra Glee sem um episódio especial totalmente dedicado a ela (mas, afinal, qual é a relevância atual de um seriado feito para homossexuais passivos que não pegam ninguém, não?).

[editar] Singles

  • Before Your Love (ANTES DO PRIMEIRO ANAL)
  • A Moment Like This (UM ORAL GOSTOSO ASSIM)
  • Miss Independent (DONA DO BORDEL)
  • Low (CRÁUU)
  • The Trouble with Love Is (PARA QUE AMOR COM UMA ROLA ASSIM?)
  • Breakaway (COMIDA)
  • Since U Been Gone (DESDE QUE MEU MACHO SE FOI)
  • Behind These Hazel Eyes (ATRÁS DESSE CU GRANDE)
  • Because of You (TESÃO DE VOCÊ)
  • Walk Away (SAI FORA, baseado no que Avril Lavigne sempre dizia após terminarem o banho)
  • Never Again (NUNCA DAREI DE NOVO)
  • Don't Waste Your Time (NÃO SÓ UMA RAPIDINHA, NÃO DÁ MAIS TEMPO)
  • My Life Would Suck Without Suck (MINHA VIDA SERIA UMA DROGA SEM CHUPAR)
  • I Do Not Hook Up (EU NAO FAÇO BOQUETE, MAS FAÇO TUDO MAIS)
  • Already Gone (EU JÁ GOZEI)
  • Mr. Know It All (BICHA, A SENHORA É SABE TUDO MESMO, VIU, VIADO)
  • Stronger (What Doesn't Kill You) (JIROMBA (AQUELA QUE NÃO MATA, MAS FERE))
  • Dark Side (BURACO NEGRO)
  • Catch My Breath (PEGUE MEU PÃO)
  • Underneath the Tree (NA MOITA)

[editar] Ver também

Mirror2.jpg
Conheça também a versão oposta de Kelly Clarkson no Mundo do Contra:


Espelhonomdc.jpg


Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas