Kenghis Ghan

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Kenghis Ghan (não existe ua maneira possível de soletrar isso) foi um cara que fez o Império Inteligente, conhecido como a nação mais fraca e pequena de toda a história do Mundo do Contra. Ele atrau no seu império quase ninguém, apenas algumas pessoas que não tinham o que fazer. No seu "reinado", o Império Inteligente ocupou apenas 4 metros quadrados de um pedaço de terra. Era virgem e não teve filhos para expandir o minúsculo "território", que dominava um cantinho abandonado de uma praça ou outra coisa.

Vida enquanto jovem[editar]

O "grande" império de Kenghis Ghan representado no mapa.

Sua vida enquanto pirralho tem muitos fatos conhecidos pelos historiadores, que deveriam saber de coisas mais importantes. E nenhuma dessas informações são falsas. Se são enganaram todos. Kenghis Ghan nasceu no meio da cidade. No seu nascimento ele não saiu ensanguentado da vagina da sua mãe, o que significa que num futuro próximo ele seria um grande perdedor (quer dizer, perdedores não são grandes). Ele era filho único dos seus pais, que eram muito unidos e nunca tiveram outros namorados, principalmente o pai.

Kenghis Ghan não conviveu com isso quando criança.

Seu nome (Kenghis Ghan) homenageava um zé ninguém que sempre viveu junto com o pai e com a mãe. Esse nome também sugeria que ele veio de uma família desconhecida. Seus pais eram de comunidades semelhantes e viviam sedentários na cidade. Sedentários quer dizer que eles nunca saíam dos arredores da cidade na qual viviam. Quando saíam para viajar algo muito importante aconteceu. Como seu nome era originário da classe social pobre a miserável, ter amizades com todo mundo e ser muito respeitado era uma missão impossível.

Livros relatam o bisavô de Kenghis como uma pessoa tampinha, sem cabelo e outras "qualidades" não muito boas. Sua família vem de um mesmo lugar, não tendo um monte de parentes em um lugar e outros em outro local. Para burros entenderem melhor, a família de Kenghis Ghan era muito unida. Não havia brigas e rivalidades com outras famílias. A prova disso é que seus pais nunca se traíram. Sendo filho único, não tinha irmãos para brigar. Sua vida era muito fácil. Sempre viveu junto com sua família, e esta era liberal com o garoto.

O pequeno Kenghis creceu convivendo com coisas muito legais. Na sua infância nunca viu a violência, o ódio, a morte], guerras, entre outras coisas do tipo. Quando saiu de casa, seus pais viviam muito bem e com saúde. Os amigos seus e dos seus pais davam abrigo e felicidade para Ghan e sua família, que nunca foram abadonados nem viveram na miséria. Nesses anos todos ele viveu em boa condição financeira, nunca passando necessidade. Na sua vida ele podia fazer suas ações livremente, sem se preocupar em andar na rua pela violência.

Continuação de sua vida[editar]

Kenghis Ghan era um santo com a sua esposa.

Kenghis não era famoso nem respeitado. Como não fez nada de fenomenal, era um desconhecido para as pessoas em geral, exceto as que o viram, mas isso não conta. Sua mãe não ensinou para ele sobre politica e outros assuntos chatos, pois como naquela época não havia violência ou problemas na política, Ghan não tinha o que se preocupar. Kenghis conheceu uma mulher que ele achava muito bonita e se casou com ela porque ele queria, e seus pais não se importavam em mandar no filho. Ghan se mostrava um marido muito fiel.

E ele era extremamente fiel. Nunca pensou em trair sua esposa. Com ela não teve nenhum filho, pois não gostava de fazer filhos. Não teve nenhum filho (como dito, ele era fiel e nunca pulou a cerca). O cara queria seguir a tradição de sua família, que era ter uma única esposa durante a vida e ser fiel à ela até a morte. Ainda dizia que disputas entre parentes por dinheiro eram proibidas, o que reforçava a amizade entre Kenghis e sua família. Ambos decidiam calmamente quem ficava com o quê no caso de herança.

Kenghis salvo a vida de sua sobrinha uma vez, quando ela estava comendo e engasgou. Ela engoliu um pedaço de carne grande demais, o que quase significou sua sentença de morte. Isso se Ghan não estivesse lá e não usasse aqueles métodos para desengasgar a pessoa. Sua sobrinha ficou bem e ninguém se machucou seriamente. Ele tinha muitos motivos para salvar ela, afinal sua sobrinha ajudava muito Ghan nos seus afazeres, e ambos não tinham inimizades. Sua família chegava a ser mais importante que seus amigos.

Império Inteligente[editar]

A independência dos países que formavam o Império Inteligente.

Na época de Kenghis Ghan, o mundo era extremamente unido. Todos os locais faziam parte de uma mesma união, não importando se era no Brisal ou no Pajão. E Kenghis ingressou na política como funcionário de presidente. Mas o presidente fazia muita merda, e fez confusão com um monte de gente. Para "resolver" o problema, fizeram uma batalha e no final o presidente perdeu, causando um processo de ruptura em que um monte de lugares se separava dos outros. Como a besteira foi grande, colocaram Kenghis no poder para fugir da responsabilidade.

Quando Kenghis Ghan ficou no poder, não havia muitos inimigos querendo ferrar com o Império Inteligente. O país ficou com esse nome porque Ghan precisava de um novo nome para o país agora separado das outras áreas. Sem criatividade, Kenghis colocou o nome de Império Inteligente. Mesmo com a crise diplomática, não havia muitos países violentos contra o Império Inteligente, no momento ainda com um grande território. No momento estava tudo pacífico, então não havia com o que se preocupar. Mas pouco tempo depois começou alguns pedidos de independência.

Antes o Império Inteligente era formado por muitos territórios diferentes. Alguns lugares queriam independência do império de Kenghis. Ele não conseguiu convencer os governos desses territórios paracontinuar os países unidos. Logo começaria uma onda de independência dentro do Império Inteligente. Antes de começar isso, Kenghis Ghan rezava para que não houvesse o que estava previsto. Um tempo depois começou o processo de independência dos países que faziam parte do Império Inteligente.

Independências[editar]

Kenghis Ghan depois de perder quase todo seu império.

Uma parte do Império Inteligente era formada pela Nicha, um lugar pouco populoso. Como não tinha quase ninguém que morasse naquele lugar, provavelmente ele não iria se desmembrar. Mas os poucos habitantes de lá pediram a independência, ameaçando Kenghis de morte. Ele enviou um exército para dar uma lição neles, mas as forças de Ghan não eram muito boas e desistiram. O lugar não tinha nada, portanto não faria falta perdê-lo. Assim a Nicha foi o primeiro local a sair do Império Inteligente.

Depois da independência da Nicha, outros locais planejaram sair de dentro do Império Inteligente, para desespero de Ghan. Ele errou em não ter negado com força o pedido de independ~encia e não ter mandado seus soldados, mesmo fracos, para acabar com o problema. Depois de um mês ele havia perdido outro território. E outro. E assim vai, até não sobrar mais algum lugar que queira se separar do Império Inteligente. Bem, não é mais um império, pois não sobrou quase nada para Kenghis Ghan administrar.

Agora o tal império era restringido a um cantinho de umas ruínas abandonadas. Mesmo sendo um perdedor, ele foi reconhecido como uma pessoa bondosa e pacífica, que não destrói o ambiente ao seu redor. Mas não o lembram por outras coisas, hoje ele é uma personalidade desconhecida. Nas escolas dos antigos territórios do Império Inteligente, Ghan é mostrado como não se deve governar um país (só assim lembraram dele). Seu trabalho inútil foi reconhecido com seu nome na lista das 100 pessoas menos influentes do mundo.