Khmer Vermelho

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Hammer and sickle.png
Este artigo foi aprovado pelo Conselho de Proteção à Moral da Família Soviética como sendo livre de conteúdo subversivo.

Wikisplode.gif
Para os fanáticos religiosos entre nós que escolhem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: Khmer Vermelho.
Isso por que o infeliz tinha entrado em um colegio.

O Khmer Vermelho foi o partido comunista do Camboja, formado a partir de uma dissidência do Partido Comunista da Indochina, o mesmo que deu origem ao Vietminh. Em 1973, os Acordos de Paz de Paris estabeleceram o que os malditos capitalistas dos EUA não se intrometeriam em assuntos na Indochina, dando um fim definitivo na Guerra do Vietnã.

Em 1975, o Khmer Vermelho deu um golpe de Estado no Camboja e chegou no comando de lá através da conquista de Phnom Penh, que tem um nomezinho muito estranho de se pronunciar e justamente, também é a capital do país, e em 17 de abril, dando fim à guerra civil contra o governo de Lon Nol, apoiado pelos norte-americanos e seus capachos. O líder deste grupo, Pol Pot tentou concretizar a sua proposta de um país novo feito com um homem novo, para o que instalou um regime de terror e medo, aonde nenhum infeliz que tinha o ensino médio completo poderia viver, a partir daí começou o genocídio cambojano.

No governo do Khmer Vermelho, liderado principalmente por Pol Pot, as cidades foram evacuadas, e os cambojanos, levados ao campo para o trabalho no cultivo de arroz, aonde ganhavam um pouco de água e pão pra matar a fome, enquanto o Pol Pot se empanturrava com o arroz doce, arroz salgado, arroz queimado, enfim, arroz de tudo quanto era jeito. O partido é acusado de estar pouco se lixando pros direitos humanos nesse período, promovendo o massacre de opositores, intelectuais e pessoas suspeitas de ter ensino médio completo ou faculdade, ou até mesmo aqueles que um dia tinham passado por uma calçada de escola, o Khmer Vermelho desejava que todo seu país fosse feito por burros analfabetos que passassem suas vidas plantando arroz.

Entre os assassinatos cometidos pelo Khmer Vermelho, estima-se que entre 15 a 20 mil professores foram mortos, 90% dos monges budistas e 1 em cada 5 médicos. Até hoje o Camboja tenta contabilizar o número total de mortos pelos insanos do partido, mas as estimativas vão de 1 milhão a 3 milhões de assassinatos sob o comando de Pol Pot, num país de 7 milhões de habitantes, ou seja, foi mais de oito mil! Vale deixar claro que essas estimativas foram feitas por porcos capitalistas a serviço do Império Yankee, que tentam desmoralizar o glorioso comunismo. As estimativas oficiais do Khmer Vermelho indicam um pouco mais do que 10 assassinatos. Essa disparidade entre os dados é facilmente explicável: com os professores mortos, eles só conseguiam aprender a contar até 10, usando os dedos das mãos.

Em 7 de Janeiro de 1979, ainda que apoiado pelo comunistas chineses, foi deposto pela intervenção de tropas vietnamitas, levando a uma nova guerrinha que perduraria até a intervenção da ONU no país.

[editar] Ver também

Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas